Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saque de R$998 do FGTS começa amanhã, 20; Veja quem pode

Os novos valores citados contemplam mais de 10 milhões de pessoas e trarão um incremento de aproximadamente R$ 2,6 bilhões em relação ao previsto inicialmente.

A CAIXA vai efetivar a liberação do valor complementar do Saque Imediato do FGTS a partir do dia 20 de dezembro de 2019, na próxima sexta-feira. A Lei 13.932/2019, que converteu a MP 889/2019, estabelece novo limite de valor para trabalhadores que tinham até um salário mínimo (R$ 998,00) na conta vinculada do Fundo no dia 24 de julho de 2019.

Segundo informações da Caixa, quem se enquadra nessa condição poderão realizar o saque do total do saldo da conta posicionado naquela data. Os novos valores citados contemplam mais de 10 milhões de pessoas e trarão um incremento de aproximadamente R$ 2,6 bilhões em relação ao previsto inicialmente.

Os trabalhadores nascidos de janeiro a outubro que já tiverem o valor do Saque Imediato de R$ 500 debitado de sua conta FGTS terão direito a sacar o valor complementar pelo mesmo canal de atendimento utilizado anteriormente. Para aqueles que optaram por crédito em conta, a diferença entre o valor já creditado e o novo limite, quando for o caso, será depositado automaticamente na data de 20 de dezembro, na mesma conta em que foi creditado o valor do Saque Imediato anteriormente.

Quem nasceu em novembro ou dezembro e que vão receber o valor do seu saque imediato nos canais físicos da CAIXA poderão sacar os valores já no novo limite, caso estejam enquadrados na nova Lei, de uma só vez, a partir o dia 18 de dezembro de 2019.

Os trabalhadores que possuíam saldo acima de R$ 998,00 em 24 de julho deste ano só terão direito ao Saque Imediato de até R$ 500 por conta de FGTS. Aqueles que tinham até R$ 500 na conta de FGTS naquela mesma data não terão valores complementares a receber.

Os valores estarão disponíveis para saque pelo trabalhador até 31 de março de 2020. “A CAIXA seguirá a estratégia de atendimento que tem sido muito bem sucedida, inclusive com o modelo simplificado de pagamento, e atenderá com tranquilidade os mais de 10 milhões de trabalhadores que receberão valores complementares do Saque Imediato”, disse o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães.

Leia Também:

top planilha
8 Comentários
  1. Josiane Diz

    Fica complicado porque alguns recebe e outros não! !! Direitos tem que ser iguais..

  2. Iolanda Diz

    Deveria ser pra todos que discriminação

  3. Amarildo Diz

    Em outubro Eu saquei 1.500 agora eu teu direito de novo ???

  4. Amarildo Diz

    Em outubro Eu saquei 1.500 agora eu teu direito de novo

  5. Tavares Diz

    O saque deveria ser feito para todos desde quem tem saldo a mais de $998 na conta do fgts até Julho deste ano ou quem tinha até $998.
    Até pq o Fgts é direito do trabalhador e restringir esse saque a quem tem mais saldo na conta ( que são mtos ) não da sentido a estratégia usada para alavancar a economia do país como foi dito pelo Governo.

    1. Joana marcelino de Oliveira Diz

      Eu saque 500 eu tenho direito a sacar o restante??

  6. Marileni Diz

    Quem vão receber som aqueles que tem pouco tempo de casa

  7. Jarbas Diz

    Eu já recebi os 998 posso retirar mais 500

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.