Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso TJ RS Juiz 2020: Edital é confirmado e já tem banca definida!

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul vai abrir um novo edital de concurso público


O Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso TJ RS 2019/2020) para o cargo de Juiz Substituto. A expectativa é que o edital não demore de ser publicado, uma vez que a banca organizadora do certame já está definida. A data de publicação do edital ainda não foi revelada.

A escolhida para organizar o concurso TJ-RS Juiz foi a Fundação de Apoio da Universidade Federal – a FAURGS. A escolha veio através de dispensa de licitação, cujo aviso já foi publicado em Diário Oficial. Agora, o próximo passo será a assinatura de contrato entre as partes.

A banca organizadora vai ser responsável por todas as principais ações, como a publicação do edital completo com todas as regras, além do recebimento de inscrições e taxas, além de aplicação de todas as etapas do certame.

O Concurso TJ RS Juiz 2020

A carreira de juiz substituto exige o o curso completo de nível superior em Direito, além de experiência em atividade jurídica no período mínimo de três anos, contados a partir da obtenção do grau de bacharel. No último concurso, os ganhos chegavam a R$22,2 mil.

O documento que anuncia a banca ainda revela as possíveis etapas de seleção. O aviso da dispensa comunica que a Faurgs será responsável pela inscrição preliminar, prova objetiva, prova discursiva e prova de sentença.

O último concurso

O último edital do concurso TJ-RS foi divulgado em 2017, quando contou com 90 vaga efetivas para Juiz Substituto. Na ocasião, o concurso foi organizado pela Fundação VUNESP.

O concurso contou com cinco etapas de seleção, começando por provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. O exame contou com 100 questões divididas em três blocos:

Bloco 1 – Língua Portuguesa, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito do Consumidor, Direito da Criança e do Adolescente – 40 questões valendo 4 pontos;

Bloco 2 – Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional, Direito Eleitoral – 30 questões valendo 3 pontos;

Bloco 3 – Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Ambiental e Direito Administrativo – 30 questões valendo 3 (três) pontos.

A segunda etapa do concurso contou com uma prova discursiva e uma prática de sentença, enquanto que a terceira fase foi: sindicância da vida pregressa; investigação social; exames de sanidade física e mental; e psicotécnico. A quarta etapa foi uma prova oral e a quinta fase foi composta por prova de títulos, essa última, de caráter meramente classificatória.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.