Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial: Caixa não descarta antecipar mais parcelas

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse nesta sexta-feira (16) que a antecipação da data do saque pode acontecer também para as outras parcelas do auxílio emergencial.

A declaração foi dada depois de a Caixa anunciar na quinta-feira que o calendário de liberação para saque da primeira parcela do auxílio emergencial seria alterado.

As novas alterações, porém, depende da análise de toda dinâmica que ainda deve acontecer com os pagamentos das parcelas seguintes. “A partir da avaliação do pagamento deste primeiro ciclo, poderemos também antecipar os pagamentos do ciclo 2, 3 e 4. Mas [vai ser] exatamente como fizemos agora: primeiro publicamos um calendário, vimos como era a dinâmica de pagamentos — tanto pela questão do aplicativo quanto de eventuais filas [nas agências] —, percebemos que estávamos muito bem, aí antecipamos”, afirmou.

A primeira parcela do auxílio emergencial começo a ser paga no último dia 6 para os beneficiários nascidas em janeiro e deve seguir até o dia 30 deste mês.

Atenção: Importante lembrar que o calendário de liberação de saque do auxílio serve apenas para pessoas que não faziam parte do Bolsa Família. Os beneficiários do Bolsa Família que tiverem direito ao auxílio emergencial podem sacar o dinheiro no mesmo dia que ele cair na conta.

Como saber se vou receber? 

É possível consultar se o auxílio emergencial foi liberado para você por meio de três opções. Veja abaixo:

Portal da Dataprev: https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/

Site da Caixa: auxilio.caixa.gov.br

Telefone 111

Qual o valor e número de parcelas do auxílio 2021?

Entre muitas discussões e críticas sobre qual seria o valor e número de parcelas adequadas para o auxílio emergencial o governo começou a pagar o auxílio emergencial este mês.

Ao todo serão quatro parcelas, com valores que podem variar de R$ 150 a R$375. O valor médio é de R$ 250.

Veja abaixo quanto cada família deve receber:

  • Pessoas que moram sozinhas: recebem R$ 150;
  • Famílias com mais de uma pessoa e não dirigidas por uma mulher: recebem R$ 175;
  • Famílias com mães “chefes de família”: recebem R$ 375;

Importante destacar que apenas um integrante por família poderá solicitar o auxílio emergencial. Também não é possível acumular dois benefícios ao mesmo tempo.

Caso tenha cadastro no Bolsa Família e também esteja dentro das regras do auxílio emergencial, você deve receber o benefício com valor mais vantajoso.

1 comentário
  1. Josenilda dos santos silva Diz

    Sera que eu errei em colocar mãe solteira se quando fiz o cadastro eu ja tava separada não no papel mais tava não foi a provada e eu acho que ainda vão mandar eu devor tenho um filho de 16 anos e minha renda 600

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.