Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pente-fino: Saiba como evitar a perda do benefício do INSS em 2019

Foi publicada no Diário Oficial da União, a resolução que autoriza o início das revisões dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o chamado pente-fino, com base na medida provisória 871, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) no mês passado. O objetivo do governo é combater fraudes ao sistema e economizar até R$ 9,8 bilhões.

De acordo com o Instituto, a expectativa é que sejam analisados até 3 milhões de benefícios em 18 meses. O órgão vai analisar benefícios como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, com indícios de irregularidades apontadas pelos órgãos de controle (Tribunal de Contas da União – TCU, Controladoria-Geral da União – CGU) e a Força Tarefa Previdenciária.

A resolução vai permitir uma análise dos pedidos de benefícios feitos ao INSS pendentes há mais de 45 dias. De acordo com informações do portal UOL, dentre os benefícios com indícios de irregularidades, o órgão vai priorizar os mais antigos, os com potencial de acúmulo indevido e aqueles com pendências ou com pedido de revisão há mais tempo.

Como vai funcionar o pente-fino?

A previsão é que o pente-fino do INSS dure até 2020, com possibilidade de ser prorrogado até 2022. O cidadão que tiver algum indício de regularidade em seu benefício vai ter 30 dias para apresentar sua defesa, com os documentos adicionais ou de suporte solicitados. Para o trabalhador rural, o agricultor familiar e o segurado especial, esse prazo está fixado em 60 dias.

Os documentos podem ser apresentados através do sistema do Meu INSS, no qual o usuário tem de estar cadastrado, ou em agência da Previdência Social.

Como posso saber se fui convocado?

De acordo com o governo, quem for selecionado será notificado pela rede bancária e, caso necessário, por meio de carta no endereço cadastrado no INSS. Por isso, o órgão recomenda manter o endereço atualizado. No caso da rede bancária, a convocação é informada no extrato do benefício, emitido quando o segurado vai ao caixa sacar o pagamento, conforme informa o portal da UOL.

O que leva à perda do benefício?

Não enviar os documentos exigidos pelo INSS dentro do prazo de defesa ou ter os documentos enviados considerados insuficientes ou improcedentes.

Como evitar a perda do benefício?

No primeiro passo, para evitar a suspensão do benefício é importante manter os dados cadastrais atualizados no INSS, como o endereço, para não correr o risco de ser notificado e não ver essa notificação.

De acordo com o UOL, o INSS pode considerar o segurado convocado para a revisão mesmo que ele não veja a notificação e vai suspender o benefício caso a pessoa não responda à convocação dentro do prazo. Os dados pessoais podem ser checados e atualizados através do Meu INSS (aplicativo ou site).

É possível recorrer?

Quem tiver o benefício suspenso poderá recorrer pela conta do Meu INSS, ou em agência da própria Previdência Social. O recurso deve ser aberto dentro de 30 dias contados a partir da notificação de perda do benefício pelo INSS.

Peritos ganharão bônus de R$57,50

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Para dar conta do volume extra de trabalho, o governo autorizou o pagamento de um bônus de R$ 57,50 aos peritos por revisão concluída, após uma cota mínima exigida.

Segundo o INSS, cerca de 11 mil servidores se inscreveram para participar das revisões e, com isso, ter direito ao bônus.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

16 Comentários
  1. Alberto Diz

    Querem ser tão certinho e paga propina pra médico. Cortar benefício isso e um cúmulo

  2. Alberto Diz

    Parabéns esse bolsonaro não vale nada aliás nós estamos perdido nenhum desses presidentes que se elegeram durante os 20 anos antecedente não dá conta nem das fazendas deles que tiraram um país inteiro

  3. Cida Diz

    Tenho. 52. Anos. Idade. 30. De. Contribuição posso. Dar. Entrada. Na. Minha. Aposentadoria

  4. wesley Diz

    É realmente muito injusto, pois estou acidentado a quase 10 anos, encurtamento da perna direita de quase 8cm, coluna toda ferrada, não aguento andar mais que 10 a 15 mts, o tempo todo sentado ou deitado. Acompanhamento médico permanente e remédios controlados, no entanto fiz uma perícia no início do mês e fui suspenso o que mais me intrigou foi que o perito é um Pneumologista e meus traumas é de Ortopedia.
    Não é mesmo interessante? ???

