Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Delegado Polícia Civil 2017 será anunciado no dia 31 de outubro com salário de R$ 15.250,02!

O novo edital de concurso público da Polícia Civil de Goiás para o cargo de Delegado (Concurso PC GO Delegado 2017) será anunciado na próxima terça-feira, 31 de outubro. O anúncio, que será feito pelo governador do Estado, Marconi Perillo, será para preenchimento de 100 delegados e 550 escrivães.

O edital vai estabelecer a distribuição dos novos delegados entre os municípios goianos, para reduzir os 160 servidores que não possuem um titular na Delegacia de Polícia.

A fraude

De acordo com a Polícia Civil do Estado, a suspeita é que os candidatos pagavam de R$ 120.000,00 a R$ 395.000,00 por uma vaga. A investigação começou após denúncias de candidatos que verificaram notas muito altas de filhos de pessoas influentes da política e Poder Judiciário.

O Concurso Delegado PC GO 2017

O anúncio do concurso será feito na formatura de 400 agentes e escrivães da Polícia Civil, no CEL da OAB-GO, em Aparecida de Goiânia. Na ocasião, o governador ainda deverá lançar um novo plano de combate ao crime organizado em Goiás. Convém lembrar que, nesta sexta-feira, em Rio Branco (AC), Marconi Perillo participará de evento sobre segurança pública com os outros 26 governadores, a ministra Cármen Lúcia (STF) e o presidente Michel Temer. As informações são do colunista Jarbas Rodrigues, do O Popular.

Anteriormente com organização do Cespe, o certame será coordenado por uma outra empresa, que ainda está sendo analisada pelo setor de licitações. A expectativa é que o edital tenha 100 vagas. ” A oferta será de 100 vagas para delegados. Tínhamos um concurso, porém foi fraudado e, posteriormente, anulado, sendo os aprovados nomeados para o interior do estado”, afirmou o governo recentemente.

O Concurso PC GO 2017 – Delegado

O concurso da Polícia Civil/GO para o cargo de Delegado registrou 13.318 candidatos, o que gerou uma concorrência de 391,71 candidatos para cada vaga. O organizador do certame, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), afirmou que “tem colaborado continuamente com a Polícia Civil e com o Ministério Público de maneira a garantir a lisura e a isonomia do concurso”. Destaca ainda que as medidas de segurança adoradas no certame “demonstram o compromisso das Instituições responsáveis pela seleção com esses princípios”.

Para ingresso no cargo de Delegado é necessário nível superior em direito. O salário oferecido foi de R$ 15.250,02, por até 40 horas semanais.

O Delegado tem missão de instaurar e presidir, com exclusividade, inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrência e outros procedimentos policiais legais para a apuração de infração penal ou ato infracional; exercer atribuições previstas na legislação processual penal de competência da autoridade policial; dirigir, coordenar, supervisionar e fiscalizar as atividades logísticas e finalísticas da unidade sob sua direção; determinar intimações e, em caso de não comparecimento injustificado, condução coercitiva; requisitar a realização de exames periciais e complementares, destinados a colher e resguardar indícios ou provas da ocorrência de infrações penais ou de quaisquer outros exames que julgar imprescindíveis à elucidação do fato investigado; representar à autoridade judiciária competente pela decretação de prisões e medidas cautelares e pela concessão de mandados de busca e apreensão domiciliar; fazer realizar as diligências requisitadas pelo Juízo Penal ou pelo representante do Ministério Público; fazer cumprir mandados de prisão expedidos pela autoridade judiciária; entre outras tarefas.

Avaliações

De acordo com o edital do concurso, os candidatos deverão passar por provas objetivas, discursiva, exames médicos, aptidão física, exame psicotécnica, vida pregressa, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação. A avaliação objetiva contou com 100 questões, sendo:

Conhecimentos Básicos: 85 questões; e

Conhecimentos Específicos: 15 questões.

As provas objetivas de conhecimentos básicos contarão com as disciplinas de Português e Realidade Étnica de Goiás. Na parte específica os candidatos resolverão questões de Criminologia, Medicina Legal, Legislação Estadual, Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Penal e Processual Penal Extravagante, Direito Constitucional, Administrativo, Empresarial, Tributário, Ambiental e Eleitoral.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?