Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Operação Lava Jato: “Precisamos atingir Lula”

A defesa do ex-presidente Lula apresentou na última sexta-feira, 12, nova petição ao STF contendo fatos graves identificados nas mensagens da Spoofing no âmbito da Operação Lava Jato. Entre os novos crimes praticados por Sergio Moro e os procuradores da força-tarefa está a ocultação de provas da inocência do Lula, inclusive com adulteração de termo de depoimento.

Além disso, as mensagem mostram a escolha de alvos nas instâncias superiores e a “parceria” do Ministério Público com a juíza Gabriela Hardt, orientando e combinando o processo. Ainda, os diálogos trazem mais evidências da promíscua relação com autoridades norte-americanas para entregar provas e obter recursos da Petrobras.

Na fala, transcrita pelo escritório Teixeira Zanin Martins Advogados, que representa Lula, a procuradora Carol (Carolina Rezende) reafirma  a constatação, agora evidente, de que o ex-presidente Lula foi o alvo central de Sergio Moro e da Operação Lava Jato, para atender objetivos políticos e econômicos.

Em uma das mensagens obtidas junto a Operação Spoofing ela afirma que “depois de ontem, precisamos atingir Lula na cabeça (prioridade número 1), pra nós da PGR, acho qu o segundo alvo mais relevante seria Renan“. Após colocar o “ministro mais novo do STJ”, a procuradora insiste que “aqueles outros (lula e Renan) temas pra nós hj são essenciais p vencermos as batalhas já abertas”.

Veja a mensagem a seguir de membros da Operação Lava Jato:

“Pessoal, fiquei pensando que precisamos definir melhor o escopo pra nós dos acordos que estão em negociação. Depois de ontem, precisamos atingir Lula na cabeça (prioridade número 1), pra nós da PGR, acho q o segundo alvo mais relevante seria Renan. Sei que vcs pediram a ODE [empreiteira Odebrecht] que o primeiro anexo fosse sobre embaraço das investigações. Achei excelente a ideia mas agora tenho minhas dúvidas se o tema é prioritário e se é oportuno nesse momento. Não temos como brigar com todos ao mesmo tempo. Se tentarmos atingir ministros do STF, por exemplo, eles se juntarao contra a LJ, não tenho dúvidas. Tá de bom tamanho, na minha visão, atingirmos nesse momento o min mais novo do STJ. acho que abrirmos mais uma frente contra o Judiciário pode ser over. Por outro lado, aqueles outros (lula e Renan) temas pra nós hj são essenciais p vencermos as batalhas já abertas”.

1 comentário
  1. Sergio Diz

    Será que ainda existe algum louco pra votar em Lula

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.