Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Paulo Guedes: Servidor será avaliado por cidadãos para ter estabilidade

O objetivo da nova medida é que a estabilidade no cargo público só seja concedida se os cidadãos avaliarem positivamente os serviços do servidor.

Na última segunda-feira, 09 de dezembro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, revelou que para conseguir estabilidade os servidores públicos federais podem ter que passar por uma avaliação de desempenho pela população. A proposta deve integrar a Reforma Administrativa.

O objetivo da nova medida é que a estabilidade no cargo público só seja concedida se os cidadãos avaliarem positivamente os serviços do servidor.

O governo havia informado que seria proposto um novo sistema de filtragem para as carreiras estatutárias. Segundo a equipe econômica, serão definidos prazos distintos para que cada cargo fique com estabilidade.

Os aprovados em concursos, conforme informou o governo, devem passar por “filtros de meritocracia”, em que Guedes adicionou mais um fator. Segundo ele,  será preciso analisar se o servidor realmente faz um bom atendimento à população.

“Assim que ele acabou de fazer um serviço, pode ser para tirar uma carteira de identidade, de motorista ou ser atendido para tirar dúvidas a respeito de sua aposentadoria, quando a pessoa sai, ela aperta um dos três botões: o verde, bem atendido, o amarelo, serviço normal, ou o vermelho, pessimamente atendido”, disse o ministro. As informações são da Folha de São Paulo.

Caso haja avaliação positiva pelos cidadãos e um retorno favorável dos chefes e funcionários experientes, o servidor terá a estabilidade concedida.

Essa mudança, na opinião de Paulo Guedes, acabará com a “imagem negativa” do serviço público. “Tem que passar nessa peneira, tem que ser avaliado para não ficar com essa imagem que o serviço público fica, de que o cara não quer nada porque tem estabilidade no emprego, tem um salário muito alto, está garantido na aposentadoria, não está nem aí, maltrata a gente. A reclamação da opinião pública é essa”, explicou o ministro, diante de servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Estabilidade após dez anos

O governo federal planeja ampliar, para dez anos, o tempo mínimo de trabalho que um servidor público precisa ter no cargo para garantir a estabilidade de emprego. Atualmente, o candidato aprovado em concurso público tem de passar por um estágio probatório de três anos. A regra só seria válida para novos concursados.

O Servidor entraria no serviço público para trabalhar três anos antes de garantir a vaga. Nesse período, ele seria avaliado. O funcionário com bom desempenho seria efetivado, mas ainda assim, não terá garantida a estabilidade. Só depois de período maior – a discussão é que este prazo seja de dez anos – ele ganhará o direito de não ser demitido. A única exceção seria o corte por justa causa.

O governo busca uma economia nas medidas, uma vez que despesas com pessoal e encargos são a segunda maior do governo e só perdem para os gastos com Previdência.  As estimativas do governo apontam gastos de R$ 319 bilhões em 2019 para custear os salários do funcionalismo público.

O texto vai seguir para Câmara dos Deputados e Senado Federal. Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa já analisou projetos semelhantes sobre o tema. Com isso, para que a tramitação seja mais rápida, o novo texto deve ser anexado a uma outra proposta semelhante.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

58 Comentários
  1. Felipe Diz

    Seu Paulinho esta idéia é excelente para o Legislativo e o Judiciário!! Se o povo der nota 3 para os ministros do supremo eles ficam com estabilidade. Se os juízes ganharem nota acima de 2 eles também merecem….Genial esta idéia. Os políticos se tiverem nota acima de 2 eles também são aprovados. Kkkk

  2. Mario Diz

    Vai ser maravilhoso pedir para o cidadão que for preso, ter o carro rebocado ou levar uma multa fiscal avaliar o serviço… Estão de sacanagem!

  3. Pedrão Diz

    Sugiro aos concurseiros bolsomínions que façam “arminha”, pra talvez serem poupados dessas sandices.

  4. Leandro Diz

    Essa ferramenta é perfeita para avaliar os políticos, se os cidadãos que votam para por eles lá, porque pra tirar, o voto é entre os próprios políticos??

  5. Leandro Diz

    Esse governo vem com essa conversinha só pra enganar, porque dessa forma através dos chefes conseguem manipular quem fica no cargo, quem não apoia o governo dão um jeito de tirar fora, governo ditador fica falando de democracia.

