Bolsa Família: Ministério convoca todos os usuários com NIS final 1

Bolsa Família: Ministério convoca todos os usuários com NIS final 1

Ministério do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome fez convocação para os usuários do Bolsa Família

Qual o último algarismo do seu Número de Identificação Social (NIS)? Se a resposta para esta pergunta for 1, então está na hora de ficar alerta. Isso porque o Ministério do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome, que responde pelos pagamentos do Bolsa Família, tem uma convocação para você.

A convocação tem relação com o início dos pagamentos do benefício social. O maior programa de transferência de renda do país deve atender mais de 20 milhões de pessoas de todas as regiões do Brasil, e o primeiro pagamento deve ocorrer já nesta sexta-feira (17).

Retomada do Bolsa Família

Mas nem todo mundo poderá receber o dinheiro relativo ao Bolsa Família nesta sexta-feira (17). Esta primeira data de liberação está reservada justamente para as pessoas que possuem o NIS final 1. De acordo com informações da Caixa Econômica Federal, o dinheiro estará na conta desde as primeiras horas da manhã.

Não é preciso sair de casa para movimentar o dinheiro do benefício. Ainda segundo o Ministério, esta movimentação pode ser feita de maneira remota através do app oficial do Caixa Tem. Por este aplicativo, é possível pagar contas, transferir saldos para outros bancos, fazer o pix e até gerar um código para saques.

Rio Grande do Sul

Também nesta sexta-feira (17), o governo federal deverá liberar o Bolsa Família para as pessoas que não tem NIS final 1, mas que residem em alguma cidade que se encontra em situação de emergência ou de calamidade pública. Centenas de cidades brasileiras estão nesta condição neste exato momento.

O Rio Grande do Sul é o caso de maior repercussão no momento. O governo federal já reconheceu a situação de emergência de mais de 300 cidades gaúchas. Os usuários que residem nestes locais poderão receber o saldo nesta sexta-feira (17), independente do final do seu NIS.

Bolsa Família: Ministério convoca todos os usuários com NIS final 1
Mais de 300 cidades gaúchas estão em estado de emergência. Imagem: Concresul/ Divulgação

Quem recebe Bolsa Família em maio

De acordo com informações do governo federal, as regras de entrada para o Bolsa Família de maio seguem as mesmas. Para ter direto ao benefício, é preciso:

  • Ter uma conta ativa e atualizada no sistema do Cadúnico;
  • Ter uma renda per capita de até R$ 218.

Mesmo as pessoas que cumprem estas regras de entrada, precisam aguardar até que os seus nomes sejam selecionados pelo governo federal. A entrada de novos beneficiários depende necessariamente do espaço orçamentário disponível para cada mês.

Para saber se você está entre os selecionados para os pagamentos do Bolsa Família em maio, não é preciso sair de casa. Esta consulta pode ser realizada através do aplicativo oficial do próprio programa, que já está disponível para download para celulares Android e iOS.

Calendário de maio

Com dito, os pagamentos de maio do Bolsa Família serão retomados na próxima sexta-feira (17). Para saber o dia exato da sua liberação, é necessário se basear no final do Número de Identificação Social (NIS). Veja no calendário abaixo:

  • Usuários com NIS final 1: 17 de maio;
  • Usuários com NIS final 2: 20 de maio;
  • Usuários com NIS final 3: 21 de maio;
  • Usuários com NIS final 4: 22 de maio;
  • Usuários com NIS final 5: 23 de maio;
  • Usuários com NIS final 6: 24 de maio;
  • Usuários com NIS final 7: 27 de maio;
  • Usuários com NIS final 8: 28 de maio;
  • Usuários com NIS final 9: 29 de maio;
  • Usuários com NIS final 0: 31 de maio.

O governo federal também já definiu a lista com os adicionais que serão pagos dentro do sistema do Bolsa Família para este mês de maio. Veja abaixo:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa da família;
  • Benefício Complementar (BCO): valor adicional para garantir um total mínimo de R$ 600 por família;
  • Benefício Primeira Infância (BPI): acréscimo de R$ 150 por criança de 0 a 7 anos;
  • Benefício Variável Familiar (BVF): acréscimo de R$ 50 para gestantes e crianças de 7 a 18 anos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): acréscimo de R$ 50 por membro da família com até sete meses de idade (nutriz);
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): pago em casos específicos para garantir valores anteriores ao programa Auxílio Brasil até maio de 2025.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.