Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Rio prevê vacinar 5,4 milhões de pessoas contra Covid-19

Dividida em quatro etapas, o Rio prevê vacinação de 5,4 milhões de pessoas. Contudo, essa previsão é referente só à primeira das fases da campanha no estado.

Segundo informações de dados do IBGE, esse número é equivalente a um terço da população. Além disso, neste último domingo (3), houve uma reunião que definiu e divulgou a informação.

Reuniram-se o prefeito (Eduardo Paes), o governador (Cláudio Castro) e o secretário municipal da saúde. Assim, também participaram o secretário estadual da saúde e o representante do Ministério.

Sobre as fases de vacinação

Com a média móvel de casos aumentando no país, o Rio prevê vacinação. Nesse sentido, o secretário estadual da saúde (Carlos Chaves), apresentou todos os detalhes do plano. Assim, deseja-se vacinar:

  • Mais de 800 mil idosos com idade acima de 75 anos;
  • Pouco mais de 545 mil profissionais da saúde;
  • Quase 11 mil idosos em casas de repouso;
  • 339 indígenas.

São esses os números aproximados da quantidade de pessoas a serem inoculadas na primeira fase. Todavia, ainda não há uma data prevista para o início da vacinação.

O Rio prevê vacinação: grupos

Mesmo sem data definida, o prefeito da cidade tem cogitado o começo ainda em janeiro. Segundo ele, a intenção é trabalhar em conjunto para que se inicie no dia 20. Dessa forma, pretende-se vacinar:

  • 2.181.861 idosos entre 60 e 74 anos vacinados na segunda fase;
  • 1.666.359 pessoas com comorbidades vacinadas na terceira etapa;
  • 97.225 professores, 92.205 profissionais das forças de segurança e salvamento;
  • 48.708 pessoas privadas de liberdade e 991 empregados do sistema prisional na quarta.

Como serão necessárias duas doses da vacina, o ideal é ter 10,8 milhões disponíveis. Com isso, a primeira etapa deve ter quantidade o suficiente para imunizar todas essas pessoas.

Rio prevê vacinação

Daniel Soranz, secretário municipal da saúde, anunciou que o Rio prevê vacinação na capital carioca. Além disso, também haverá testagem por aplicativo em um programa para 450 mil pessoas.

Nesse procedimento, o paciente deve indicar os sintomas para ser levado ao local de teste. Igualmente ativo, o secretário estadual também anunciou a compra de seringas para somar ao estoque. 

Covid-19 no Rio de Janeiro

Assim como o Brasil todo, o Rio de Janeiro sofre com problemas causados pelo coronavírus. Nesse sentido, o país tem a média móvel em alta, acima de 700.

O Rio prevê vacinação contra Covid-19 e a urgência se dá pela taxa de letalidade. Enquanto a taxa mundial fica nos 2,18%, a cidade tem uma média de 10,3%. Dessa forma, é preciso de ações de controle e prevenção.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.