Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa Família com valor de R$ 250 a partir de setembro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a confirmar que pretende aumentar a quantia paga no programa Bolsa Família, atualmente no valor de R$192, para o valor de R$250. De acordo com o chefe do executivo federal, o valor deve sofrer um aumento até setembro.

“Só de auxílio emergencial no passado, gastamos mais de 10 anos de Bolsa Família. Então, o PT que fala tanto em Bolsa Família… Hoje, a média é R$ 192. O auxílio emergencial tá R$ 250. É pouco? Sei que tá pouco, mas é muito maior do que a média do Bolsa Família”, avaliou Bolsonaro.

O Bolsa Família foi criado pela Lei 10.836 de 2004. Atualmente, o benefício conta com aproximadamente 14 milhões de pessoas. Segundo o governo federal, o quantitativo de pessoas cadastradas é um dos maiores da história do programa.

Agora, com a volta do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal realiza os pagamentos seguindo os valores do auxílio para os participantes do Bolsa Família.

A promessa de aumentar o valor do Bolsa Família foi cumprida pelo presidente Jair Bolsonaro, que chegou a dizer, por várias vezes no ano passado, que aumentaria o valor do programa, sem precisar criar um novo benefício social, o Renda Brasil.

“Quem falar em Renda Brasil, eu vou dar cartão vermelho, não quero mais conversa. É Bolsa Família. São pessoas necessitadas que precisam desse recurso que, em média está, 190 reais. Tenho falado para a equipe emergencial, vamos tentar aumentar um pouquinho isso daí”, disse o presidente em 2020.

Bolsa Família 2021

O cronograma do programa Bolsa Família é feito de acordo com o último número do Número de Identificação Social (NIS). O calendário sempre é feito nos últimos dias úteis do mês.

O pagamento será realizado para famílias de baixa renda, ou seja, com renda mensal de até R$ 89 por pessoa; pobres: com renda mensal de até R$ 178 por pessoa, mas que incluam gestantes ou crianças e adolescentes de até 18 anos.

O benefício começa em R$ 89 mensais e pode ter parcelas adicionais de: R$ 41 para crianças, adolescentes e gestantes; R$ 48 para adolescentes de 16 ou de 17 anos. O valor total do pagamento não pode ultrapassar R$ 372 por família.

As parcelas mensais liberadas ficarão disponíveis para saque durante 90 dias após a data indicada no calendário. Dessa forma, os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Bolsa Família”, com o valor do benefício.

Atualmente, o programa Bolsa Família atende em torno de 14 milhões de famílias, pagando todos os meses conforme o número final de Identificação Social (NIS). Sem mudanças, os depósitos continuarão nos dez últimos dias úteis do mês.

valor de cada benefício é de R$ 41,00 e cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00. O benefício é destinado às famílias que tenham em sua composição, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos de idade.

No fim de 2020, a CAIXA, gestora de pagamentos do programa, iniciou o processo de migração dos beneficiários que ainda não usam o Cartão Cidadão para a conta poupança social digital. Criada com o advento do auxílio emergencial, a poupança digital permite o pagamento de boletos e contas domésticas como água e luz.

Além disso, a Caixa permite que o trabalhador realize compras com o cartão de débito virtual, usado o código QR (versão avançada do código de barras) em lojas físicas que aderiram o recebimento de pagamento por essa função.

Cálculo de pagamentos do Bolsa Família

Você sabe como é calculado o valor do programa Bolsa Família? A princípio, são dois tipos de benefícios ao Bolsa Família, sendo pago pelo Governo Federal, o benefício básico de R$89 mensais e o Benefício Variável destinado a famílias compostas por gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos.

O valor de cada benefício chega a R$41,00. Cada família poderá acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00 mensais.

Total de famílias beneficiadas por região

  • Região Nordeste: são 7.096.461 de famílias atendidas
  • Região Sudeste: 3.817.351 de famílias
  • Região Norte: 1.796.776 de famílias
  • Região Sul: 891.653 de famílias
  • Região Centro-Oeste: 680.972 de famílias
  • Total: 14.283.213 famílias cadastradas no programa Bolsa Família

Veja também: CONFIRMADO! 2ª parcela do auxílio emergencial já tem data para começar

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. Boa noite e então pego 82 do bolsa família tirei meu marido por causa do auxílio e quando fui recebe só caiu os 82 do bolsa não do auxílio puxei o dele é fala que foi apravodo mas no caixa tem não consta e nem no número 111 e diz que ele não posso receber pq uma pessoa da minha família já está recebendo peguei meu bolsa no dia 23/04/2021 e ele não conseguiu até agora conteste e não consegui nd o que posso fazer agora

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.