Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vai subir? Governo estuda aumentar R$270 no Bolsa Família em 2020

O governo realiza estudos que podem resultar em aumento do valor do Bolsa Família; Valor pode passar de R$130 para R$400; veja quem pode

Mudanças? O governo realiza estudos que podem resultar em aumento do valor do Bolsa Família. Segundo o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, os beneficiários do programa, com mais de 60 anos, recebem, em média, R$ 130 mensais, serão beneficiados pela regra proposta na reforma de pagamento de R$ 400 por mês a partir dessa idade.

Ao ser questionado sobre a perda de renda por quem tem entre 65 e 70 anos (idade mínima a partir do qual será pago um salário mínimo no benefício de prestação continuada se a proposta do governo for aprovada), o secretário destacou que a ideia é não fragilizar o regime de contribuição, ou seja, desestimular as contribuições por parte dos trabalhadores.

“Isso precisa ficar claro para a sociedade. Hoje, não há nitidez entre o que é assistência e previdência. Metade da força de trabalho não contribui [para a Previdência] e terá de ser ajudada com 65 anos. Temos de ajudar, e um pacto moral; Mas não podemos ajudar a fragilizar o sistema contributivo [desestimulando contribuições]”, disse.

Veja também: FGTS em Fevereiro? Posso sacar R$ 498 do benefício no mês que vem?

Regras

A Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) prevê o BPC. Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.

Na proposta da reforma, apresentada ao Legislativo por Bolsonaro, a exigência de que os beneficiários tenham renda mensal per capita inferior a 1/4 do salário mínimo permanece. A medida também determina que tenham patrimônio inferior a 98 mil (Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida).

Bolsa Família

Hoje, o programa usa como linha de corte a situação financeira da família. Os cidadãos classificados em situação de extrema pobreza ou pobreza podem receber valores até R$ 89 e R$ 178, per capita.

O Bolsa Família garante o auxílio de quase 14 milhões de famílias, que estão em situação de miséria e pobreza extrema. O orçamento total do programa chega a R$30 bilhões.

As faixas de enquadramento financeiro passarão por reajustes, conforme informou o ministro da Cidadania, Osmar Terra, ao Estadão. Os novos valores vão ficar entre R$100 e R$200.

É esperado que o valor do benefício aumente para famílias em condições de extrema necessidade. No entanto, despesas com mudanças devem chegar a R$ 7 bilhões.

Leia Também:

top planilha
9 Comentários
  1. Valéria Diz

    Esse sapo boi Bolsonaro cortou meu bolsa família eu tenho 5 guri tô sem trabalhar nunca mais volto nele

  2. Lola Diz

    Político sendo político e já visando sua reeleição para 2022, porém esse aumento não muda todos os demandos desse governo contra o trabalhador, os pobres e a classe média, sua única função é trabalhar para os verdadeiros parasitas desse país: os banqueiros e megaempresarios sonegadores de impostos, pode aumentar o que for, Bolsa Família seja nesse governo ou no anterior continua sendo apenas uma obra eleitoreira, se quisessem mudar as condições das pessoas, focaria na geração de renda através do empreendedorismo, fortalecimento da indústria Nacional etc.

  3. Marluce Santos da cruz Diz

    Que o todo poderoso Deus continue abençoando o nosso presidente

  4. Elifas Diz

    Si nem seguro desemprego a gente consegue receber so porque sacou os 500 reais do saque imediato,detale dinheiro nosso agora o porque esse problema ai o governo quer aumentar bolsa familia

  5. Anderson Diz

    Bolsa família ,muleta de pobre … Enquanto uns passa o dia dando o suor ,outros mamam na teta do governo deixando aqueles que trabalham apenas indignados com tal situação,pois todos somos brasileiros e temos todos os mesmos direito .
    O governo tem que rever a forma de pagamento deste benefício,e estipular limites para quem recebe este benefício como limite de filhos a receber o benefício ou como completo na renda familiar forçando estás pessoas a busca o ingresso no mercado de trabalho movimentando a economia ,só recebe quem trabalha…
    Conheço várias pessoas que recebem o benefício uma dela disse , trabalhar para que o governo me sustenta…

  6. Celeste Diz

    Muito bom ser vor esse falor mesmo

  7. Iranildo Diz

    Acho que o governo deveria dar uma ajuda para aquelas pessoas que ainda não atingiram a idade de se aposentar , e que estão correndo para tentar se empregar e não conseguem ,o governo sabe que a situação não está fácil para essas pessoas, lógico que essas pessoas teriam que não ter nenhum tipo de renda….

    1. Val Diz

      E verdade pricipalmente mulher idosa que tem varios problema de saude e nao consegue se quer trabalhar com faxina e tambem nao e aposentada por conta de tantas regras

    2. Adriana Diz

      Não está nem pagando pouco, imagine mais kkk9mm

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.