Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Método Robinson: Veja como segui-lo para estudar melhor

Conheça uma técnica com cinco passos para potencializar o aprendizado e rendimento nos estudos

O método Robinson é bastante conhecido entre os estudantes dos Estados Unidos e demais países do hemisfério norte. Aqui no Brasil ele tem se popularizado ultimamente, principalmente entre os vestibulandos e concurseiros.

Essa técnica tem esse nome, pois foi criada pelo psicólogo educacional Francis Pleasante Robinson, no ano de 1946. Seu principal objetivo ao inventá-la era potencializar o aprendizado e rendimento dos estudantes.

Entre tantos e tantos métodos existentes para ajudar a estudar, esse merece uma chance de ser testado por você também. O que acha de conhecê-lo melhor?

1 – Explorar

Leia superficialmente o texto em questão, podendo ser livros, apostilas, PDFs, entre outros materiais de estudo. Nesse primeira lida, perceba o que é útil para o seu aprendizado. Caso não tenham trechos destacados, use o marca texto para ir colorindo aquilo que você acha mais importante. Também confira se há ícones, imagens, gráficos e outros elementos visuais para ajudar na memorização.

2 – Perguntar

Agora é a hora de fazer anotações. Use um caderno, bloco de notas ou documento Word para isso. Escreva então todas as dúvidas que você tem ou perguntas que já sabe as respostas, mas que fazem parte da ideia principal do tema de estudo.

Questione o conteúdo para que você comece a ver o material de uma maneira mais crítica e com o interesse de encontrar resoluções.

3 – Ler

Hora de fazer outra leitura do texto! Dessa vez é preciso prestar muita atenção em todos os argumentos desenvolvidos pelo autor, tentando responder às suas próprias questões sobre o conteúdo. Busque as partes fundamentais do texto, destacando-as das complementares. Vale fazer anotações, grifar ou montar esquemas – aposte no que for mais conveniente para você e seus objetivos.

4 – Rememorar

Terminou de ler uma parte importante do texto? Antes de partir para a próxima, é preciso ter certeza de que ela ficou bem guardada na sua cabeça. Faça um pequeno resumo de tudo o que estudou e depois anote da maneira que achar melhor, identificando possíveis lacunas no seu aprendizado. Também vale voltar às questões do segundo passo e tentar respondê-las sem consultar o material.

5 – Repassar

O passo final é fazer uma análise completa de tudo o que foi estudado para garantir que o conteúdo se fixou de vez na sua memória. Você pode ler o material original mais uma vez, analisar as suas anotações ou discutir sobre o conteúdo com outra pessoa. Repita esse processo com alguma frequência até se sentir inteiramente confiante a respeito da sua propriedade sobre o assunto.

Como você pode ver, o método Robinson não é tão difícil e nem muito diferentão. Ele somente engloba etapas simples de estudo, mas de uma forma bem mais organizada e planejada.

E então, curtiu conhecer o método Robinson?

Leia também sobre outro super interessante: Regra dos 5 segundos: Conheça a técnica que motiva você a estudar

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?