ALERTA! SAIU A PREVISÃO DO TEMPO para os próximos 10 dias

Saiba como ficará o clima ao longo da semana

A tendência de chuva para os próximos dez dias no Brasil mostra um aumento significativo da área de precipitação em comparação com as últimas semanas. A previsão do tempo diz que a chuva será observada em um número maior de regiões do território nacional.

Entre as áreas mais atingidas estão as do Brasil Central, que não tiveram registro de chuva por vários meses. Segundo a previsão do tempo, o aumento da chuva é resultado da influência de frentes frias que conseguem avançar mais para o Norte devido à associação com ciclones nas latitudes médias da América do Sul.

Previsão do tempo mostra onde se darão os maiores volumes de chuva

Os maiores volumes de chuva estão previstos principalmente nas áreas do Sul do Brasil, onde pelo menos duas frentes frias atuarão daqui em diante. A Região Norte já saiu do período mais chuvoso do ano, conhecido como inverno amazônico. Este ocorre de dezembro a meados de maio.

O período é caracterizado por uma maior concentração das chuvas, representando de 60% a 70% da precipitação anual. Parte da região está entrando em um período de seca devido ao fenômeno El Niño.

Com essa transição, os volumes de chuva diminuem na maior parte do Norte do Brasil, embora não desapareçam por completo. Os acumulados mais significativos tendem a se concentrar no Norte do Amazonas e em Roraima, enquanto outras áreas da região experimentam uma redução acentuada na precipitação.

ALERTA! SAIU A PREVISÃO DO TEMPO para os próximos 10 dias
Saiba como ficará o clima ao longo da semana – Imagem: Canva

Chuvas para as regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste

Na Região Nordeste, a chuva será mais escassa nas áreas interiores, como no Agreste, e tende a se concentrar nas áreas costeiras e na zona da Mata, que é típico desta época do ano. As chuvas costeiras devem ser mais intensas entre os litorais da Bahia e do Rio Grande do Norte. No geral, a maioria das áreas do Nordeste receberá pouca chuva nos próximos dez dias.

Nos próximos dez dias, um dos principais destaques será a região Centro-Oeste do Brasil. Espera-se o retorno da chuva em muitas áreas que não receberam precipitação por vários meses, incluindo locais que estão enfrentando a estação seca. Chover na segunda metade de agosto em várias partes do Centro-Oeste é notável, especialmente porque esse período marca o auge da estação seca na região.

As chuvas na região Centro-Oeste estão previstas entre os dias 18 e 21, devido ao avanço de uma frente fria associada a um ciclone intenso a leste do Rio da Prata. A expectativa é que ocorram precipitações em muitas áreas do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e do Centro-Sul de Goiás. Não se descarta a possibilidade de chuvas isoladas no Distrito Federal.

No Sudeste do Brasil, a maior parte da região também receberá chuva nos próximos dez dias, exceto em áreas mais ao noroeste de Minas Gerais. A precipitação será favorecida pela mesma frente fria que causará chuvas amplas na região entre os dias 18 e 21. Isso pode resultar em chuvas mesmo em locais normalmente secos nesta época, como o norte de São Paulo e o Triângulo Mineiro.

Previsão do tempo mostra instabilidade no Sul

Na Região Sul, a tendência é que ocorram os maiores acumulados de precipitação do Brasil nos próximos dez dias. Duas frentes frias influenciarão a região no período. A primeira, entre sexta e sábado, e uma segunda na próxima semana. Ambas estarão associadas a ciclones a leste do Rio da Prata e da Argentina, sendo o primeiro sistema mais intenso.

O segundo episódio de instabilidade na Região Sul ocorrerá entre os dias 22 e 23 de agosto, novamente com chuvas generalizadas e a possibilidade de chuvas fortes isoladas e risco de temporais, assim como ocorreu no primeiro evento.

Muitas áreas do Sul do Brasil podem esperar chuvas entre 50 mm e 75 mm nos próximos dez dias. Contudo, em algumas regiões, os acumulados podem chegar perto ou até mesmo ultrapassar 100 mm. Esperam-se chuvas mais volumosas, especialmente no Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.