Atualize o app do CadÚnico DESTA FORMA para não sofrer BLOQUEIOS

É imprescindível manter todas as informações atualizadas

Há algum tempo está disponível uma versão recente do aplicativo CadÚnico. Ele passou por uma modernização que trouxe uma funcionalidade de suma importância para os beneficiários, portanto, não há com o que se preocupar. Agora será possível verificar os valores recebidos por todos os segurados do núcleo familiar. Isso proporcionará o conhecimento da renda per capita global do grupo.

Essa modernização objetiva o fornecimento de dados mais transparentes e minuciosos sobre a renda aos beneficiários do CadÚnico. Com isso, simplifica o cumprimento das exigências estipuladas pelos benefícios sociais do governo. Entretanto, é crucial enfatizar que a atualização somente é aplicada nas informações de renda.

Como ficou a atualização do app do CadÚnico

Os critérios adicionais para a obtenção dos programas sociais, como o Bolsa Família, ainda deverão ser efetuados pessoalmente no CRAS. Por exemplo, se o segurado alterou de endereço, a modernização não é realizada pelo aplicativo.

A modernização também trouxe uma modificação relevante. O Benefício de Prestação Continuada/Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/LOAS) é considerado uma parcela da renda familiar. Anteriormente, essa prestação não era computada no cálculo da renda per capita. Ademais, para desfrutar da funcionalidade, os usuários necessitam atualizar o aplicativo em seus dispositivos móveis.

Objetivo da atualização

A atualização do aplicativo proporciona maior transparência e acesso descomplicado às informações sobre os programas sociais. Ao permitir que os beneficiários consultem os montantes recebidos pela família, eles obterão uma percepção mais clara de sua renda total. Isso auxilia no planejamento financeiro e na comprovação de renda exigida pelos programas sociais.

É importante salientar que o aplicativo não substitui o atendimento pessoal nos órgãos competentes. Mudanças de endereço e outras atualizações cadastrais ainda requerem a presença no CRAS para garantir a regularidade do cadastro.

Com a modernização, o governo reafirma seu compromisso em aprimorar a transparência e eficiência dos programas sociais. A funcionalidade contribui para uma gestão mais eficaz, direcionando melhor os recursos e promovendo a inclusão social.

Para obter mais informações sobre a modernização do aplicativo e o acesso aos programas sociais, é simples. Basta que os beneficiários contatem o órgão responsável pela assistência social em sua localidade.

Atualize o app do CadÚnico DESTA FORMA para não sofrer BLOQUEIOS
É imprescindível manter todas as informações atualizadas – Imagem: Divulgação

Comunicado do Governo Federal deixa brasileiros em alerta

O governo do Brasil emitiu um comunicado de extrema importância para os cidadãos que possuem registro ativo no Cadastro Único e são beneficiários do Bolsa Família. Essa medida tem como objetivo fornecer informações essenciais sobre os procedimentos e atualizações relacionadas ao programa. A finalidade é de assegurar que os beneficiários estejam devidamente informados sobre seus direitos e quaisquer alterações que possam ocorrer.

O CadÚnico desempenha um papel crucial ao identificar e cadastrar as famílias de baixa renda em todo o país. Através desse registro, é possível obter dados socioeconômicos e demográficos das famílias, permitindo sua inclusão em diversos programas sociais, incluindo o Bolsa Família.

Por sua vez, o Bolsa Família é um programa de transferência de recursos financeiros. O benefício busca combater a desigualdade social e promover a inclusão das famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Através do repasse mensal de recursos financeiros, o programa procura fornecer apoio financeiro às famílias cadastradas, seguindo critérios estabelecidos pelo governo.

Busca ativa no CadÚnico

O governo de vários estados ainda esperam a realização de uma busca ativa no CadÚnico como uma medida de combate à carência alimentar. O Cadastro Único é uma ferramenta de registros que permite que as pessoas tenham acesso aos programas de apoio social.

Dessa forma, incentivar a busca ativa é como “reparação de danos”. Para se ter uma ideia, em janeiro deste ano, cerca de 94 milhões de pessoas estavam registradas no CadÚnico. Essas pessoas eram as que, por diversos motivos, encontram-se em situação de pobreza, o que representa um desafio enorme para o estado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.