  6. Edson Diz

    Será que ele acha que atender ao público é fácil? Nosso país é de terceiro mundo e pessoas pouco instruídas que não aceitam a burocracia que os próprios que comandam o governo criam e sobra para o atendente. Primeiro ele deveria passar a trabalhar no atendimento ao público por uns 6 meses, para depois vir com essas propostas sem noção.

  7. George Maia Diz

    Iniciativa privada é uma merda.
    Desde o pedreiro que enrola no serviço pra permanecer mais dias recebendo, o mecânico que te engana e faz você comprar peças a mais sem necessidade, o dono da padaria que te vende pãeszinhos abaixo do peso permitido.
    A iniciativa privada é vil. Só quem ganha de verdade são os patrões, sempre ricos e poderosos, ostentando carros de luxo e viagens no exterior.
    A iniciativa privada é injusta. Paga salário mínimo, trata os seus empregados como palhaços, meros servos no velho estilo ‘pau pra toda obra’.
    A iniciativa privada te vende alimentos contaminados por agrotóxicos, comida contaminada por coliformes fecais, leite com água oxigenada, produtos com pesos adulterados. Seu lema é unicamente levar vantagem.
    A iniciativa privada te cobra ágio, caso você exija um recibo.
    É sonegadora contumaz.
    Presta péssimo atendimento, muitas vezes grosseiro e zombeteiro.
    Cartórios, bancos, pedágios são verdadeiras fábricas de dinheiro.
    Planos de saúde facilitam a tua morte com exigências descabidas e proibições insanas.
    Operadoras de TV por assinatura prestam um péssimo serviço por preços absurdos.
    Montadoras de veículos te vendem carroças modernas por preços exorbitantes. És enganado constantemente nas chamadas revisões, meros serviços de apertar parafusos por preços estratosféricos.
    Iniciativa privada cruel, até na hora do sepultamento divide os seres humanos em castas: nos túmulos e jazigos os ricos, nas covas razas os pobres.
    Te enganam o tempo todo, todos os dias do ano, do nascimento à morte.

  8. Jair Diz

    Sou funcionário público e concordo plenamente. Tem servidor que nao sabe o que faz ou nao sabe fazer nada, chegam a assumir chefias de órgãos apenas com puxando saco e tem os que abusam do poder.

  9. Maria Diz

    O povo tem que ter vergonha e parar de votar o brasil tem como ir para frente se tirar esse povo de lá de dentro temos que fazer uma reforma para corta com o salário deles os gasto e a malas cheia de dinheiros

  10. Cícero R L Castelluccio Diz

    Militares também serão avaliados? As vítimas dos soldados do exército (fuziladas no RJ) não terão chance de avaliar o trabalho dos “servidores” que as assassinaram: uma pena!

  11. Fabio Diz

    Políticos sim tem o rei na barriga,fazem o que querem com a população e não podem ser fiscalizados de verdade,pois tendem a uma reformula administrativa e por que não uma reforma política.Reforma política já nesse país.

  12. Mônica Diz

    Concordo, porém,nossos representantes do executivo,legislativo e judiciário, também deverá passar pela mesma avaliação,ok.
    Justiça para todos.

  13. Roberro Diz

    Há muitos servidores que não tem contato com o público. Como será avaliado pela população?

  14. Paulo Diz

    Se ao termino da reportagem tivesse os 3 botões para o Guedes com certeza eu apertaria o vermelho esse cara é a cara da mentira, não votarei mais no Bolsonaro por causa desse banqueiro.

    1. Luiz Diz

      kkkkkk está em site de concurseiro e votou no Bozonaro? Como diria Joel Santana: tá de brinqueichon uit mi. Olha, eu fui aprovado em um concurso há dez anos. Sabe quem era o presidente do Brasil? Bota ele lá de novo que vai ter vaga pra vc tá.

  15. Anonimouus Diz

    TÉCNICO DO INSS: seu benefício foi cancelado por motivos X, Y e Z.
    CIDADÃO REVOLTADO AVALIANDO O SERVIDOR: nota ZERO!

    Guedes, tuas propostas são uma piada; o teu desgoverno com o do bozoloide vai passar, energumenooooossss!

