Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Prejuízo na Petrobras: Greve pode gerar dano de R$55,9 milhões; Entenda

A informação consta no acordo assinado nesta semana entre a estatal e representantes de sindicatos que pôs fim à greve iniciada no dia 1º de fevereiro.

Prejuízo na Petrobras. Os danos gerados pela greve dos petroleiros em virtude do pagamento de horas extras e de salários de trabalhadores temporários são estimados em R$ 55,9 milhões.

A informação consta no acordo assinado nesta semana entre a estatal e representantes de sindicatos que pôs fim à greve iniciada no dia 1º de fevereiro.

O valor quase alcança o total de multas impostas aos sindicatos em função da paralisação, fechado no valor de R$ 58,8 milhões. A Petrobras, no entanto, vai receber apenas 4,2% desse total, R$ 2,47 milhões, segundo a negociação realizada hoje no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Por outro lado, o combinado é que a Petrobras desconte dos trabalhadores metade dos dias que estão parados, enquanto a outra metade vai ser compensada por meio de bancos de horas no prazo máximo de 180 dias. Não haverá punições por participação pacífica na greve.

Petrobras não será privatizada

Já há algum tempo que a privatização de estatais vem sendo discutida, porém, houveram na terça-feira, 18 de fevereiro, algumas atualizações por parte do secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar. De acordo com ele, a Petrobras, Caixa Econômica e Banco do Brasil não estão nos planos de privatização.

Vale lembrar que essa notícia não é novidade: ainda em 2019, Mattar já havia afirmado que a Petrobras, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil não estavam para ser privatizadas e, em entrevista à CBN, o secretário disse que elas estão fora da lista de privatização pelo “forte clamor” para que se mantenham estatais.

“Temos um universo de empresas. No site do Ministério da Fazenda, há 698 ativos empresariais listados. Com certeza, a Caixa, o Banco do Brasil e a Petrobras não estão nos planos de privatização neste governo. Não está dentro do nosso mandato. Vamos vender tudo o que é possível e deixar essas três para o final, talvez o próximo governo”, disse ele sobre o assunto.

Ele fez essa declaração na terça-feira, 18, durante o evento CEO Conference Brasil 2020, do banco BTG Pactual.

Veja também: Concurso da Polícia Civil: 1.800 vagas para Agente Policial; Salário de R$13.751,51

Leia Também:

top planilha
1 comentário
  1. João José Diz

    Como assim dano?
    Agora os trabalhadores vão ter que trabalhar de graça.
    Se eles fizeram horas extras, eles têm que receber….
    Quem trabalha de graça é relógio! (nem isso)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.