Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bradesco aumenta o crédito para pequenas e médias empresas

O banco deve dar início a distribuição do crédito pelo Pronampe neste mês.

O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, afirmou, na semana passada, que a instituição bancária vai acompanhar o movimento do governo e ampliará a oferta de linhas para o financiamento de pequenas e médias empresas.  

Como exemplo, o presidente do banco citou iniciativas que teriam apoio o Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), o FGI (Fundo Garantidor para Investimentos) do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), também destinado a pequenas empresas 

“Acho que é um crédito que ainda anda um pouco de lado porque os empresários menores vão evitar fazer novos investimentos agora. Devemos crescer em linhas como o Pronampe e o FGI para poder atender estruturalmente essas empresas”, afirmou o executivo. 

De acordo com informações, o Bradesco deve dar início a distribuição dcrédito pelo Pronampe em agosto. 

Muitos empresários têm reclamado, desde o início da pandemia, sobre a falta de crédito no mercado bancário e alegado que a alta burocracia, a demora no resultado, o aumento de juros e a exigência de garantias têm sido impedimento para a tomada de recursos durante a crise. 

Um levantamento feito pelo Ministério da Economia, no início de julho, mostrava que somente 17% dos recursos anunciados em programas de financiamento lançados ou regulamentados pelo governo haviam sido desembolsados, o equivalente a apenas R$ 12,1 bilhões dos R$ 70 bilhões anunciados para quatro grandes linhas.  

Inicialmente, o governo liberou R$ 15,9 bilhões para o fundo, e todo o dinheiro para garantir as operações foi usado. 

Os recursos são voltados para empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. No dia  29 de julhoo Ministério da Economia afirmou que tem a expectativa de disponibilizar mais R$ 12 bilhões para a linha até 15 de agosto. 

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

1 comentário
  1. Luciana Diz

    Aproveite e aumente também o número de funcionários e não permita que todos façam horário de almoço simultâneamente, como presenciei essa semana… descaso total com o cliente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?