Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso SANEAGO 2018: Lista de convocados é divulgada

Edital foi divulgado com salários de até R$ 9.262,41; As provas foram aplicadas no dia 04 de março

O concurso público da Companhia Saneamento de Goiás S.A  (Concurso SANEAGO) divulgou a primeira lista de convocados do concurso que contou com provas no dia 04 de março. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (veja aqui).

O concurso contou com pelo menos 115.523 inscritos, sendo 114.445 para ampla concorrência e 1.078 para portadores de deficiência, conforme relação divulgada pela organizadora do certame, o Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás (UFG). O cargo de Agente de Operação para Região de Anápolis recebeu o maior quantitativo de participantes do certame, com 9.464 inscritos, registrando a concorrência média de 2.366 candidatos/vaga. Os resultados podem ser conferidos logo abaixo.

Resultado Concurso SANEAGO 2018 – Nível Médio e Técnico

Resultado – Assistente, Agente e Técnico

Resultado e Homologação do Concurso SANEAGO 2018 – Nível Superior

O concurso Saneago tem objetivo de preencher nada menos que 338 vagas em cargos de ensino médio, técnico e superior. Os salários oferecidos podem chegar a até R$ 9.262,41. De acordo com o edital de concurso SANEAGO, as vagas serão destinadas aos cargos de Agente de Saneamento, Agente de Operação, Assistente de Informática, Técnico em Sistema de Saneamento, Técnico de Engenharia, Analista de Comunicação, Analista de Gestão, Analista de Saneamento, Analista de Saúde, Analista de Sistemas, Profissional de Engenharia, Analista de Comunicação – Design Gráfico e Analista Jurídico.

As vagas são destinadas as cidades de Anápolis, Campos Belos, Ceres, Cidade de Goiás, Formosa, Goiânia, Inhumas, Iporá, Itumbiara, Jataí, Luziânia, Morrinhos, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Porangatu, Rio Verde, Santa Helena de Goiás e São Luís de Montes Belos, a depender do cargo.

Sobre os cargos do Concurso SANEAGO 2018

Agente de Saneamento: operar estações elevatória e/ou sistema de tratamento de água e/ou esgoto sanitário, definindo dosagens e adicionando produtos químicos transformando a água bruta em água potável e tratando esgoto sanitário, removendo os poluentes nele encontrado e executando as demais funções típicas, dependendo das exigências dos postos de trabalho. O salário será de R$ 2.353,96, por até 40 horas semanais.

Agente de Operação: realizar as obras que garantam a distribuição de água e coleta de esgoto para população e garantir o funcionamento dos equipamentos, de modo promover fornecimento ininterrupto de água tratada. Poderá atuar nos macroprocessos de Sistema de Abastecimento de Água, Sistema de Esgotamento Sanitário, Expansão e Gestão Ambiental. O salário será de R$ 2.353,96, por até 40 horas semanais.

Assistente de Informática: exercer e dar suporte em todas as áreas pertinentes à Superintendência de Tecnologia da Informação da empresa. Atender as diversas tarefas a ele atribuídas dentro da Unidade e demais atividades circunscritas ao âmbito de sua respectiva formação. Irá atuar no macroprocesso de Tecnologia da Informação. A remuneração será de R$ 3.442,46, por até 40 horas semanais.

Prepare-se: Apostila Concurso SANEAGO 2018 – Atualizada

Analista Jurídico: atuar judicialmente em qualquer foro ou instância dos feitos em que a SANEAGO seja autora, ré ou interessada, visando resguardar seus interesses, interpretar as normas legais, prestar assessoria, consultoria e direção jurídica e emissão de pareceres e demais atividades circunscritas ao âmbito de sus respectiva formação. Poderá atuar nos macroprocessos de comercialização, relacionamento com clientes e partes interessadas, relacionamento com o poder concedente e administração e finanças. A remuneração será de R$ 9.262,41, por até 40 horas semanais.

As demais atribuições, com salários e jornada de trabalho poderão ser conferidas no edital abaixo.

Inscrição Concurso SANEAGO 2018

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Os interessados em concorrer a uma das vagas puderam se inscrever entre 10 horas do dia 03 de janeiro e 23 horas e 59 minutos do dia 07 de fevereiro de 2018, no site da organizadora (https://centrodeselecao.ufg.br/2018/saneago/). A taxa de inscrição custou R$85,00 para nível médio e R$140,00 para nível superior.