  16. Renieri Diz

    É o caminho, em pleno século 21 com toda tecnologia existente há meios pra se avaliar o servidor público, apos o seu atendimento em qualquer área pública, o computador existe pra isso, é so criar sistemas de avaliações e integrar.

  17. Fabio Diz

    Tinha que deixar o povo avaliar o candidatos eleitos, principalmente aqueles q se elegem somente com mentiras, aí quando assumem fazem exatamente ao contrário do que dizia na campanha, como nosso governador do RS e o prefeito de Porto Alegre, e aí como fica nesse caso??

  18. [email protected] Diz

    Os servidores concursados dão prova de sua competência porém são perseguidos e postos como improdutivos e oneradores da folha salarial pública, com o único objetivo político de tirar o foco dos altos salários de políticos e servidores comissionados e não concursados que não precisam dar prova de sua competência, tem salários altíssimos e estão inclusos nesta mesma folha, sendo eles os reais oneradores dos cofres públicos. O objetivo é tirar o foco do povo para que não percebam que o que precisa mudar é essa previsão de “cargo de livre nomeação e posse” , com salário que o chefe do executivo desejar. Acorda Brasil! O cargo em comissão foi criado apenas para comer. A fórmula matemática é: menos estabilizados = servidor não corrupto na rua e para o lugar dele mais um comissionado. Assim é mais fácil para manter o voto de cabresto, o toma lá da cá, e de quebra se livrar da lei de responsabilidade fiscal.

    1. Luiz Diz

      Sou concursado e vejo a qualificação, comprometimento e qualidade do trabalho do meus colegas concursados. É muito boa, na grande maioria dos casos. Tem poucos que não querem nada. Já os cargos de confiança, fazem só o que mandam. Se não fossem os concursados, que podem falar não para as atrocidades propostas pelos políticos, a sociedade estaria bem mais ferrada. Falo de cadeira.

  19. Ana Diz

    Imagina um Auditor Fiscal que encontrou um erro de milhões… a empresa que ele está autuando oferece um dinheiro (mais de um milhão) para ele não falar nada e ele não aceita. Denuncia a empresa e a empresa avalia o cara negativamente… kkk
    Brasil, o país está realmente na mão de pessoas sem noção do que estão fazendo!

    1. JOAO MENDES Diz

      Perfeito!!!

    2. J. Pereira Diz

      Fonte: Folha. PQP. Quem pode ir direto à fonte e vai à Folha, não merece crédito.

    3. Joilson silva Diz

      Faltou sua interpretação aí Ana, um Auditor não exerce atendimento ao público ele exerce o poder de polícia para aplicar uma penalidade, obviamente que a ele esse critério não se aplica, bem como Policiais em operação policial, imagina se for para o bandido avaliar o atendimento do policial que o prendeu. Sem lógica!

    4. Cristóvão Diz

      Perfeito o teu comentário, deveria haver essa avaliação para esses parasitas políticos.

    5. IGOR SILVA Cruz Diz

      Concordo plenamente. Muitos casos desses irão acontecer. Trabalho em órgão público e dentro da Lei. Muitas pessoas querem burlar a lei para se darem bem. E dizem que estamos travando o andamento do processo. Com certeza este tipo de pessoa irão negativar funcionários exemplares por não atender a seus anseios.

    6. Valdir Diz

      Bem feito votaram no Bolsonaro.agora toma o troco

    7. Rogerio Diz

      Exato! Esse Guedes e o Bozo sao loucos.

  20. Victor Diz

    Como não corrigir a inflação no salario mínimo q dizem q não tem dinheiro e aprovam 3bilhoes pra políticos canalha.se quer se eleger se banquem…E temos que avaliar o trabalho dos políticos sim .se prometeu e não compriu .fora .só assim pra melhorar

    1. Anderson Diz

      Quem sabe a temperatura da panela é a colher que mexe. Ficar atrás de uma mesa e ficar inventando moda é fácil, quero ver atender o público cada um com um humor diferente, problema diferente. Não é fácil.

