Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pandemia: Veja mudanças na aplicação do ENEM e de vestibulares

Como ficam as provas diante da necessidade de distanciamento social? Veja atualizações até o momento

Que a pandemia do novo coronavírus transformou a vida de todos não é mais novidade. Nesse sentido, ENEM e vestibulares do País inteiro precisaram sofrer alterações em seus cronogramas.

Os objetivos maiores envolvem evitar aglomerações e facilitar o acesso dos participantes, uma vez que o vírus é de alta e rápida transmissibilidade.

A seguir você entende melhor como está o panorama de aplicação dessas avaliações até o momento.

ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) permanece sem data oficial para ser realizado. No entanto, foi criada uma versão online, denominada ENEM Digital, a qual pode ser aderida por pessoas que tiverem acesso à internet.

Com a pandemia da Covid-19 e após pressão social, o Ministério da Educação decidiu lançar uma enquete com os inscritos para escolher os melhores dias para as provas.

Essa enquete fica disponível até o dia 30 de junho na Página do Participante  Lembrando que é preciso fazer o login com CPF e senha, que são os mesmos dados utilizados no cadastro.

As possíveis datas para o ENEM são:

Primeira opção:

Enem impresso: 6 e 13 de dezembro de 2020 / Enem Digital: 10 e 17 de janeiro de 2021

Segunda opção:

Enem Impresso: 10 e 17 de janeiro de 2021 / Enem Digital: 24 e 31 de janeiro de 2021

Terceira opção:

Enem impresso: 2 e 9 de maio de 2021 / Enem Digital: 16 e 23 de maio de 2021

Até então, a principal modificação já estabelecida para se adaptar ao cenário da pandemia foi o ENEM Digital, que permite menores aglomerações de pessoas.

Fuvest

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Apesar de atualmente o ENEM ser o processo seletivo mais visado por quem deseja ingressar no ensino superior, vestibulares continuam sendo porta de entrada para universidades.

O da Fuvest é o principal deles e representa a Universidade de São Paulo (USP).

As informações divulgadas até o momento mostram apenas o período para que os interessados peçam isenção na taxa de inscrição. Essa solicitação pode ser feita até o dia 10 de julho.

A taxa para quem não pedir / conseguir a isenção é de R$ 182.

Datas da Fuvest divulgadas

A respeito das reformulações nas datas e modalidades de aplicação em razão da pandemia a Universidade ainda não se pronunciou.

Por enquanto, continuam valendo as inscrições, de fato, entre 10 de agosto e 18 de setembro; primeira fase da prova em 29 de novembro e segunda fase nos dias 3 e 4 de janeiro de 2021.

Unicamp

Também podemos citar a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) como uma das principais do País. Estudantes do Brasil inteiro prestam esse vestibular para diversos cursos, sempre muito concorridos.

Apesar do período de inscrições já ter sido determinado: entre 31 de julho e 8 de setembro, as datas das provas ainda são uma incógnita.

De acordo com a Comvest, que organiza a aplicação das avaliações da Unicamp, ocorrerão mudanças no vestibular por conta da pandemia.

Entre as novas medidas estão a redução do tamanho da prova, bem como a divisão da primeira fase em duas datas diferentes Assim, não haverá muitos candidatos compartilhando o mesmo espaço.

Previsão de datas

A especulação é que a Unicamp realize suas provas somente em 2021. A primeira fase deve acontecer em janeiro e a segunda em fevereiro. O cronograma do ENEM que deve ser o fator de decisão para essas datas.

A isenção da taxa de inscrição da Unicamp pode ser feita até 8 de julho.

Universidades com provas digitais

Como falamos anteriormente, uma das novidades em decorrência da pandemia é o ENEM Digital. Essa alternativa também é oferecida por faculdades diversas, facilitando a vida de muitos candidatos.

Algumas delas:

  • UCP (RJ)
  • UCB (DF)
  • Mackenzie (SP)
  • ESPM (RJ / RS / SP)
  • Uniube (MG)
  • UniEvangélica (GO)
  • UCSal (BA)
  • UCDB (MS)

Medidas de segurança no ENEM e em vestibulares

Embora muitas pautas ainda estejam em análise pelas bancas organizadoras e universidades em si, assim como pelo ENEM, há como considerar medidas globais de segurança para as aplicações de tais provas.

Considerando o que recomenda o Ministério da Saúde, os próximos vestibulares e o ENEM presencial podem ter as seguintes regras:

  1. Uso de máscaras
  2. Uso de álcool em gel
  3. Aferição da temperatura na entrada das salas
  4. Menos pessoas nas salas de aplicação da prova
  5. Menos fiscais de prova
  6. Distância de pelo menos um metro entre um candidato e outro
  7. Dois ou mais dias para realizar certos vestibulares
  8. Salas mais ventiladas
  9. Limpeza constante de banheiros e demais superfícies

E então, está se sentindo seguro para a realização do ENEM e vestibular em meio à pandemia? Conte para a gente o que espera das próximas avaliações!

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?