Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Ministério da Economia: Cebraspe assina contrato para edital com 350 vagas

De acordo com a portaria de autorização do concurso do Ministério da Justiça, a seleção visa o preenchimento de 350 vagas, todas em caráter temporário.

Um novo edital de concurso público do Ministério da Economia vai ser publicado em breve. Foi divulgado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 13 de agosto, a informação de que o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) assinou o contrato para organizar o próximo edital do órgão.

A escolha da empresa foi por dispensa de licitação. A expectativa é que o edital seja divulgado na próxima quarta-feira, 19 de agosto.

No dia 28 de julho, uma portaria formou a comissão organizadora do próximo certame da pasta. O grupo de trabalho  formado terá, inicialmente, 90 dias para concluir os trâmites da seleção.

De acordo com o texto publicado, a comissão formada tem os seguintes membros:

  • Anderson da Silva Costa – coordenador geral em governança de TI (titular); e
  • Jackeline Paula de Godoi Degani – analista em tecnologia da informação (suplente);
  • Rodrigo de Oliveira Alves – coordenador-geral de desenvolvimento e movimentação de pessoal (titular);
  • Daniel Pires de Castro – coordenador de provimento e dimensionamento de pessoas (suplente);
  • Iris Francisca Alves de Sousa – coordenadora de uniformização de normas, direitos e deveres em exercício (titular); e
  • Debora Ribeiro Martins – agente administrativo (suplente).

De acordo com o documento, os trabalhos devem ser concluídos em até 90 dias, ou seja, até outubro, com possibilidade de prorrogação por mais 90 dias, até janeiro de 2021.

A expectativa, no entanto, é que os trâmites devem ser concluídos ainda este ano, com o anúncio da banca organizadora. A portaria autorizativa do concurso prevê que o edital seja publicado até 08 de janeiro de 2021.

Concurso autorizado

O concurso foi autorizado pelo Governo, conforme portaria 16.017, publicada no Diário Oficial da União pelo secretário especial de desburocratização, gestão e governo digital do Ministério da Economia, Paulo Spencer Uebel.

No dia 10 de julho, foi divulgado a portaria retificada do concurso. Os cargos e distribuição das vagas foram revelados. De acordo com o documento, todas as oportunidades serão para atividades técnicas de complexidade gerencial. O quantitativo de 350 vagas serão distribuídas da seguinte maneira:

  • Especialista em gestão de projetos (50 vagas);
  • Especialista em infraestrutura de Tecnologia da Informação-TI (50);
  • Especialista em ciência de dados (50);
  • Especialista em segurança da informação e proteção de dados (50);
  • Especialista em análise de processos de negócios (50);
  • Especialista em experiência do usuário (50); e
  • Especialista em desenvolvimento de software (50).

De acordo com a portaria autorizativa do concurso do Ministério da Economia, o a seleção vista o preenchimento de 350 vagas em caráter temporário. As carreiras de atividades técnicas de complexidade gerencial são destinadas a profissionais de nível superior.

Além da graduação, os candidatos devem ter experiência profissional superior a cinco anos ou possuir título de mestre ou doutor. Os vencimentos iniciais para a carreira são de R$8.300.

De acordo com informações da pasta, os candidatos serão avaliados por provas e avaliação de títulos. Ainda não há uma data específica para publicada do edital. No entanto, já se sabe um prazo máximo de publicação.

Os editais, conforme prevê o documento, deverão sair em um prazo de seis meses, ou seja, até o dia 8 de janeiro de 2021. No entanto, geralmente nos casos de processos seletivos para contratações temporárias, tendo em vista a grande necessidade e urgência pela realização dos trabalhos, os editais costumam ser liberados bem antes do prazo máximo.

De acordo com o documento, ainda, os contratos serão assinados por um prazo de até quatro anos. Os contratos poderão ser prorrogados, desde que devidamente justificados, com base nas necessidades para a conclusão dos trabalhos.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Concurso Ministério da Economia: Último edital

O último edital de concurso do Ministério da Economia foi aberto em 2015. Na ocasião, a pasta era chamada de Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Foram abertas 556 vagas, todas com exigência de nível superior.

As vagas do concurso foram distribuídas pela pasta e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap). No Ministério, foram abertas 534 vagas, sendo 300 para analista de tecnologia da informação. As demais vagas foram para analista técnico administrativo (83), engenheiro (54), geógrafo (17), geólogo (16), arquiteto (16), contador (14), arquivista (nove), médico (04), economista (07), assistente social (07), administrador (06) e técnico em assuntos educacionais (01).

Na ENAP, o edital contou com 22 vagas, sendo quatro para técnico de nível superior e 18 para técnico em assuntos educacionais. Os salários iniciais variaram entre R$3.998,42 e R$5.969,31, já com o auxílio-alimentação.

Na ocasião, os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos e discursivas (redação ou duas questões, no caso da Enap). Na área de TI, foi realizado ainda um exame de títulos.

Leia Também:

brasil 123  
1 comentário
  1. JOSÉ QUITERIO DOS SANTOS Diz

    Bom dia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?