Isenção da taxa de inscrição

Haverá isenção do pagamento de inscrição para os candidatos que preencherem os requisitos estabelecidos na Lei Estadual n. 19.587, de 10 de janeiro de 2017. O período para solicitar a isenção consta cronograma.

Durante esse período, ao realizar sua inscrição, o candidato deverá escolher o cargo e solicitar a isenção do pagamento da taxa da inscrição para o referido cargo. A isenção será concedida a apenas uma inscrição, mesmo que o candidato realize inscrições em diferentes cargos que tenham provas em datas diferentes.

Os requisitos para obter a isenção do pagamento da taxa de inscrição são: a) ter renda da entidade familiar inferior a 2 (dois) salários mínimos, devendo enviar para o Centro de Seleção a documentação comprobatória especificada no Anexo VI deste Edital; OU b) ter inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto n. 6.135, de 26 de junho de 2007, devendo indicar no ato da solicitação de isenção o número de identificação social (NIS), atribuído pelo CadÚnico; OU c) ter doado sangue e/ou medula óssea, desde que comprove a condição de doador regular, por, pelo menos 3 (três) vezes nos 12 (doze) meses antecedentes à publicação do Edital, conforme determina a Lei Estadual 19.587, de 10 de janeiro de 2017. 2.2.5. Para efetivar a solicitação de isenção, o candidato que fez a opção pelo critério estabelecido na alínea “a” do subitem 2.2.4 deverá, ao realizar sua inscrição o período estabelecido no Cronograma do Concurso (Anexo I deste Edital):

a) digitalizar a documentação de comprovação de renda familiar exigida no Anexo VI deste Edital;

b) anexar o arquivo com a documentação digitalizada na página de solicitação de isenção de inscrição, conforme instruções na própria página.

Deficientes podem participar do Concurso SANEAGO 2018?

A resposta é sim. Para este concurso, ficam asseguradas 34 vagas (aproximadamente 10% do total de vagas) aos candidatos que comprovarem a condição de pessoa com deficiência, conforme estabelecido no Anexo II do edital. Na contratação para os cargos em que há vagas reservadas para candidatos com deficiência, a primeira contratação de pessoa com deficiência ocorrerá para ocupar a 5ª (quinta) vaga para o cargo ao qual concorreu, e assim, sucessivamente, a cada 5 novas contratações, ou seja, para provimento das 5ª, 10ª, 15ª … vagas, até esgotar a lista de candidatos aprovados.

Para os cargos com menos de 10 vagas totais e com mais do que uma vaga reservada, o próximo candidato com deficiência classificado ocupará a última das vagas previstas neste Edital. Por exemplo, para um cargo com um total de 7 (sete) vagas, com duas reservadas, os candidatos com deficiência ocuparão a 5ª e a 7ª vagas.

Caso surjam, durante a validade do concurso, mais vagas para os cargos com ou sem vagas reservadas para candidatos com deficiência neste Edital, a contratação de um candidato com deficiência ocorrerá da seguinte forma:

a) as quatro primeiras vagas em cada cargo são destinadas aos candidatos aprovados na classificação geral, incluindo todos os candidatos, independentemente de ser candidato com deficiência ou não, enquanto o provimento da quinta vaga será destinado a candidato com deficiência;

b) após o provimento da quinta vaga por candidato com deficiência, caso existam mais vagas, estas serão preenchidas por candidatos da ampla concorrência, independentemente de ser candidato com deficiência ou não, até a 9ª (nona) vaga criada, sendo que a 10ª (décima) deverá ser preenchida por candidato com deficiência, caso haja aprovados nessa categoria;

c) o processo se repete a cada 10 (dez) vagas criadas, convocando-se, portanto, candidatos com deficiência para as 15ª, 25ª, 35ª vagas, e assim sucessivamente, até esgotar a lista de candidatos aprovados

O Concurso SANEAGO 2018

O presidente da Companhia, Jalles Fontoura, espera a participação de 90 mil pessoas no concurso da Saneago. “Esse concurso hoje é a grande meta da Saneago. Hoje tem muita gente para o concurso”, disse. De acordo com dados da empresa, atualmente a cobertura da rede de água no Estado é de 90% e a de esgoto 54%. A intenção é atingir os 100% de cobertura nas duas redes ainda este ano. Por isso a necessidade de renovar e aumentar o efetivo de técnicos na empresa, aponta o presidente.