  5. EDNALVA SOUZA LEMOS Diz

    Esse presidente miserável q aumentar a taxa de suicídios,pq não tem emprego para os jovens vai ter para os idosos q recebe seus benefícios ,se recebem é pq de alguma forma trabalhou.

    1. EDNALVA SOUZA LEMOS Diz

      Lógico q não.

  6. Lisete Diz

    Quem ja foi chamado ,vai ser chamado novamente??

    1. EDNALVA SOUZA LEMOS Diz

      Lógico q não.

  7. Sandra Diz

    Concordo com vc Rosely, como o governo cria um projeto pra acabar fraudes oferecendo dinheiro extra pra os peritos realizar um trabalho que é obrigação deles. O presidente quer consertar as fraudes criando propina. Um absurdo!!!

  8. Rosely Melo de Souza Diz

    Pagar peritos ,ou seja incentivar, peritos,dando dinheiro a mais ,já diz a mal intenção de deixar as pessoas injustiçadas. É claro que eles darão alta a vontade querem ganhar esse incentivo ,mais tem Deus pra dar do que o diabo pra tirar

    1. Brasileiro Diz

      Eh, concordo, mais uma pra alguém ganhar dinheiro, como saberão que estão, os peritos, fazendo corretamente. Sem contar que alguns não são tão qualificados, apenas indicados… “quem tem amigo não morre pagão” neh…… Boa sorte a nós brasileiros, muita fé.

  9. Raucilio Araújo de oliveira Diz

    Meu filho ta aguardando a analize
    Ele vai entrar nesse pente fino?

  10. Anita Leocádia Carrasco Pereyra Diz

    Tenho 72 anos e descontei para o INSS durante 40 anos…e meu advogado …na época me aposentou como idosa…portanto meu salário e mínimo…gostaria de saber como posso reverter tal situação.Por favor me respondam.Grata.Anita Leocádia Carrasco Pereyra

  11. Euza Luzia Diz

    Tomara q eu nao entro nessa nao contribuir mais de 20 anos ja fiz 60 trabalho deste meus 12 anos so nao tenho esses tempo de contribuição mas ja contribuir para o Brasil grecer muitos dijolinhos passou nas minhas mãos priciso da minha aponsatadoria pra mim cuidar da minha saúde pir q não tira deles q o salario e um furtuna sem pegar no passado pir os pibre q ja trabalhou sem carteira assinada na csa de familia nas olarias fazendo tijolos sem ter direito a nada tem muitagente q numca contribuí mas q envelheceu trabalhando quase de graça pra esses riquinhos q no meu tempo de criança a gente q e pobre e eprorado pelos maoir precisavamos de comer e sobreviver Brasil sempre trata os pobre como se fosem licho seus gorvenates pense nis pobre sem nos o Brasil numca vai pra frente e nos pibre q fazem voceis ricos eu nao gostaria numca de ser brasileira e muita judiação com nos pobres e com nossos jovens nao aprovo essa mudança não e nos pobre q vai sofre essa mudança

  12. Raucilio Araújo de oliveira Diz

    Boa noite
    Como ficará as aspessoas que estao esperando ser analisados pelo inss os benefícios como BPC /LOAS/? Porque no caso do meu filho foi dado entrado no inss da parquelandia em Fortaleza em setembro de 2018 e en dezembro nós fomos pessoalmente levando os documentos originais e protocolado .
    E fiz um cadastro no inss .
    Foi deixado email.
    Deixei o meu : [email protected] e estou sempre vendo pelo aplicativo.
    Dessa forma devo ficar acompanhando pelo aplicativo o resultado do análise.
    Por favor me oriente

  13. Regiane Fonseca Diz

    Uma pessoa com problemas psiquiátricos toma dez ou mais remédios por dia não conseguirá o benefício para o médico ganhar 57,00 a mais. É justo.

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?