Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Ministério da Fazenda 2016 – Edital em breve para nível médio!


Boa notícia para os concurseiros que tanto almejam uma vaga no funcionalismo público. O pedido de autorização do concurso Ministério da Fazenda 2016 – Nível MÉDIO teve avanços no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Parado há um bom tempo, o processo que trata do provimento para o órgão foi recebido na Coordenação Administrativa e de Informação do órgão. De acordo com o site oficial do Planejamento, o processo de que trata o pedido teve duas novas movimentações, entre elas a análise dos Secretários da SEGEP/Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Com as constantes movimentações no Ministério do Planejamento, cresce a expectativa de abertura do concurso Ministério da Fazenda 2016 para nível médio e superior. A suspensão dos concursos não deve afetar a abertura de concurso, já que a admissão de novos servidores para o Ministério da Fazenda traz um potencial de melhoria nos índices de arrecadação.

O Ministério do Planejamento confirmou a solicitação de 3.500 vagas para o novo Concurso Ministério da Fazenda 2016. Desse total, 3 mil são para o cargo de Assistente Técnico-Administrativo, com exigência de nível médio completo. O salário inicial será de R$ 3.671,82 por mês.

Prepare-se: Apostila Concurso Ministério da Fazenda 2016 – Nível MÉDIO!

topapostilas.com.br

Do total de vagas solicitadas pelo órgão, serão preenchidas oportunidades também para os graduados. São 500 vagas para a função de analista técnico-administrativo. O salário é de R$ 4.884,02 já inclusos o auxílio-alimentação, de R$ 373. No último concurso, para concorrer ao cargo, bastava a graduação em qualquer área.

Quantidade de vagas do Concurso Ministério da Fazenda – Nível Médio ainda é pouca, diz sindicalista.
 
De acordo com o presidente do sindicato da categoria (Sindfazenda), Luís Roberto, o concurso Ministério da Fazenda (Nível Médio) 2016 deveria ser para mais de 5 mil vagas, já que, além da carência existente, há uma grande evasão de servidores na carreira.
Também por meio do seu Serviço de Informações ao Cidadão, o Ministério da Fazenda argumentou que o pedido corresponde ao atual déficit nos cargos de assistente e analista. “Esse quantitativo é considerado o mínimo necessário para atender às necessidades da área meio dos órgãos fazendários”, alertou o ministério. A Fazenda revelou ainda que desde a criação do cargo, em 2008, 1.758 servidores já deixaram o serviço, o equivalente a quase 60% do quadro, que acomoda até 3 mil assistentes. Essa perda vem trazendo problemas na execução dos serviços administrativos dos órgãos fazendários, tais como Receita Federal, Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, Tesouro Nacional e o próprio ministério, o que reflete diretamente nas suas atividades finalísticas.

Leia Também:

top planilha

Comentários estão fechados.