    2. Ângela Guedes Diz

      Me poupe desse comunista. Acabou com a previdência no Chile agora tá aí salvando o Brasil

  21. Victor Diz

    Só acho assim como fazem corte no orçamento na saude segurança educação e dobram o valor do fundo eleitoral pra 3bilhoes .E dinheiro do povo nosso .se um candidato quer se eleger que se banque …o povo tem q ir nessa ideia do Guedes. E fazer assim na metade do mandato se o candidato não cumprir pelo menos a metade das promessas .foraaaaa….só assim tiramos esses câncer da política…meu canal ta com 7 milhões q apoiam

    1. RAFAEL SOARES Diz

      Vc é burro heim. Ele tá falando de avaliar os servidores públicos e não os políticos.

  22. JULIO ARAUJO GOMES Diz

    Falta de estrutura técnica e física , chefes despreparados, muitas vezes com baixíssimo grau de escolaridade e assédio moral, precisa -se ver o outro lado, precisa melhorar sim o atendimento, mas só quem trabalha no serviço público é que sabe que o agente político utiliza o servidor como bode expiatório para sua incompetência e desinteressante em ajudar realmente a população.

    1. Alexei Dimitri Diniz Campos Diz

      Olha esse negócio de se preocupar “com a qualidade do serviço” vai ser uma faca de 2 gumes
      Ninguém vai querer avaliação negativa então o cara vai enrolar e ficar conversando para tentar aumentar a nota, mas aí o que acontece? Simples a produtividade cai, já vi um monte de vagabundo preocupado mais com o próprio umbigo do que com a equipe que fica sobrecarregada por causa do malandro.
      Na prática vai ter meia dúzia de funcionário estável e o resto vai ser tudo quarteirizado prestando serviço porco

  23. Alexandre Romano Diz

    O político que não cumprir com suas promessas tem que ser exonerado também…

    1. Mari Diz

      Então né… políticos…. tem q ser avaliados pela população tb😠😠

  24. indignado Diz

    Que ótimo ministro os primeiros a perderem a estabilidade serão os peritos do INSS,pois são péssimos no atendimento e quase sempre estão errados ja que a justiça muda as decisões deles.

  25. Markus Diz

    Cadê o botão vermelho pro Guedes?

  26. Natália Diz

    Um população que não sabe nem votar ?! Kkkk.
    Ridículo.

  27. Marcelo Diz

    Coitado, totalmente sem noção.Imagina pra ministrar a economia do Brasil.

  28. Antônio Gonçalves de Rezende Diz

    Paulo Guedes pode até entender de economia mas serviço público ele demonstra total desconhecimento . O cidadão avalia o servidor de acordo com o resultado do serviço que ele utiliza. O mesmo servidor pode ser endeusado por um cidadão e demonizado por outro no mesmo dia. Basta um ter sua solicitação atendida e o outro não.

    1. Roger Diz

      Exatamente assim, trabalho em um banco estatal. Somos avaliados pelos clientes, minha agencia no geral sempre atende dentro dos 20 minutos no caixa. Atendimento cortez etc. Mas as vezes clientes desejam fazer alguma transacao. Tipo sacar 15000,00 sem ter provisionado e a gente explica as regras do banco etc o cliente quando cai a mensagem para avaliar o atendimento do funcionario e da nota ruim, pois para ele pouco importa o atendimento cortez do empregado publico. Importa que ele nao conseguiu o que queria nam hora.

  29. Wallisson Diz

    # o povo avaliar os funcionários públicos é fácil. Quero ver é voces deixarem o povo dar a opinião sobre as decisões e medidas que vcs aprovam a todo momento. Como por exemplo fundo partidário, privatização em massa, exportação da carne bovina sem levar em consideração o aumento substancial dentro do país da mesma , aumentos em gerais de tudo que se diz consumo : gasolina, alimentos ,energia, gás… , aumento salarial dos deputados , senadores e outros enquanto o salário mínimo não sai do lugar . # Eu tenho uma proposta a mudança: porq não se começa uma reforma de cima para baixo aonde o salário dos legisladores políticos escolhidos pelo povo seja baseado no aumento do salário mínimo, e que toda a decisão que venha a beneficiar a eles mesmo tem que ser através de plebiscito, cortar metade do número de deputados por estado , acabar com o cargo de vice em geral, diminuir o número de vereadores das cidades. E estabelecer metas mensais a serem atingidas a pena de terem seus mandatos caçados…

  30. Celia Diz

    Esse mesmo projeto deveria ocorrer p funcionários municipais e estaduais tb.

