Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

China registra primeira morte por covid-19 desde maio

A China divulgou nesta semana a primeira morte por Covid-19 desde o dia 16 maio no país do ano passado. A Comissão Nacional de Saúde afirma que foram confirmados 138 casos de indivíduos que apresentam sintomas e 78 assintomáticos no país, na quarta-feira (13). A morte foi registrada em Hebei, uma província vizinha de Pequim.

Desde o início deste mês, infecções vêm se alastrando em Hebei, principalmente na capital Shijiazhuang, onde ocorreu essa primeira morte por Covid-19 em 2021. Cerca de 600 infecções foram confirmadas na cidade. Autoridades locais pediram à população de 10 milhões de habitantes que realize o teste PCR duas vezes e fique em casa.

Como está a cidade onde ocorreu a primeira morte por Covid-19 neste ano

A província de Heilongjiang, no nordeste do país, também confirmou 43 novos casos na quarta-feira.

O governo da China parece cada vez mais preocupado com o alastramento das infecções, semanas antes do feriado de Ano-Novo Lunar no mês que vem, quando uma enorme quantidade de pessoas se desloca para diversos destinos em todo o país.

O governo tem alertado a população repetidas vezes para evitar viagens não essenciais.

Vacina chinesa

A vacina chinesa Coronavac, criada lá, está sendo fabricada aqui no Brasil pelo Instituto Butatan, sob o comando do governo de São Paulo. A expectativa do governo é vacinar a população paulista a partir do dia 25 de janeiro.

No país onde ocorreu a primeira morte por Covid-19, a vida já é normal, mas com uso de máscara, há alguns meses. Em Wuhan, epicentro inicial da crise, brasileiros têm relatado um vida normal na cidade.

A vacina do laboratório Sinovac teve eficácia global de 51% nos testes feitos no Brasil para casos assintomáticos, de 78% para casos leves e de 100% para casos graves de Covid-19.

Leia ainda: Bolsonaro aprova apoio a estados endividados

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.