Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Casos de Covid-19 aumentaram em 68% em São Paulo durante dezembro

O Estado de São Paulo anunciou na quarta-feira (30), que os casos aumentaram em 68%. Assim, foram registrados 11.849 novos casos e 282 mortes pelo novo coronavírus em 24 horas. O que preocupa muito as autoridades de saúde estatais.

Nos dados acumulados de dezembro, cresceu os óbitos em 57% em comparação com novembro. De acordo com os especialistas, o aumento deu-se por conta das festas de final de ano.

Quais são as medidas tomadas pelo governo

O governo decretou que o estado de São Paulo deve entrar em fase vermelha nos seguintes dias:

  • 1º de Janeiro;
  • 2º de Janeiro;
  • 3º de Janeiro.

Isso significa que no período determinado apenas os serviços essenciais poderão funcionar. Dessa forma, o ordenado também valeu para o intervalo dos dias 25 e 27 de dezembro. Mas, algumas cidades não acataram o anúncio e mantiveram-se em funcionamento.

Em todo o território, o total de casos acumulados até o momento são:

  • 1.452.078 contaminados;
  • 1.287.286 recuperados;
  • 154.532 internações que receberam alta
  • 46.477 mortos.

Por isso, saber que os casos aumentaram em 68%, deixa um alerta para todos. Já que os números podem ser ainda mais assustadores e alarmantes.

Como anda o sistema de saúde

As taxas de ocupação de leitos da UTI na Grande São Paulo é de 61,4%. No estado todo os números são de 65,2%. Assim, cerca de 4.877 pessoas estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva.

Todos os 645 municípios possuem ao menos uma pessoa infectada com o novo coronavírus. Sendo que 606 dessas cidades registraram ao menos um óbito ao longo do ano. 

Em dezembro, os casos aumentaram em 68% por decorrência não só das festas de fim de ano. Mas, também, pelo descaso da população com os cuidados básicos de saúde. Porque muitas pessoas têm dispensado o uso da máscara e deixado de lavar as mãos.

Essa mudança de comportamento preocupa, já que o Brasil ainda não tem data para começar a vacinação. Além disso, segundo estudos, ser contaminado uma vez, não garante imunidade em várias circunstâncias.

Caso continue crescendo o número é possível não haver leitos suficientes para atender a população. O que significaria o colapso do sistema de saúde estadual e a perda de ainda mais vidas.

Casos aumentaram em 68%

Segundo o governo de São Paulo, os casos de infecção aumentaram em 68% em dezembro. Um crescimento que deve-se em muito a falta de consciência da própria população. 

Dessa forma, é importante que todos continue mantendo os hábitos de higiene. Bem como respeitando o isolamento social e fazendo uso de máscara. Assim, se todos fizerem sua parte há chances dos casos diminuírem.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.