Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa família: 400 mil pessoas estão desassistidas; saiba porque

Pelo menos 423,3 mil pessoas no Brasil estão na fila para receber o Bolsa Família mesmo já tendo comprovado a sua pobreza. Essas pessoas também estariam aguardando para receber o auxílio emergencial. As informações são da Folha de São Paulo

Os dados descobertos também dão conta que 1,2  milhão de pessoas estavam em março na fila para receber o Bolsa Família. Mesmo com a reformulação prometida desde 2019, nada saiu do papel.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já disse em várias ocasiões que estuda a ampliação de beneficiários do Bolsa Família e do valor, mas até agora nada foi feito.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também chegou a dizer que os valores do auxílio emergencial estão sobrando este ano.

Isso porque foram usados R$ 8,9 bilhões por mês, enquanto o valor total disponível era de R$ 11 bilhões. O número de beneficiário previsto foi de  45,6 milhões de famílias, mas apenas 39,1 milhões receberam a primeira parcela em abril. Entenda aqui.

Resposta

O ministério da Cidadania não explicou porque há pessoas que não receberam  nem auxilio emergencial tampouco o Bolsa Família.

Porém, afirmou que deverá tomar atitudes para proteger “famílias em situação de vulnerabilidade, assegurando uma renda mínima para essa parcela da população, ao mesmo tempo em que, com responsabilidade fiscal, respeita-se o limite orçamentário”, disse a Folha de São Paulo.

400 mil famílias

Especialistas dizem que há falhas no controle do dinheiro dedicado ao auxílio emergencial.

“Essas [mais de 400 mil] famílias devem ser atendidas, porque estão empobrecidas e inclusive com dificuldades claras em manter uma alimentação adequada. Deixar essas famílias sem atendimento por nenhum dos dois programas é um ato de desumanidade”, disse a especialista em políticas públicas Letícia Bartholo.

Novo Bolsa Família

A promessa para o Bolsa Família agora deve ficar para setembro, de acordo com últimas declarações do governo. O valor deve girar em torno de R$ 300. Veja outras informações sobre isso aqui.

Mesmo assim, especialistas criticam a legalidade desta alteração neste ano. Entenda aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.