Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Apple, Google e Facebook se posicionam no Mês do Orgulho LGBTQIA+

MÊS DO ORGULHO 2
Imagem: Reprodução.

Os maiores nomes da tecnologia se posicionaram no  Mês do Orgulho LGBTQIA+ e anunciaram no início desta semana que serão realizadas ações em relação à comunidade LGBTQIA+, afinal, o mês de junho é conhecido como Pride Month, representando a luta dos direitos e pelo respeito de pessoas com sexualidades diferentes da heterossexualidade.

Google

 O Google fez o seu anúncio que será uma doação de 4 milhões de dólares, cerca de 20 milhões de reais, para o apoio de comunidades LGBTQIA+ no mundo. Além disso, a empresa também anunciou a criação do Fundo Emergencial Global LGBTIQA+ contra a Covid-19. Esta ação vai doar 2 milhões de dólares para a OutRight Action International que ajuda a combater violações de direitos da comunidade.

A Casa das Pretas é uma das organizações que recebe ajuda aqui no Brasil. A instituição desenvolve ações interseccionais entre gênero, raça e pobreza.

O Google Fotos permitirá personalizar e editar o nome das memórias, para pessoas trans que se sentem ofendidas ou magoadas ao lembrar de determinadas memórias. O Maps mostrará se o estabelecimento conta com banheiros de gêneros neutros ou se o local é seguro para pessoas trans.

Facebook

O Facebook anunciou que fez parcerias com ONGs na Europa, Oriente Médio e África. A ideia é compartilhar recursos para informar e oferecer atendimentos para melhorar a saúde mental e o bem-estar de pessoas LGBTQIA+ nas redes sociais.

Na América Latina serão oferecidos conteúdos educativos para ajudar a acelerar o crescimento de negócios comandados por pessoas LGBTQIA+.

No Facebook e Instagram, desde ontem (1º), já estão disponíveis avatares temáticos, planos de fundo e figurinhas. As artes que podem ser utilizadas em Story foram desenhadas por ilustradores LGBTQIA+ do mundo inteiro.

Apple

A Apple vem realizando uma ação para lembrar o Mês do Orgulho LGBTQIA+ no Apple Music. Conteúdos especiais que focam na equidade e resiliência serão disponibilizados aos domingos.

Pride Talks são vídeos curtos originais que incluem conversas com Rob Halford, Ben Platt, MNEK e mais. Playlists especiais terão curadoria de artistas que apoiam a comunidade.

Em maio a Apple lançou novas pulseiras com as cores do arco íris que também são cores da bandeira da comunidade LGBTQIA+ para o Apple Watch.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.