    1. Volnei Diz

      Seria interessantíssimo ! Os visitantes com material ilícitos avaliando os policiais penais. Pra mula só falta as asas. To só por um AVC NESSE VELHO.

  31. Renato Diz

    Acredito que com isso, terá muitos problemas o novo funcionário público, por exemplo, a enfermeira sobrecarregada com poucos médicos sendo má avaliada por causa da demora do atendimento.. Do professor ter má avaliação por que o pai não foi com a cara ou não ficou alisando a cabeça dele numa sala de 33 alunos ou mais.. A avaliação do profissional não é cabível por pessoas sem noção que não avaliem pelo trabalho produzido dentro das condições do profissional.

  32. MARIA DA GLORIA DA SILVA TAVARES Diz

    Tá certíssimo. Tem que ter educação com o cidadão. Sabe aquela frase :O que você quer? Gerente de banco, repartições públicas. Eles agem como se o cargo que ocupa fosse deles eternamente. Tem muita gente que se diz concursado com o rei na barriga viu! Tem que ser avaliado pelo cidadão para ter diálogo entre as partes.

    1. Anderson Diz

      Querem diminuir os direitos e as garantias do trabalhador que tanto estudou, que são pequenos diante dos leões, isso para quê? Os políticos não estão conformados em destruir os trabalhadores da CLT, querem culpar os servidores públivos pela ineficiência governamental. Votei no Bolsonaro sou servidor, mas não imaginava que quem pagaria o pato seria o elo mais fraco da corrente. Paulo Guedes ta fazendo merda! Querem crescimento da economia, mas o crescimento do cidadão não.

    2. Cristóvão Diz

      Quem deve ser avaliado? Os parasitas políticos?

  33. Chico Diz

    Só lembrando só ministro que servidor também é cidadão e como tal Merece ser respeitado e não demonizado . O que se deve ser combatido são os privilégios de pouquíssimos desses servidores ,muitos deles em cargo condicionado ou mandado eletivo. Embora seja saudável implantar praticas do setor privado no serviço público,há de se levar em consideração que nem tudo se deve fazer. Só sei que quem detesta servidor público concursado é político corrupto, pois o concursado tem autonomia que a própria lei os dá, já os cargos comissionados maioria são de apadrinhados, uma moeda de troca,muitas vezes engrenagem dos esquemas.

    1. Lucas Diz

      Tá mais que certo, quem não deve não teme…

  34. Ubaldino medeiros neto Diz

    Se for para os políticos ficarem de fora não precisa mudar nada não, os únicos que devem ficar de fora sao os cargo inferiores e professores, o restante tem que entrar na avaliação.

  35. Edi carlos Diz

    Teria que ter essa avaliaçao para vereadores , prefeitos , deputados tbm , pq só sabem prometer antes de candidatar , depois mal aparecem pra uma reunião !
    E cortar salarios de alguns cargos publicos , tem cargos com exigência de somente ensino médio com salarios de 8, 9 mil reais , pra nao fazer nada !
    Só entrarem no portal transparencia de sua cidade e verao !

    1. Aldhem Diz

      INFELIZMENTE ESSES SENHORES QUE ESTÃO NOS GOVERNANDO ESTÃO SEM NOÇÃO DE ESCRÚPULOS. SÓ FICO PENSANDO SE ESSE SENHOR QUE SE ACHA UM MAGO DA ECONÔMIA PASSA-SE FO MEU LADO EU COM CERTEZA NÃO PERDERIA A CHANCE DE UM SOCO NA CARA LISA DESSE POLITICO DESCARADO QUE RAPIDINHO OS NEURÔNIOS DELE IRIAM FUNCIONAR COM HONESTIDADE.

  36. luis Diz

    Excelente a conduta do ministro Paulo Guedes sobre o tema estabilidade, que por sinal, na minha opinião, nem deveria existir no serviço público.

    1. Renato Diz

      Mais um que não passou no concurso. Totalmente sem noção. Não vale a pena nem explicar.

  37. Mayara Ribeiro Diz

    Legal! E a avaliação dos políticos , deputados, senadores , Presidentes, tbem vão ser avaliado assim? Pq se for, não fica nenhum… infelizmente a lei só serve pra “cachorro pequeno”. Eles são soberanos as leis.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?