Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saiba como se INSCREVER no concurso do Ministério da Justiça e receber até R$8,3 mil

Edital divulgado conta com 35 vagas temporárias com salários de R$8,3 mil

As inscrições do edital de concurso para o Ministério da Justiça foram prorrogadas até o dia 29 de junho. De acordo com o documento, publicado no Diário Oficial da União (DOU), são oferecidas 35 vagas temporárias com salários de R$8,3 mil.

As vagas oferecidas no edital do concurso do Ministério da Justiça 2020 serão oferecidas para os cargos de Analista de Governança de Dados – Big Data (13 vagas), Cientista de Dados – Big Data (12) e Engenheiro de Dados – Big Data (10).

Para concorrer a uma das vagas no concurso do MJ, em todos os cargos citados acima, o candidato deverá ter nível superior ou pós-graduação na área de Informática/Computação e experiência superior a cinco anos no ramo. Além disso, o aprovado deverá ter disponibilidade para atuar em Brasília, no Distrito Federal.

De acordo com o edital do concurso do Ministério da Justiça, os aprovados vão atuar por 40 horas semanais. Os profissionais serão contratados sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), no quadro de profissionais do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Inscrições Concurso Ministério da Justiça 2020

Os interessados em concorrer a uma das vagas no concurso do Ministério da Justiça deverão se inscrever entre 11 de maio e 23 horas e 59 minutos do dia 29 de junho de 2020, no site da banca (https://www.institutoaocp.org.br/concursos.jsp). A taxa de inscrição vai custar R$60.

Segundo o edital, quem estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) será possível solicitar a isenção. Os pedidos podem ser feitos até dia 13 de maio.

Provas Concurso Ministério da Justiça 2020

O concurso do Ministério da Justiça 2020 vai contar com provas objetivas e títulos. Além disso, o certame vai contar com investigação social. A primeira fase do certame vai contar com exame de múltipla escolha.

A avaliação objetiva vai ser aplicada no dia 02 de agosto de 2020, em locais e horários que serão divulgados de maneira oportuna. As avaliações vão ser aplicadas em Brasília.

Serão oferecidas, ao todo, 60 questões, distribuídas entre as matérias de Língua Portuguesa (10 questões); Inglês (05); Raciocínio Lógico (05); e Conhecimentos Específicos de Informática (40).

O candidato deverá acertar no mínimo 1 (uma) questão em cada área de conhecimento, e obter 40% (quarenta por cento) ou mais do total de pontos previstos para Conhecimentos Específicos de Informática, e 30% (trinta por cento) ou mais do total de pontos previstos para o conjunto das demais áreas de conhecimento, para não ser eliminado do Processo Seletivo Simplificado, além de não ser eliminado por outros critérios estabelecidos neste Edital.

Segundo o edital, os exames de títulos vão ser realizados apenas para quem for aprovado na prova objetiva, de acordo com o limite de classificação:

  • analista de governança de dados: 130 aprovados na ampla concorrência;
  • cientista de dados: 120 aprovados; e
  • engenheiro de dados (os 100 melhores classificados).

A prova de títulos ainda não tem data para acontece. Segundo o edital, essa fase vai ter 10 pontos no total, de caráter eliminatório e classificatório, não podendo eliminar quem não participou da prova. O resultado, conforme informado no edital, vai ser divulgado em momento posterior.

De acordo com o edital, até 125 candidatos serão aprovados no certame. Ou seja, além das 35 vagas, mais 90 concorrentes podendo ser convocados durante prazo de validade do certame.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

A validade da seleção vai ser de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Informações do concurso
  • Concurso: Ministério da Justiça
  • Banca organizadora: Instituto AOCP
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 35
  • Remuneração: até R$8,3 mil
  • Inscrições: entre 11 de maio e 23 horas e 59 minutos do dia 29 de junho de 2020
  • Taxa de Inscrição: R$60
  • Provas: 02 de agosto de 2020
  • Situação: PUBLICADO
  • EDITAL 2020

Leia Também:

brasil 123  
4 Comentários
  1. Lima Diz

    E os comissionados? Que nem qualificação tem, e ganham três vezes esse salário, sem contar com funcionário fantasma..

  2. Cristiano Diz

    Acho inoportuno as provas serem realizadas somente em Brasília no início de agosto. Ainda estaremos com problemas com a covid e com mobilidade reduzida. Isso viada favorecer as pessoas da própria cidade e arredores. Poderiam aplicar as provas online. Como é feito em provas de certificações, por ex PMP, CFP etc…

  3. Adriana Diz

    Fico me perguntando, tanta cobrança para os concursos em termos de qualificação, será que tem pessoas tão qualificadas assim na fila do Auxílio emergencial do governo, os concursos querem pessoas com tanta qualificação e experiência no cargo em qual planeta vem esses candidatos.
    Será que deputados tem qualificação e conhecimento para os cargos que estão?

    1. Charles Gibson Diz

      Espero que cobrem e continuem cobrando sempre.
      Gente desqualificada não pode, nem deve trabalhar em cargos que exijam qualificações.
      Primeiro a qualificação!!!
      Queria ver se essa pessoa, Adriana, contrataria um engenheiro desqualificado para construir sua casa, ou um médico desqualificado para fazer uma cirurgia dela.
      É cada uma que me aparece.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?