Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

INSS: saiba como conseguir aposentadoria mais fácil e não deixar nada a desejar

Com INSS demorando de entregar aposentadoria, é preciso dobrar a atenção na hora de pedir a aposentadoria para diminuir o tempo de espera e conseguir a aposentadoria mais depressa; saiba exatamente como proceder.

Quem não consegue aposentadoria automática assim que faz o pedido pelo Meu INSS ou por meio do telefone 135, tem que esperar numa fila que aguarda convocação; e mesmo depois de esperar na longa fila do INSS para receber a aposentadoria, o trabalhador precisa já estar preparado para cumprir uma série de exigências para conseguir o benefício.

Isso é importante porque entre 956,3 mil solicitações realizadas em outubro do ano passado, 434,5 mil (45,4%) foram recusadas, de acordo com o boletim mais recente da Previdência.

Se preparar durante a espera na fila para cumprir com as exigências do INSS, como entregar documentos complementares, aumenta as chances de o trabalhador conseguir a aposentadoria logo.

Como solicitar a aposentadoria direito

Para quem já pediu ou ainda vai solicitar a aposentadoria, a consulta ao extrato do Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais) vai fornecer pistas sobre a possível necessidade de comprovar vínculos de trabalho ou algum período de contribuição.

O extrato do Cnis pode ser retirado em uma agência da Previdência, depois de agendamento pela internet ou telefone, ou consultado diretamente pelo site Meu INSS, depois de o interessado fazer um cadastro.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

A consulta vai revelar se o tempo de contribuição é suficiente para o benefício requisitado. Se não for, é provável que aconteça a convocação para levar documentos ao posto.

Vale lembrar que para o INSS, as anotações originais na carteira profissional são provas plenas da contribuição e devem ser suficientes para garantir o direito. Porém, se o candidato à aposentadoria não tiver esse documento, o INSS costuma pedir a cópia da ficha de registro do funcionário na empresa cujo vínculo precisa ser comprovado. Também é comum que o INSS exija uma declaração assinada pelo empregador.

INSS

O que fazer se o pedido de aposentadoria estiver “travado”

  • Quem vai pedir ou já pediu uma aposentadoria ao INSS tem que se preparar para comprovar que tem direito ao benefício
  • É comum que algumas contribuições não estejam cadastradas, sendo necessário que o trabalhador apresente os comprovantes.

Veja abaixo um passo a passo para saber, antes ou depois de pedir o benefício, se será preciso dar mais informações ao INSS:

Extrato previdenciário

  • Se todas as contribuições estiverem registradas no Cnis (extrato de contribuições), é possível que a aposentadoria saia de forma automática
  • O ideal é consultar o Cnis antes de fazer o pedido. Para quem já fez o requerimento e não teve o benefício automático, a consulta ao Cnis pode apontar o que será necessário fazer para liberar o benefício.

Como pedir o Cnis
Confira as duas formas de consultar o Cnis:

1) Retirando no posto do INSS

  • Peça pelo telefone 135 ou acesse o site meu.inss.gov.br
  • Se optar pelo site, clique em Agendamentos/Solicitações
  • Informe o seu nome completo, CPF e data de nascimento
  • Assinale em “Não sou um robô” e clique em “Continuar sem login”
  • Na tela seguinte, abaixo, clique em “Novo Requerimento”
  • Escolha “Agendar para Retirada de Extratos” e, depois, “Extrato Previdenciário (Cnis)
  • Avance e, se necessário, atualize suas informações para contato
  • Informe seu CEP para que o sistema localize o posto mais próximo
  • Escolha a agência e compareça ao local na hora e data marcada
  • Leve um documento oficial de identificação com foto e o CPF

2) Consultar pela internet

  • Utilize o aplicativo Meu INSS ou acesse meu.inss.gov.br
  • Caso já tenha uma senha, clique em “Entrar”
  • Se não tem senha, escolha a opção para cadastrar uma
  • Informe o CPF e a senha para entrar no sistema do Meu INSS
  • Após entrar, a tela inicial informa o seu tempo de contribuição
  • Para ver o extrato, clique em “DETALHAR TEMPO” ou em “Extrato de Contribuição (Cnis)”.

Se faltarem recolhimentos
O segurado vai precisar entregar documentos ao INSS se as contribuições que aparecem no Cnis forem insuficientes para a concessão do benefício solicitado ou, ainda, se a consulta ao Cnis revelar que existem vínculos de trabalho com pendências.

Documentos
Vale lembrar que os documentos que o INSS solicita variam de acordo com o tipo de vínculo ou contribuição que ele precisará comprovar. Veja alguns exemplos:

  • Carteiras de trabalho, para empregados do setor privado ou sob regime da CLT
  • Certificado de Reservista, para quem cumpriu serviço militar
  • Certidão de Tempo de Contribuição, para quem foi funcionário público
  • Carnês de pagamento, para quem foi contribuinte individual

Documentos complementares
O trabalhador do setor privado que não tem todas as contribuições na carteira profissional pode precisar de documentos complementares para conseguir o benefício. Confira alguns:

  • Extratos do Fundo de Garantia
  • Holerites
  • Contratos de início e fim do vínculo de trabalho
  • Sentença de ação trabalhista
  • Cópia da ficha de registro de funcionário na empresa.

Quando é preciso ir à Justiça

Quem cumpre as exigências do INSS e, mesmo assim, não consegue o benefício, pode precisar recorrer à Justiça. Fique por dentro:

  • O segurado deve procurar a Justiça quando não conseguir provas complementares solicitadas pelo INSS
  • A vantagem de ir à Justiça é conseguir uma avaliação rigorosa de provas que foram recusadas pelo INSS
  • Por exemplo, além de avaliar o estado da carteira, o Judiciário procura saber se as informações são coerentes
  • A ordem das informações anotadas é comparada com o Cnis e com os relatos do trabalhador.

Veja também: Confirmado! Caixa mantém saques de R$ 498 e R$ 998 do FGTS em março; Confira

Leia Também:

brasil 123  
2 Comentários
  1. gilmar sanches gonçalves Diz

    SERÁ RU VOU GANHAR MINHA aposentadoria com o mandato de segurança provando tudo ou tenho que recorrer mais em alguma instância.

  2. gilmar sanches gonçalves Diz

    ESTOU COM UMA Advogada , pois meu pedido deu indeferido , porque o nit principal , colocaram de uma mulher e o secundário o meu aí toda vês da ruim agora entrei com mandato de segurança , pois já estou com 38 anos de trabalho contando com 12 meses de serviços prestados as forças armadas que não reconhecem e 65 anos de idade pois já estou com problemas pisicoticos , ancioso engordando , e ficando depressivo , vou ganhar com mandato de segurança tenho todas provas em carteiras assinadas e em términos de contratos com empresas .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?