Auxílio Brasil: veja quais são os pagamentos de maio

A Caixa Econômica Federal, inicia no dia 18, os pagamentos do Auxílio Brasil referentes ao mês de maio. O pagamento do benefício é feito com base no último Número de Inscrição Social (NIS), e possui valor mínimo de R$ 400. As datas seguem o modelo do antigo Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiado Auxílio Brasil poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos diferentes: o Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o Caixa Tem, que é usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco. Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, 3 milhões foram incluídas.

Além disso, em abril, o Ministério da Cidadania divulgou uma nova instrução normativa a respeito dos procedimentos para identificar as gestantes elegíveis ao Benefício Composição Gestante (BCG), integrante do pacote do Auxílio Brasil.

Calendário de pagamento do Auxílio Brasil

Os pagamentos do Auxílio Brasil tiveram início no dia 17 de novembro, mesmo dia em que o governo liberou a última parcela do Auxílio Emergencial, instituído em razão da pandemia de Covid-19. Em abril, 18,06 milhões de famílias foram atendidas pelo programa, totalizando recursos de R$ 7,4 bilhões. Veja a seguir o calendário de pagamento do Auxílio Brasil referente ao mês de maio:

Final do NIS Data de pagamento
1 18/05/22
2 19/05/22
3 20/05/22
4 23/05/22
5 24/05/22
6 25/05/22
7 26/05/22
8 27/05/22
9 30/05/22
0 31/05/22

Os benefícios são pagos por meio da conta poupança social ou por contas correntes regulares. Contudo, quem for inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) pode abrir, de forma automática, uma conta do tipo poupança social digital para receber o pagamento.

Como pedir o Auxílio ?

O beneficiário pode obter informações sobre o benefício no aplicativo Caixa Tem e no aplicativo Auxílio Brasil podem ser consultadas informações sobre o benefício, como saldo e pagamento de parcelas. O beneficiário também pode ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, para saber se tem direito ao Auxílio Brasil e o valor que será pago.

Além disso, caso o beneficiário já tenha acesso ao Bolsa Família, o Auxílio Brasil será pago automaticamente. Caso este já esteja cadastrado no CadÚnico, mas não recebeu o Bolsa Família, o mesmo vai para a lista de reserva. Agora, se você não está no CadÚnico, é preciso buscar um Cras para registro, sem garantia de receber.

Tem direito ao Auxílio Brasil as famílias em situação de extrema pobreza. Famílias em situação de pobreza também podem receber, desde que tenham, entre seus membros, gestantes ou pessoas com menos de 21 anos. É considerado situação de extrema pobreza as famílias que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105; e as em situação de pobreza renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210.

4.7/5 - (6 votes)
2 Comentários
  1. Renata Pereira Diz

    Boa tarde!!!
    Então recebo meu antigo bolsa família há 17 anos ,este mês de abril cancelaram porque meu esposo e contratado , mas não assinou carteira.
    Há controversas nesses regulamentos do auxílio Brasil porque em vários sites está dizendo que mesmo que tem emprego formal não irá deixar de receber ( claro desde que seja meio salário mínimo para casa componente familiar) meu esposo recebe menos que 1200 reais e eu fui cortada do auxílio.
    Tentando entender até agora ???

  2. Marta Pereira Diz

    Boa tarde! Meu nome é Marta Pereira tenho 53 anos não tenho nenhuma renda com a pandemia estou desimpregada estou numa situação financeira muito difícil, será q eu teria direto em receber o auxílio Brasil!? Aguardando resposta..

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.