Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saque do FGTS de R$998 já pode ser feito; veja quem pode

Os novos valores vão contemplar R$10 milhões de trabalhadores, que resultarão em aproximadamente R$ 2,6 bilhões a mais em relação ao previsto inicialmente.

Os trabalhadores já podem receber o valor de seu saque nos canais físicos da Caixa Econômica Federal. Os cotistas vão ter direito a sacar, de uma vez só, os valores já com o novo limite de R$ 998, caso estejam enquadrados nas regras previstas na Lei 13.932/2019.

Nos termos da lei, o novo limite para trabalhadores que tinham até um salário mínimo (R$ 998) de saldo na conta vinculada do FGTS em 24 de julho de 2019, data da publicação da Medida Provisória (MP) 889/2019, que autorizou a nova modalidade de retirada.

Os novos valores vão contemplar R$10 milhões de trabalhadores, que resultarão em aproximadamente R$ 2,6 bilhões a mais em relação ao previsto inicialmente.

Na sexta-feira, 20 de dezembro, a Caixa Econômica Federal começou a pagar o valor complementar do saque imediato ou emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a outubro que já tiverem debitado anteriormente os R$ 500 de sua conta FGTS. Segundo informações da Caixa, o acréscimo do valor estará disponível no mesmo canal de atendimento utilizado anteriormente pelo trabalhador.  Quem nasceu em novembro e dezembro tiveram os saques liberados no dia 18 de dezembro.

Para quem optou por crédito em conta, a diferença entre o valor já creditado e o novo limite, quando for o caso, vai ser depositado automaticamente no dia 20, na mesma conta em que foi creditado o valor do saque imediato anteriormente. Os valores estarão disponíveis para retirada pelo trabalhador até 31 de março de 2020.

Pagamento

A partir do dia 20 de dezembro, os trabalhadores que já receberam o saque-imediato de R$500 poderão consultar se têm novos valores a receber. Segundo informações da Caixa, a data prevista de recebimento e o valor estarão disponíveis no site oficial do banco ou no App FGTS. O trabalhador que tenha solicitado o desfazimento do saque imediato nos canais de atendimento também não receberá os valores complementares.

Os valores estarão disponíveis para saque pelo trabalhador até 31 de março de 2020. “A CAIXA seguirá a estratégia de atendimento que tem sido muito bem sucedida, inclusive com o modelo simplificado de pagamento, e atenderá com tranquilidade os mais de 10 milhões de trabalhadores que receberão valores complementares do Saque Imediato”, disse o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.