ALERTA: 1.500 cadastros do Bolsa Família podem ser CORTADOS nesta cidade; entenda o motivo!

ALERTA: 1.500 cadastros do Bolsa Família podem ser CORTADOS nesta cidade; entenda o motivo!

Uma notícia divulgada recentemente deixou claro que 1.500 cadastros do Bolsa Família podem ser cortados em Maceió, e é muito importante que os beneficiários fiquem atento a isso para não perderem o benefício.

Para entender melhor o que está acontecendo e até mesmo prevenir que a sua família perca o cadastro, acompanhe este texto e tire as suas dúvidas!

Alerta: 1.500 cadastros do Bolsa Família podem ser cortados em Maceió

Os 1.500 cadastros do Bolsa Família que podem ser cortados são de beneficiários que não movimentaram o dinheiro na conta nos últimos tempos. É importante termos em mente que os beneficiários do programa Bolsa Família têm 120 dias para fazer a movimentação do dinheiro que é recebido dentro do programa.

Se essa movimentação não acontecer nesse período, entende-se que não há necessidade de se continuar com o cadastro ativo, fazendo com que o Bolsa Família seja cortado desses beneficiários.

Sendo assim, se você mora em Maceió e ainda não fez o saque do seu Bolsa Família do último mês, considere fazer isso para não correr o risco de perder o benefício. É muito importante que você guarde esse dinheiro em outra conta, caso queira deixar uma parte separada para uma poupança, mas não na conta de recebimento do benefício, pois pode dar a entender que a sua família não está mais usufruindo do programa.

ALERTA: 1.500 cadastros do Bolsa Família podem ser CORTADOS nesta cidade
ALERTA: 1.500 cadastros do Bolsa Família podem ser CORTADOS nesta cidade. Foto: Canva.

O que fazer para não ser cortado do Bolsa Família?

Agora que você já compreendeu que os 1.500 cadastros do Bolsa Família que podem ser cortados por falta de movimentação na conta, vejamos os principais aspectos que podem fazer uma pessoa perder o cadastro:

  • Seguir todas as regras do programa, inclusive com relação à educação dos filhos e à saúde de todos os membros da família, mantendo a frequência escolar e a vacinação, por exemplo;
  • Estar dentro dos requisitos de renda per capita, não ultrapassando o limite de R$ 218 mensais;
  • Não camuflar ou omitir informações importantes no cadastro do CadÚnico, como, por exemplo, número de membros, renda real da família, e assim por diante;
  • Manter os dados sempre atualizados, atentando-se às convocações que podem ter no seu município e estado, mas também se atentando à atualização que deve acontecer a cada 24 meses, no máximo;
  • Sacar o dinheiro recebido no programa, sem deixar saldo “guardado” para “juntar” por um tempo, pois isso pode dar a entender que você e sua família não precisam mais dos pagamentos do Bolsa Família e, consequentemente, há um corte nas transferências mensais.

Inclusive, com relação a esse último ponto, foi exatamente isso que vimos sobre os 1.500 cadastros do Bolsa Família que podem ser cancelados na cidade de Maceió. Isso porque, os beneficiários estão deixando o tempo passar, ao invés de sacar o valor, o que tem feito com que esses cadastros fossem cancelados.

Por isso, fique atento a esses aspectos para garantir que a sua família continue recebendo o benefício mensalmente, sem problemas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.