Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Último dia: Feirão online do SPC para renegociar dívidas termina nesta segunda

Participam do feirão neste ano, bancos, consórcios, operadoras de telefonia, construtoras, supermercados e empresas do comércio e do ramo de serviços.

O Feirão Online do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) para consumidores que desejam renegociar dívidas termina nesta segunda-feira, 23 de dezembro. O serviço, que também permite “limpar o nome“, oferece descontos de até 90% nas dívidas em atraso, com cerca de 140 empresas participantes.

O Feirão está disponíveis em 15 cidades do país – São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), São Luis (MA), Teresina (PI), Rio Branco (AC), Manaus (AM), Feira de Santana (BA), Ibirité (MG), Pato Branco (PR) e Santo Antônio da Platina (PR).

Participam do feirão neste ano, bancos, consórcios, operadoras de telefonia, construtoras, supermercados e empresas do comércio e do ramo de serviços. Além dos descontos oferecidos pela empresa, são oferecidos opções de renegociação parcelamentos maiores ou novo prazo para quitar a dívida.

Para renegociação das dívidas e limpeza do nome no feirão do SPC, o consumidor deverá verificar no site do feirão se a empresa para a qual ele está devendo está participando. Após isso, um cadastro deve ser feito no mesmo site após a confirmação do cadastro. Em seguida, o consumidor deve consultar o seu CPF para checar se tem alguma pendência.

Vale lembrar que a consulta é feita de maneira gratuita. Ao entrar no sistema, o consumidor deve verificar se ela está disponível para renegociação dentro do próprio site após a renegociação. O consumidor pode baixar os boletos com as novas condições de pagamento.

De acordo com dados do SPC Brasil, a quantidade de pessoas que têm contas em atraso cresceu 1,58% em outubro na comparação com o mesmo mês de do ano passado. Veja os dados:

Instituições Financeiras: maior parte das dívidas, com 53%;

Comércio: 17% do total de dívidas

Setor de Comunicação: 12%

Água e Luz: 10%

Segundo o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, a época do fim de ano é um momento propício para quitar dívidas, uma vez que muitos consumidores recebem o 13º salário.

Além disso, ele cita ainda a recente liberação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pelo governo.

“Quem está inadimplente deve priorizar o pagamento de dívidas com esse dinheiro. Estamos nos aproximando das festas natalinas, que é um período em que todos gostam de presentear e aproveitar as promoções. Para isso, é importante fazer um esforço para quitar as dívidas e consumir com responsabilidade para não reincidir nos atrasos”, disse Pellizzaro Junior em nota.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?