Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Taxa de transmissão do coronavírus está em 1,04 no Brasil

A taxa de transmissão do coronavírus nacional sofreu redução de 1,13 para 1,04 nesta terça-feira. Entretanto, o número é alto, pois indica que 100 pessoas podem transmitir para outras 104.

Tal informação foi fornecida pelo Imperial College, da Inglaterra, referência na obtenção de dados Covid-19. Anteriormente, a instituição havia divulgado tais informações em 15 de dezembro, quando marcou 1,13.

Em razão do período de 20 dias desde o último índice, a redução ainda tem muito a melhorar. Isso porque, na Inglaterra, decretou-se lockdown, justamente em razão da taxa de transmissão do coronavírus.

Taxa de transmissão do coronavírus faz aumentar mortes

Mesmo com a redução da taxa de transmissão do coronavírus, o Brasil registra números alarmantes. Surpreendentemente, são mais de 1.000 mortes confirmadas no final da última terça-feira, em apenas 24h.

Ainda que alcançado a marca de 1,04, o cenário menos preocupante seria abaixo de 1. Dessa forma, o indicador continuaria a ser monitorado rigorosamente, para que se evite qualquer divergência.

O próprio instituto responsável pela análise dos dados informou que os feriados recentes podem interferir. Desse modo, deve-se ter cautela, porque as notificações de casos de morte podem ser diferentes.

Número de mortes 

O Imperial College, além de medir a taxa de transmissão do coronavírus, também estimou mortes. Logo, a previsão é que o Brasil alcance pelo menos 5.440 novos óbitos nesta semana.

Até às 17h30 da última terça-feira, chegamos a mais de 1.000 mortes em 24h. Assim,  já acumulam-se quase 198.000 óbitos, podendo passar dos 200.000 ainda nesta semana.

Vale também lembrar que o Brasil já alcança quase 8 milhões de casos de coronavírus. Entretanto, temos 7 milhões recuperados, o que pode significar 1 milhão de perdas.

Atualmente, somos o 2º país com maior número de mortes, atrás apenas dos Estados Unidos. Além disso, ocupamos o 21º lugar em mortes por milhão de habitantes, com 934 óbitos.

A Bélgica ocupa a 1ª colocação em maior número de mortes por milhão. Aliás, possui quase o dobro de óbitos do Brasil, com 1.700 mortes.

Vacinas chegarão da Índia

Apesar de todos esses dados preocupantes, alguns países já estão realizando campanhas de vacinação. Por exemplo, nos EUA, aplicaram mais de 4,5 milhões das 15 milhões de doses compradas.

No Brasil, o Itamaraty comunicou na última segunda-feira a compra de 2 milhões de doses. Entretanto, a fornecedora indiana, informou que o governo da Índia havia barrado as exportações.

Ao saber do comunicado, as autoridades entraram em contato para negociar. Assim, na manhã da última terça-feira, a Serum confirmou a entrega das vacinas ao Brasil.

A expectativa é de que até dia 20 de janeiro, já tenhamos recebido as 2 milhões de doses. Em seguida, será necessário que a Anvisa autorize a aplicação em nossa população.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.