Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tema da redação do ENEM 2018 é “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”

Provas são aplicadas neste domingo para mais de 5 milhões de inscritos; Gabaritos em Tempo REAL a partir das 19h

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2018 é “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet“. A informação foi confirmada através da conta do twitter oficial do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 ocorre neste domingo, 04 de novembro, em 1.725 municípios de todo o Brasil. Os portões dos 10.718 locais de prova foram abertos às 12h e fechados às 13h. A aplicação começou às 13h30 e segue até as 19h. Os participantes de todas as unidades da federação devem seguir o Horário de Brasília, que desde a madrugada está com Horário de Verão vigente.

O primeiro domingo reúne as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e a redação. Os gabaritos do ENEM 2018, com correção em tempo real, poderão ser conferidos ainda neste domingo em nosso site.

O Enem oferece atendimento especializado, específico e por nome social, além de garantir 15 recursos de acessibilidade. Os participantes podem solicitar mais de um atendimento e mais de um recurso de acessibilidade, desde que justifiquem a necessidade. O atendimento especializado teve 35.335 solicitações, de 29.926 participantes diferentes, sendo a maioria para deficiência auditiva (11.252), deficiência intelectual (7.687) e baixa visão (6.415).

Os atendimentos específicos tiveram 15.084 inscritos, de 11.790 participantes diferentes, sendo a maioria para outras condições específicas (7.273) e lactantes (2.360). As solicitações de atendimento por nome social, para participantes transexuais e travestis que quiserem ser identificados no Exame em consonância com sua identidade de gênero, foram feitas até 3 de junho.

Inscritos no ENEM 2018

A edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebeu 6.774.891 inscrições e tem 5.513.662 (81,3%) participantes confirmados para as provas dos dias 04 e 11 de novembro. O número é mais próximo ao de participantes que efetivamente comparecem às provas (4.714.088, no Enem 2017). Nos últimos cinco anos, a média de abstenção no Enem foi de 29%.

Esta é a primeira edição do Enem em que a solicitação de isenção foi anterior à inscrição, e que os participantes que estavam isentos e faltaram tiveram que justificar a ausência para obter novamente a gratuidade. Dos 2.017.253 ausentes no Enem 2017, 1.692.074 (83,8%) estavam isentos. Dos 222.132 ausentes reincidentes, 206.100 (92,7%) não tinham pagado para fazer o Exame. Apenas 4.345 conseguiram justificar a ausência.

Perfil dos participantes

O ENEM 2018 registrou a participação de mais mulheres: 59,1% dos inscritos confirmados são do sexo feminino e 40,9%, do masculino. Os participantes com 18 anos representam 17% do total; os de 19 anos, 15,9%; e os de 20 anos, 10,5%. Aqueles com idade entre 21 e 30 anos representam 33,8% do total.

Em relação à situação escolar, 58,6% já concluíram o Ensino Médio; 29,7% é concluinte em 2018 e 10,6% concluirá após 2018, compondo o grupo dos participantes que fazem o Exame com objetivo de autoavaliação, os chamados “treineiros”. Desde 2017 o Enem não certifica o Ensino Médio, função que retornou ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

“O Enem 2018 concretiza uma série de medidas adotadas pelo Inep e MEC desde 2016 com o objetivo de reduzir o número de ausentes, que em cinco anos foi responsável por um prejuízo de R$ 1 bilhão aos cofres públicos”, informou o Instituto. Hoje, o Enem tem um custo estimado de R$ 84,66 por participante. A inscrição custou R$ 82, mas 64% dos inscritos é custeado pelo Governo Federal.

As regiões Sudeste e Nordeste concentram a maioria das inscrições, com 37% e 33%, respectivamente. As regiões Norte e Sul têm 11%, cada, e o Centro-Oeste tem 8% dos participantes.

Os Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco são os estados com maior número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2018. Veja o quantitativo de inscritos para cada Estado:

INSCRIÇÕES CONFIRMADAS POR UF

Centro Oeste
8%

DF 106.309
GO 190.587
MT 96.793
MS 72.392

Norte
11%

AC 38.349
AP 40.621
AM 123.800
PA 281.808
RO 61.933
RR 14.067
TO 54.392

Sul
11%

PR 237.339
RS 243.295
SC 125.360

Nordeste
33%

AL 87.977
BA 398.490
CE 328.561
MA 216.755
PB 151.494
PE 307.317
PI 119.379
RN 124.046
SE 77.047

Sudeste
37%

ES 111.956
MG 583.025
RJ 383.241
SP 937.329

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Perfil dos isentos

De acordo com o INEP, a maioria dos participantes isentos, 39,7%, teve o direito de não pagar a taxa de inscrição por terem cursado todo o Ensino Médio na rede pública ou como bolsista integral na rede privada, além de terem renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio (Lei 12.799/13).

Os concluintes do Ensino Médio em escola da rede pública representam 19,2% do total de isentos. Na sequência, representando 4,7% do total, estão os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica por serem membro de família de baixa renda que possua NIS e, concomitantemente, terem renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos (Decreto 6.135/07). O novo critério garantiu a isenção para 7.051 (0,13%) participantes que atingiram a nota mínima para certificação no Ensino Médio por meio do Encceja 2017.

Fim do ‘ranking’ do Enem por escola

O MEC também decidiu que não haverá mais o resultado do Enem por escola – dado que costuma ser disponibilizado anualmente. A lista é popularmente conhecida como ‘ranking’ do Enem por escolas.

Sobre a exclusão desse dado, a presidente do INEP Maria Inês Fini afirmou que a mudança é uma reivindicação antiga dos especialistas em educação. “O Enem não avalia escola, avalia o estudante e isso é só um dos muitos indicadores para poder avaliar uma escola”.

Ainda sobre o cancelamento do resultado por escola o ministro da Educação, Mendonça Filho afirmou que “o ranking das escolas que é utilizado como propaganda e não é missão do Estado brasileiro estabelecer esse ranking, produzia um desserviço e uma desinformação”.

Certificação do ensino médio

O MEC já havia informado que o Enem não poderia mais ser usado como certificação do ensino médio. Os jovens poderão obter o documento pelo Encceja (Exame Nacional de Certificação De Competências de Jovens e Adultos) – tanto para ensino fundamental quanto para ensino médio.

Cronograma ENEM 2018

  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: entre 02 e 11 de abril de 2018
  • Justificativa de ausência no ENEM 2017: entre 02 e 11 de abril de 2018
  • Inscrições: entre 07 e 18 de maio de 2018
  • Pagamento da taxa de inscrição: entre 07 e 23 de maio de 2018
  • Solicitação de Atendimento pelo Nome Social: entre 28 de maio e 03 de junho de 2018
  • Aplicação: 04 de novembro e 11 de novembro de 2018

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?