Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vigilante Penitenciário: 2.524 vagas para nível médio! Até R$2 mil

Do quantitativo de vagas, 2.287 vagas são para homens e 237 para mulheres

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária faz saber aos interessados a abertura de inscrições do edital de processo seletivo simplificado para preencher 2.524 vagas no cargo de Vigilante Penitenciário Temporário. Do quantitativo de vagas, 2.287 vagas são para homens e 237 para mulheres.

Do quantitativo de vagas, 128 serão reservadas aos portadores de deficiência. A remuneração dos vigilantes é de R$ 1.950,00, composto de vencimento, gratificação de risco de vida e auxílio-alimentação. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

Para concorrer a uma das vagas, o candidato precisou ter nível médio completo. O prazo de contratação será de 12 meses nos termos da Lei Estadual nº 13.664/2000.

De acordo com o edital, o Vigilante atuará nas atividades que compreendam tarefas de apoio à segurança, custódia, ressocialização dos privados de liberdade, triagem e escolta dos presos.  As oportunidades são para lotação em Goiânia, Cidade de Goiás, Luziânia, Caldas Novas, São Luís de Montes Belos, Rio Verde, Uruaçu e Formosa.

Os profissionais deverão zelar pela disciplina e segurança dos presos evitando fugas e conflitos; Fazer triagem de presos de acordo com a Lei de Execução Penal; Conduzir e acompanhar em custódia os presos entre as unidades prisionais integradas do Sistema Penitenciário do estado de Goiás; Fiscalizar o comportamento da população carcerária observando os regulamentos e normas em vigor; Providenciar a necessária assistência aos presos em casos de emergências; Fiscalizar a entrada e saída de pessoas e veículos nas unidades prisionais; Verificar as condições de segurança da unidade em que trabalha; Elaborar relatório das condições da unidade em que trabalha; Realizar trabalhos em grupo e individuais com o objetivo de instruir os presidiários neles incluindo hábitos de higiene e boas maneiras; Encaminhar solicitações de assistência médica, jurídica, jurídica social e material ao preso; Exercer com maior grau de complexidade e responsabilidade as atribuições dirigidas à disciplina; Primar pela segurança, fiscalização assistência social educação e coordenação de atividades laborativas do presos, bem como a fiscalização da segurança da unidade; entre outras.

Inscrição e Provas

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 08 horas do dia 04 de outubro e 18 horas do dia 21 de outubro de 2019, no site oficial (www.escoladegoverno.go.gov.br). A taxa de inscrição custará R$40,00.

A seleção contará com prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. As avaliações serão aplicadas no dia 1º de dezembro nas cidades de Goiânia e/ou Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Rio Verde, Cidade de Goiás, Formosa, Luziânia, Uruaçu e São Luís de Montes Belos.

Os locais de provas serão divulgados no dia 20 de novembro. Os gabaritos preliminares serão liberados no dia 02 de dezembro.

Validade

A validade da seleção será de 12 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Informações do concurso
  • Concurso: Diretoria-Geral de Administração Penitenciária de Goiás
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: 2.524
  • Remuneração: R$ 1.950,00
  • Inscrições: entre 08 horas do dia 04 de outubro e 18 horas do dia 21 de outubro de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$40,00
  • Provas: 01 de dezembro de 2019
  • Situação: PUBLICADO

Edital Vigilante Penitenciário GO 2019

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

7 Comentários
  1. Alexandre Diz

    Por essa miséria de salário para cuidar de detentos.Prefiro continuar trabalhando como vigilante patrimonial.
    E não me arrisco tanto,porque o prefeito e o governador, não coloca seus parentes lá para trabalhar como cargo de confiança.

  2. Igor Ferreira lima Diz

    Salário baixo e risco alto

  3. L.Santos Diz

    Agora vejam só. Colocarem vigilante pra pagar mão de obra mais barata e viver os mesmos riscos. Não se iludam com isso. Porque não equiparam os salários? E vem com essa conversa de criar mais empregos. Vamos às mesmas coisas que um agente por um preço mais baixo. Isso é Brasil meus queridos!!!!!

    1. BENEDITO Diz

      Tá loco ganho 2.200 pra trabalhar em escola. QUEM VAI QUERER TRABALHAR COM BANDIDOS PRA GANHAR 1 950 E NAO TER DIREITO A PORTE DE ARMA PARA SE DEFENDER.

  4. Risnaila Diz

    Gostaria muito de participar desse curso

  5. Fernando Ferreira De Lima Diz

    Agente penitenciário e só dinheiro jogado fora do governo ,os vigilantes fazem de tudo nas penitenciárias ,tinha que privatizarem Duma vez

    1. Eder Diz

      Apenas loucos vão se inscrever os mesmos ricos as vezes serão explorados por um salário totalmente incompatível não sejam tolos quem me dá área já sabe disso

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?