Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vestibular: Conheça “Macunaíma”, obra de Mário de Andrade

Macunaíma, obra clássica de Mário de Andrade (1893-1945), foi um marco do período literário do Modernismo no Brasil. Por esse motivo, a obra sempre se faz presente nas listas de obras obrigatórias cobradas pelos vestibulares das principais instituições de ensino superior do Brasil.

De difícil classificação formal, o romance publicado em 1928 é considerado a obra-prima de Mário de Andrade por seu caráter único e inovador que atuou sobre a renovação da linguagem literária no Brasil.

Desse modo, a narrativa de caráter mítico apresenta um retrato do povo brasileiro, por meio de Macunaíma, “o herói sem caráter”. A obra Macunaíma retrata a vida e a trajetória de sua personagem principal, mas está repleta de muitas outras personagens que retratam e representam a pluralidade e a riqueza do povo brasileiro.

Nesse sentido, além de Macunaíma, personagem principal do livro, há também as seguintes personagens: MaanapeJiguê, irmãos de Macunaíma, Sofará e Iriqui, suas companheiras. Há também CiPiaimã, VeiCeiuci.

Macunaíma é descrito como filho do medo e da noite e era dotado de muita birra e preguiça, além de possuir uma mente ardilosa. Nascido no fundo do mato-virgem, a personagem é um dos representantes dos povos indígenas na literatura brasileira.

Assim, o enredo do livro retrata a ida de Macunaíma para São Paulo com seus dois irmãos em uma aventura para recuperar o seu muiraquitã (amuleto que é a única lembrança de sua falecida mãe Ci). Após algumas tentativas e muitas aventuras, o herói sem caráter consegue de volta o amuleto e retorna para a sua tribo na Amazônia.

Pode-se dizer que Macunaíma é a obra que melhor concretiza as propostas do movimento da Antropofagia (1928), criado por Oswald de Andrade como um dos elementos do Modernismo.

Sobre o autor

Mário de Andrade foi um dos nomes mais importantes do Movimento Modernista. Nascido na cidade de São Paulo, além de escritor e poeta, Mário foi também crítico literário, musicólogo, ensaísta e estudioso do folclore, da etnografia e da cultura brasileira.

Entre suas principais obras, além de Macunaíma (1928) , figuram Paulicéia Desvairada (1922) e Amar, Verbo Intransitivo (1927).

Gostou deste texto? Então deixe aqui seu comentário.
Veja também:
Vestibular: Conheça a obra Romanceiro da Inconfidência, de Cecília Meireles.
Vestibular: Conheça “Vidas Secas”, obra de Graciliano Ramos.

Vestibular: Conheça a obra Quarto de Despejo

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?