Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Processo seletivo SEDUC MA 2017: Saiu o edital com 674 vagas!

Saiu edital. A Secretaria de Estado da Educação do Maranhão faz saber aos interessados a abertura de processo seletivo (Processo seletivo SEDUC MA 2017) para preencher 674 vagas nos cargos de Alfabetizadores e Coordenadores de Turmas. A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA tem a responsabilidade da seleção.

De acordo com o edital de processo seletivo SEDUC/MA 2017, as oportunidades são destinadas aos municípios de Água Doce do Maranhão, Milagres do Maranhão, Governador Newton Bello, Itaipava do Grajaú, Aldeias Altas, Santana do Maranhão, São João do Carú, São Raimundo do Doca Bezerra, Lagoa Grande do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, São Roberto, Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão Afonso Cunha e Belágua e seus povoados.

Cargos e Salários do Processo seletivo SEDUC MA 2017

O cargo de Alfabetizador requer o nível médio completo. A jornada de trabalho será de 20 horas semanais e o salário chegará a R$600,00. Já a função de Coordenador de Turmas requer nível superior completo ou incompleto. O salário será de R$ 900,00 por jornada de 20 horas semanais.

O Alfabetizador terá missão de alfabetizar jovens a partir de 15 anos, adultos e idosos; Participar de maneira ativa, assídua e pontual de todos os momentos reservados à formação pedagógica e ao acompanhamento da Jornada; Conhecer e utilizar adequadamente os instrumentais de ensino-aprendizagem do método de alfabetização proposto; Assistir, antecipadamente, o roteiro audiovisual relativo a cada aula, planejando a abordagem a ser feita junto aos alfabetizandos, definindo as atividades e os materiais necessários a cada aula diária; Elaborar o plano de aula previamente de forma a projetar a superação das dificuldades que venham surgir durante o processo de alfabetização; entre outras funções.

Já o Coordenador deverá Conhecer e orientar adequadamente a utilização dos instrumentais de ensino-aprendizagem do método de alfabetização proposto; Participar de maneira ativa, assídua e pontual de todos os momentos reservados à formação pedagógica e do acompanhamento da Jornada; Apoiar o alfabetizador nas visitas aos alfabetizandos que se fizerem ausentes por mais de cinco dias, visando seu retorno e continuidade dos estudos; e Realizar o acompanhamento sistemático das turmas, entre outras atribuições.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?