“A expectativa  é que saiam 400 pessoas da empresa. A Saneago hoje tem 5,4 mil funcionários. Saindo 400, imagino que seja essa a quantidade de pessoas que vai entrar é perto disso. Eu diria de forma especial, no Entorno de Brasília e aqui também no Entorno de Goiânia, como Aparecida, Trindade, etc”, frisou.

Prepare-se: Apostila Concurso SANEAGO 2018 – Atualizada

Provas Concurso SANEAGO 2018

A Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será do tipo múltipla escolha com 4 (quatro) alternativas (A, B, C, D), das quais apenas uma é correta. Os cargos, as disciplinas da prova objetiva, o número de questões, o valor de cada questão, o valor da prova e a nota mínima para aprovação são apresentados na imagem abaixo.

Os exames serão aplicados na data provável do dia 04 de março de 2018 para os cargos de Agente de Saneamento, Analista de Comunicação, Analista de Gestão, Analista de Saneamento, Analista de Saúde, Analista de Sistemas, Profissional de Engenharia, Analista de Comunicação – Design Gráfico e Analista Jurídico.

Os demais cargos, Agente de Operação, Assistente de Informática, Técnico em Sistema de Saneamento e Técnico de Engenharia farão as avaliações no dia 18 de março de 2018.

 A distribuição dos candidatos nos locais de realização das provas será feita a critério do Centro de Seleção, conforme disponibilidade e capacidade dos locais. A Prova Objetiva e a Prova Discursiva serão realizadas na cidade de opção do candidato, escolhida no momento da inscrição. As provas para os cargos de nível médio terão duração de 4 (quatro) horas e para os cargos de nível superior, terão duração de 5 (cinco) horas.

O resultado da Prova Objetiva será calculado pela soma do número de questões acertadas pelo candidato multiplicado pelo peso de cada disciplina que consta na imagem acima. Serão eliminados do concurso os candidatos que não obtiverem pelo menos 50% de aproveitamento na Prova Objetiva, ou seja, que não atingirem a pontuação mínima de que trata o Quadro 3.

Prova discursiva

Da Prova Discursiva (para os cargos de Analista de Comunicação, Analista de Gestão, Analista de Saneamento, Analista de Saúde, Analista de Sistemas, Analista Jurídico e Profissional de Engenharia):

A Prova Discursiva, de caráter classificatório, será realizada no mesmo dia da Prova Objetiva. A Prova Discursiva constará de duas questões, valendo cada uma o máximo de 20 (vinte) pontos, e versará sobre os conhecimentos específicos que constam no programa das provas. Essa prova terá o valor máximo de 40 pontos e será apenas classificatória.

As quantidades de Provas Discursivas dos candidatos classificados na Prova Objetiva, ou seja, que obtiverem aproveitamento de no mínimo 50% (cinquenta por cento) do valor total da prova, a serem corrigidas serão:

a) 30 (trinta) vezes o número de vagas para a Ampla Concorrência;

b) 10 (dez) vezes o número de vagas reservadas para candidatos com deficiência.

O prazo de validade do concurso público será de 2 (dois) anos, contado a partir da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

Prova prática (somente para Analista Jurídico e Analista de Comunicação – Design Gráfico)

Serão convocados para a realização da Prova Prática para o cargo de Analista Jurídico os 100 candidatos melhores classificados na 1ª Fase do concurso (Prova Objetiva mais Prova Discursiva), sendo 90 da Ampla Concorrência e 10 da reserva de vagas para candidatos com deficiência, Na ocorrência de empate no último lugar, todos os candidatos que obtiverem a mesma pontuação também serão convocados para a prova. Os demais candidatos serão eliminados do certame.

A Prova Prática terá caráter classificatório e eliminatório, terá duração de 4 (quatro) horas e será composta de 3 (três) questões, valendo 10 (dez). Os pareceres e a peça jurídica versarão sobre os conteúdos de Direito Administrativo, Direito Civil e Processual Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho e Processual do Trabalho e Direito Ambiental, conforme Programa das Provas, constante do Anexo IV.

Serão convocados para a realização da Prova Prática para o cargo de Analista de Comunicação – Design Gráfico os 30 candidatos com as maiores pontuações na 1ª Fase do concurso (Prova Objetiva mais Prova Discursiva). Na ocorrência de empate no último lugar, todos os candidatos que obtiverem a mesma pontuação, também serão convocados para a prova. Os demais candidatos serão eliminados do certame.

A Prova Prática para o cargo de Analista de Comunicação – Design Gráfico terá caráter classificatório e eliminatório e será realizada somente na cidade de Goiânia, na data constante no Cronograma do Concurso – Anexo I deste Edital.

