Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: 30 milhões vão disputar 2 milhões de vagas no programa

De acordo com as contas do próprio Governo Federal, Auxílio Brasil deve abrir 2 milhões de vagas para 30 milhões de interessados

O plano do Governo Federal é aumentar o tamanho do Auxílio Brasil já a partir do próximo mês de dezembro. O programa que está substituindo o Bolsa Família começou a fazer os seus pagamentos ainda na última semana. Mas neste primeiro momento, apenas os usuários que já estavam recebendo em outubro é que podem pegar o dinheiro.

Veja também: CAIXA: Agências voltam a funcionar normalmente a partir desta terça

A questão é que esse aumento de vagas planejado para acontecer em dezembro não deve ter espaço para todo mundo que precisa. E quem está dizendo isso são os números do próprio Ministério da Cidadania. De acordo com a pasta, cerca de 25 milhões de pessoas ficarão “órfãos” do Auxílio Emergencial este mês.

São beneficiários que não participam de nenhum outro programa e que ficaram sem nada agora em novembro. Além deles, há também uma massa da população que não estava recebendo nem o Auxílio Emergencial e nem o Bolsa Família. Estima-se que estejamos falando de aqui de algo em torno de 30 milhões de pessoas, quando se junta esses grupos.

Esse é o número de cidadãos que estão esperando pela oportunidade de entrar no novo benefício. Só que, de acordo com o próprio Ministério da Cidadania, o Governo deve abrir apenas cerca de 2,4 milhões de novas vagas em dezembro. Então apenas uma parcela dos necessitados conseguirão entrar no projeto.

Toda essa situação está tirando o sono de muita gente neste momento. É que se sabe que perder auxílios do governo agora é algo que pode complicar a vida de muitos brasileiros. Principalmente quando se sabe que há um grande aumento da inflação que está elevando o custo de vida no país.

Depende dos precatórios

Mas tudo isso ainda depende da aprovação da PEC dos Precatórios. Para quem não está por dentro, esse é o texto que ainda está em tramitação no Congresso Nacional e promete permitir o parcelamento de dívidas o Planalto em 2022.

De acordo com o Ministério da Economia, se esse texto passar, então o Governo Federal passaria a ter mais espaço dentro do teto de gastos justamente para aumentar o valor do Auxílio Brasil neste momento.

Caso essa PEC dos Precatórios não seja aprovada, então o Governo Federal não teria que como aumentar o Auxílio Brasil neste momento. Neste cenário, eles não teriam como oferecer nem mesmo essas novas 2,4 milhões de vagas em dezembro.

Possibilidade de aumento do Auxílio

Existe a possibilidade de que o Governo aumente a quantidade de vagas ofertadas para o final deste ano no Auxílio Brasil. E quem está discutindo esta ideia são alguns senadores do partido Podemos.

Por lá, a ideia é retirar completamente a PEC dos Precatórios do teto de gastos. Nesse cenário, o Governo poderia pagar essas dívidas com créditos extraordinários. E aí sobraria mais espaço para o Auxílio Brasil.

Na prática, isso poderia significar o aumento de mais 3 milhões de vagas. Então passariam a ser 30 milhões de brasileiros disputando 5 milhões de vagas já neste mês de dezembro. Mas tudo isso ainda está no campo das possibilidades.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.