Bolsa Família em Novembro: Pagamentos começam nesta semana; veja calendário

O Bolsa Família, um dos maiores programas de assistência social do Brasil está prestes de iniciar os pagamentos referentes ao mês de novembro. Os depósitos estão agendados para começar no dia 17 e se estender até o dia 30, seguindo critérios de distribuição baseados no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário.

Calendário Bolsa Família de Novembro

Os pagamentos do Bolsa Família para o mês de novembro seguem o seguinte cronograma:

Último Dígito do NIS Data do Pagamento
1 17 de Novembro
2 20 de Novembro
3 21 de Novembro
4 22 de Novembro
5 23 de Novembro
6 24 de Novembro
7 27 de Novembro
8 28 de Novembro
9 29 de Novembro
0 30 de Novembro

Acréscimo para Famílias com Bebês

Famílias com bebês de até sete meses receberão um acréscimo de R$ 50 no benefício total, por criança. Isso significa que um beneficiário do Bolsa Família com duas crianças nessa faixa etária receberá R$ 100 a mais. Para garantir o recebimento, é fundamental que a família mantenha seus dados atualizados no Cadastro Único, informando sempre a chegada de mais um integrante.

Pagamentos em Outubro

No mês de outubro, o Bolsa Família beneficiou 21,45 milhões de famílias em todo o país. Foram distribuídos R$ 14,67 bilhões, com benefício médio de R$ 688,97. O Benefício Primeira Infância, que totalizou R$ 1,36 bilhão em outubro, atendeu 9,58 milhões de crianças de 0 a 6 anos, com um adicional de R$ 150 para cada.

Os Benefícios do Bolsa Família

O Bolsa Família oferece diversos benefícios para as famílias beneficiadas. Aqui estão alguns deles:

  • Benefício de Renda de Cidadania: R$ 142 por pessoa na família.
  • Benefício Complementar: pagamento adicional para garantir que a soma dos benefícios alcance pelo menos R$ 600 por família.
  • Benefício Primeira Infância: valor extra de R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos.
  • Benefício Variável Familiar: acréscimo de R$ 50 para gestantes e crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz: R$ 50 adicionais por membro da família com até sete meses incompletos (nutriz).

Por fim, é importante lembrar que os pagamentos do Bolsa Família seguem um cronograma específico de acordo com o último dígito do NIS do beneficiário. Não deixe de verificar o calendário de pagamentos para saber quando o seu benefício será depositado. E lembre-se sempre de manter seus dados atualizados no Cadastro Único para garantir o recebimento dos benefícios.

Como verificar os valores do Bolsa Família?

Existem várias maneiras de verificar os valores do Bolsa Família que serão pagos em novembro. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, oferece diversas maneiras eficientes para que os beneficiários possam verificar os valores a serem recebidos de forma totalmente online.

Opções para verificar os valores

  1. Aplicativo do Bolsa Família: Disponível para Android e iOS, este aplicativo permite que você verifique os valores do Bolsa Família.
  2. Aplicativo do Caixa Tem: Também disponível para Android e iOS, este aplicativo é outra opção para verificar os valores.
  3. Aplicativo do Cadastro Único: Este aplicativo, assim como o site do programa, permite que você verifique os valores do Bolsa Família.
  4. Portal Cidadão da Caixa: Este portal é uma maneira conveniente de verificar os valores do Bolsa Família.
  5. Atendimento telefônico: Ligando para os números 121 e 111, você pode obter informações sobre os valores do Bolsa Família.

Como Aumentar o Valor Recebido pelo Bolsa Família?

Se você tem uma criança dentro do limite de idade que garante um benefício complementar e ainda não está recebendo, é possível aumentar o valor do Bolsa Família. Para isso, é preciso informar ao governo os membros que compõem a sua família.

Cadastro Único desempenha exatamente esse papel. Ele permite que o sistema público identifique os dados da família quando uma nova seleção em programas sociais é realizada ou quando complementos financeiros são liberados.

Para atualizar os dados no Cadastro Único, siga estes passos:

  1. Vá até a unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do seu município;
  2. Solicite a atualização de dados no Cadastro Único;
  3. Informe o nome completo da criança, sua idade e o grau de parentesco;
  4. Apresente a certidão de nascimento da criança ou adolescente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.