Bolsa Família ampliado: MDS anuncia 21 mil novos beneficiários no RS

Bolsa Família ampliado: MDS anuncia 21 mil novos beneficiários no RS

MDS acelerou o processo de verificação cadastral de novos beneficiários e anunciou antecipação dos pagamentos para o RS

Na última quarta-feira (15), o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) anunciou a ampliação do Bolsa Família para famílias do Rio Grande do Sul (RS).

A medida surgiu após o desastre natural que o estado está enfrentando, com as fortes chuvas e alagamentos. Assim, o MDS acelerou o processo de verificação cadastral, a fim de integrar novos grupos ao programa.

A seguir, entenda tudo sobre o Bolsa Família para o RS, quando vão começar os pagamentos, como consultar o benefício e realizar o saque.

Novos beneficiários no Rio Grande do Sul

O MDS já autorizou a aprovação do Bolsa Família para inscritos do Rio Grande do Sul. Ao todo, serão 21 mil novos beneficiários que preenchem os requisitos do programa.

Contudo, os novos integrantes começaram a receber os pagamentos mensais apenas no próximo calendário, previsto para começar no dia 17 de junho.

“O MDS reforça que seguirá identificando outras famílias que cumpram com os critérios para fazer com que ele chegue para mais pessoas“, informa o comunicado.

Antecipação do Bolsa Família para beneficiários do Rio Grande do Sul

Antecipação do Bolsa Família para beneficiários do Rio Grande do Sul
Antecipação do Bolsa Família para beneficiários do Rio Grande do Sul. Imagem: MDS

Este mês, o MDS anunciou a antecipação do Bolsa Família para os beneficiários do Rio Grande do Sul. Assim, milhares de família que moram nos municípios atingidos pelas chuvas receberão o pagamento antes.

Para este grupo, o depósito vai ocorrer no primeiro dia de repasses, ou seja, nesta sexta-feira (17/05). Nesse sentido, todos os beneficiários do estado vão receber as parcelas, independente do final do NIS (Número de Identificação Social).

Quem pode participar do Bolsa Família?

Aqueles que desejam integrar o Bolsa Família e participar das próximas análises do governo para concessão, precisam cumprir as regras do programa:

  • Ter renda mensal de até R$ 218 per capita;
  • Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal para Benefícios Sociais (CadÚnico), com cadastro atualizado nos últimos 2 anos.

Após verificar que se enquadra nas exigências, o responsável familiar deve comparecer no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo, portando os seguintes documentos:

  • CPF ou título de eleitor do responsável pela família;
  • Documentos de identificação de todos os membros da família, como RG, certidão de nascimento ou casamento;
  • Comprovante de residência atualizado, como conta de luz, água ou telefone;
  • Comprovante de renda de todos os membros da família, como contracheque, extrato bancário, ou declaração de imposto de renda.

Por fim, basta aguardar a análise do cadastro e uma nova seleção do governo para inclusão de novos beneficiários.

Qual é o valor do benefício?

O valor do Bolsa Família é diferente para cada grupo beneficiário. Isso porque a parcela a receber depende da composição familiar dos inscritos.

Dessa maneira, confira todos os benefícios que compõem o pagamento do Bolsa Família:

  • R$ 600: valor base, pago para todas as famílias inscritas no programa;
  • R$ 50: bônus para gestantes;
  • R$ 50: bônus para nutrizes (mães que amamentam, até os 6 meses da criança);
  • R$ 150: bônus para crianças com até 6 anos de idade;
  • R$ 50: bônus para crianças e adolescentes que possuem idade entre 7 e 18 anos incompletos;

Nesse sentido, todos os participantes do Bolsa Família receberão o valor base. Porém, os demais bônus são variáveis e cumulativos.

Ou seja, cada família receberá os bônus de acordo com a sua composição, podendo acumular vários acréscimos, desde que contenha membros que sigam as exigências.

Como consultar a aprovação do Bolsa Família e receber os pagamentos?

Os novos beneficiários do Bolsa Família poderão consultar a aprovação do benefício por meio dos canais oficiais do programa:

  • Aplicativo Bolsa Família;
  • Aplicativo CadÚnico;
  • Aplicativo Caixa Tem;
  • WhatsApp, no número 0800 104 0104;
  • Central de Atendimento Caixa, no telefone 111;
  • Atendimento Caixa ao Cidadão, no telefone 0800 726 02 07.

Ao obter aprovação do Bolsa Família, o inscrito recebe o cartão do benefício. Por meio dele, é possível fazer o saque pelos seguintes canais oficiais da Caixa:

  • Caixas eletrônicos;
  • Lotéricas;
  • Correspondentes Caixa Aqui;
  • Terminais de autoatendimento.

Ademais, os beneficiários têm acesso ao aplicativo Caixa Tem. Com ele, além de conseguir consultar o saldo, extrato e outras informações, também é possível movimentar o pagamento.

Dessa forma, o app disponibiliza os serviços de PIX, pagamento de boletos, recarga de celular e várias outras funcionalidades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.