Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

CoronaVac ainda não teve eficácia divulgada

A CoronaVac ainda não teve eficácia divulgada contra o novo vírus. Sendo um dos dados mais esperados pelo governo para colocar em prática o plano de vacinação. A vacina está sendo feita pela Sinovac junto com o Instituto Butantan.

Na quarta-feira deveria ter acontecido um anúncio, mas foi adiado pelo governo. Assim, ainda há diversas dúvidas sobre os resultados do medicamento e como usa-os.

CoronaVac ainda não teve eficiência divulgada sobre doença

Segundo o secretário de Saúde do estado de São Paulo, obteve-se um valor superior a 50%. O número em questão é o valor mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Porém, a CoronaVac ainda não teve eficiência divulgada e comprovada.

A taxa de eficácia refere-se às proporções de redução de casos entre os grupos vacinados. Assim, é extremamente importante para entender o quão benéfica ela pode ser para a sociedade.

Em suma, a CoronaVac usa vírus inativados para gerar os anticorpos, tornando-os incapazes de se reproduzir. Dessa forma, insere-se no organismo o mesmo gera um mecanismo de defesa eficiente.

Fase 3 dos testes

A CoronaVac ainda não teve eficácia divulgada devido a não divulgação dos dados dessa fase. Nela os desenvolvedores devem falar suas conclusões.

No Brasil os testes estão sendo aplicados em 13 mil voluntários em 16 centros de pesquisas. Sendo que eles se localizam em sete estados e no Distrito Federal.

Divulgação dos dados

Pela segunda vez, o governo de São Paulo atrasou o envio dos dados. O que também atrapalha a apuração da Anvisa.  Assim, prejudicando as ações que envolvem as vacinas.

Segundo  Covas os resultados do Butantan foram enviados para Sinovac na quarta (23). Mas, somente depois da análise é que eles serão enviados à Anvisa

O governo federal ainda negocia para comprar os itens para o Plano Nacional de Imunização. Até o momento garantiu-se cerca de 46 milhões de doses para São Paulo.

A CoronaVac ainda não teve eficácia divulgada, mas vem sendo usada na China de forma. Depois da autorização usa-se não só no Brasil como também em outros países.

Cuide-se

Após garantir sua eficiência, a vacina conquistará a autorização de uso. Para acelerar o processo, ela poderá pedir uma análise de uso. Dessa forma, a distribuição é o próximo passo.

Ressalta-se que mesmo com os avanços da vacina ainda é preciso atenção. Então, evite aglomerações e use máscaras. Também mantenha as mão limpas e o isolamento. Sendo assim, ajuda na prevenção e aumento dos casos de Covid-19.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.