Petrobras ELEVA preço do Diesel; Veja histórico de reajustes em 2023

Os motoristas do país receberam uma péssima notícia nesta quinta-feira (19). A Petrobras anunciou uma alta de 6,6% no preço do litro do diesel A comercializado às distribuidoras do país.

Com isso, o litro do diesel passará a ser vendido por R$ 4,05 às distribuidoras. Anteriormente, o preço do combustível era de R$ 3,80, ou seja, houve uma elevação de 25 centavos por litro no valor do diesel.

O novo preço do diesel passa a valer em todo o país a partir do próximo sábado (21). Isso quer dizer que os motoristas podem correr para os postos de combustíveis para aproveitarem valores ainda sem reajustes nesta sexta-feira (20). Resta torcer para que os postos de combustíveis não elevem os preços nas bombas antes mesmo de o reajuste da Petrobras entrar em vigor no país.

A estratégia comercial que adotamos na Petrobras nesta gestão tem se mostrado bem-sucedida, sobretudo no sentido de tornar a Petrobras competitiva no mercado e ao mesmo evitar o repasse de volatidade para o consumidor“, disse Jean Paul Prates, presidente da Petrobras.

Veja o histórico de reajustes do diesel em 2023

A saber, essa é a segunda elevação consecutiva no valor do diesel, para tristeza dos motoristas do país. Antes destes reajustes, a Petrobras chegou a reduzir por nove vezes consecutivas os valores do diesel, animando os consumidores que utilizam o combustível.

Confira abaixo os últimos reajustes promovidos pela Petrobras em relação ao diesel comercializado para as distribuidoras do país:

Reajustes da Petrobras (DIESEL)
5 de agosto de 2022 Preço caiu de R$ 5,61 para R$ 5,41
12 de agosto de 2022 Preço caiu de R$ 5,41 para R$ 5,19
20 de setembro de 2022 Preço caiu de R$ 5,19 para R$ 4,89
7 de dezembro de 2022 Preço caiu de R$ 4,89 para R$ 4,50
8 de fevereiro de 2023 Preço caiu de R$ 4,50 para R$ 4,10
1 de março de 2023 Preço caiu de R$ 4,10 para R$ 4,02
23 de março de 2023 Preço caiu de R$ 4,02 para R$ 3,84
29 de abril de 2023 Preço caiu de R$ 3,84 para R$ 3,46
17 de abril de 2023 Preço caiu de R$ 3,46 para R$ 3,02
16 de agosto de 2023 Preço subiu de R$ 3,02 para R$ 3,80
21 de outubro de 2023 Preço vai subir de R$ 3,80 para R$ 4,05

Em resumo, a Petrobras reduziu em 44,2% o valor do diesel vendido para as distribuidoras entre agosto de 2022 e maio de 2023. Em valores absolutos, a queda foi de R$ 2,39, ou seja, os dois últimos avanços, que somaram R$ 1,03, eliminaram apenas uma parte das reduções realizadas anteriormente.

Ao considerar o resultado de 2023, o diesel também está mais barato para os motoristas do Brasil. Isso porque, no final do ano passado, o litro do combustível estava custando R$ 4,50, superando em 45 centavos o valor que o diesel passará a ter a partir do próximo sábado (21).

Consumidores pagam mais caro pelo diesel

Vale destacar que os preços nos postos de combustíveis são bem mais altos que os das distribuidoras. Isso acontece porque há outras variáveis que impactam os valores dos combustíveis, como impostos, taxas, margem de lucro e custo com a mão de obra.

Em suma, a Petrobras esclarece que, “considerando a mistura obrigatória de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será, em média, R$ 3,56 a cada litro vendido na bomba”.

De acordo com um levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel custou R$ 6,19 na semana passada, valor bem superior aos preços praticados pela Petrobras. Isso mostra o quanto os motoristas precisam pagar mais caro pelos combustíveis.

Motoristas pagam mais caro pelo diesel comercializado nas bombas do país
Motoristas pagam mais caro pelo diesel comercializado nas bombas do país. (Imagem: Agência Brasil).

Por que a Petrobras aumentou o preço do diesel?

Nesta semana, o presidente da Petrobras disse à imprensa que o envolvimento de países, como Egito e Irã, nos conflitos entre Israel e o grupo extremista islâmico Hamas poderá ser algo bem ruim para o Brasil.

Segundo Prates, o preço do petróleo já está bastante elevado por causa da guerra. Na quarta-feira (18), a cotação do petróleo Brent, que é referência mundial, chegou a US$ 93, valor 10% ao preço registrado antes do início dos conflitos. A situação fica ainda mais complicada para o Brasil, que já está com os combustíveis bem caros.

Teve a reoneração [dos combustíveis] no Brasil, no caso do governo Bolsonaro, que usou a medida mais simplista, que foi o corte de imposto. Isso acabou levando pra esse governo mais uma carga [tributária]. A gente já está administrando a crise anterior e agora essa“, disse Prates.

O preço subiu [mais] com esse espasmo da questão de Israel. Isso deu-se durante dois ou três dias, depois voltou à estrutura de antes, mas ainda é estrutura de preço alto“, acrescentou.

Em meio a tudo isso, a Petrobras voltou a elevar os preços do diesel no país. Os motoristas que utilizam o combustível terão que gastar um pouco mais para abastecer o tanque de seus veículos.

 

 

Comentários estão fechados.