Edital Concurso SANEAGO 2017-2018

Edital Concurso SANEAGO – Retificação

Cargos Concurso SANEAGO 2017-2018

Sobre a SANEAGO

A trajetória da Saneago confunde-se com a própria história do saneamento em Goiás. Pautada pelo objetivo de levar água tratada, coleta e tratamento de esgoto para todos, a empresa foi fundada no ano de 1967, com origem na Lei Estadual nº 6680/67. Desde então, expandiu constantemente a presença no estado.

Até as décadas de 1960 e 1970, o setor de saneamento no Brasil não mereceu atenção prioritária dos governantes. A partir daí, começaram a surgir medidas no sentido de elevar os índices de atendimento com água e esgotamento sanitário – que, na época, estavam entre os mais baixos patamares da América Latina.

Durante os anos 1960, houve a primeira tentativa do Governo Federal de resolver o problema, o “Método do Programa Trienal”. Já existia o Banco Nacional da Habitação e, com ele, foram criadas três superintendências: Superintendência Financeira da Habitação (SFH), Superintendência Financeira do Saneamento (SFS) e Superintendência Financeira de Desenvolvimento Urbano (SFDU).

Sob o comando da SFS, ficou a Coordenação Geral dos Empreendimentos do Setor de Saneamento. Esta envolvia, técnica e financeiramente, todas as atividades inerentes à análise e aprovação dos estudos de viabilidade das Companhias Estaduais de Saneamento e dos projetos decorrentes da execução do Plano Nacional de Saneamento (PLANASA).

Em Goiás, o então Governador Pedro Ludovico Teixeira fez a concessão da exploração dos sistemas de água e esgoto à Cia. Melhoramentos S.A., por 30 anos. Tal concessão foi revista e rescindida no governo de Jerônimo Coimbra Bueno. O setor de saneamento passou a ser administrado, então, pela Secretaria de Viação e Obras Públicas, até a implantação do Departamento Estadual de Saneamento (DES), no governo Mauro Borges.

Por exigência do Sistema Financeiro do Saneamento do Banco Nacional da Habitação (BNH/SFS), foi criada em 13 de setembro de 1967, durante o governo Otávio Laje, a Saneamento de Goiás S.A. (SANEAGO), cuja implantação ocorreu em 29 de junho de 1969.

A partir desta data, as atribuições de estudos e projetos, construção de sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, bem como a operação e a manutenção dos sistemas implantados em Goiás, passaram a ser da Saneago. Hoje, a empresa opera em 225 municípios e registra índices de atendimento de 96% para água e 51,9% para esgoto.

Último concurso realizado pela SANEAGO

O último concurso da SANEAGO aconteceu em 2013, quando contou com 413 vagas em cargos de ensino fundamental, médio e superior. No entanto, apesar das oportunidades oferecidas, foram convocados 1.400 aprovados no cadastro reserva, o que totalizou nada menos que 1.800 novos servidores.

O concurso contou com oportunidades para os cargos de agente administrativo; agente de sistemas; auxiliar de enfermagem do trabalho; mecânico de manutenção; e operador de sistemas, com requisito de nível fundamental, agente de informática; técnico ind. em saneamento – área de engenharia; técnico administrativo; técnico de contabilidade; técnico ind. agrimensura; técnico ind. em edificações; técnico ind. em eletrotécnica; técnico ind. em mecânica; técnico em segurança do trabalho; técnico ind. em saneamento – área laboratorial, com exigência de nível médio e técnico, administrador; advogado; engenheiro agrimensor; analista de sistemas – administrador de redes; analista de sistemas – desenvolvedor; analista de sistemas – produção; analista de treinamento; arquiteto; bioquímico; biólogo; assistente social; contador; economista; enfermeira do trabalho; engenheiro de segurança do trabalho; engenheiro ambiental; engenheiro agrônomo; engenheiro civil; engenheiro eletricista; engenheiro mecânico; geólogo; médico do trabalho; jornalista; psicólogo; químico; e tecnólogo em saneamento, com requisito de nível superior.

Os salários oscilavam entre R$ 1.087,41 e R$ 1.348,03 para nível médio, enquanto os ganhos dos cargos de ensino médio variavam entre R$ 1.348,03 e R$ 1.897,68. Por fim, a remuneração de nível superior variava entre R$ 2.235,17 e R$ 2.814,63.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?