Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Habilitação: Detran anuncia que aumentará valor de laudo para primeira CNH em 2020

Em alguns lugares, os valores serão mantidos, enquanto em outros, os valores foram reajustados para este novo ano.

Quem deseja adquirir uma nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em 2020 deve ficar atento. Acontece que em alguns lugares do Brasil, os valores sofrerão reajustes. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) publicou no Diário Oficial medidas que aumentam os preços de diversos serviços em vários estados do país.

Em alguns lugares, os valores serão mantidos, enquanto em outros, os valores foram reajustados para este novo ano.

Para adquirir a primeira habilitação, o cidadão deverá ter mais de 18 anos, saber ler e escrever, possuir carteira de identidade e CPF próprio e solicitar o serviço para as categorias “A”, “B” ou “A e B” na Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) respectiva cidade.

No ato da matrícula, o interessado deverá apresentar os documentos originais e cópias simples de RG, CPF, comprovante de endereço emitido até três meses imediatamente anteriores à data da solicitação.

Segundo informações do DETRAN, será necessário dirigir-se ao órgão de trânsito com documentos solicitados para fazer o cadastro e a realização de coleta biométrica. Após isso, será necessário realizar exames médicos.

Novas taxas do DETRAN

As novas taxas dos serviços do Departamento Estadual de Trânsito já entraram em vigor. Em alguns estados novos valores já foram divulgados, enquanto em outros, os valores foram mantidos. O valor varia por cada estado.

Em São Paulo, por exemplo, ainda não há previsão de aumento das taxas do Detran. No Rio de Janeiro acontece o mesmo. Até o momento, taxas do órgão ainda não foram reajustados.

Na Bahia, os valores sofreram um aumento de 3,80%. Anteriormente, para comprar o Laudo da primeira carteira de habilitação, o condutor precisava pagar R$ 197,98. Para 2020, o valor foi reajustado para R$ 205,50. Para o emplacamento do veículo, o valor passou para R$ 230,38.

No Mato Grosso, quase 90 taxas foram reajustadas. Desse total, 42 foram extintas e outras 19 foram criadas. A taxas mais comuns, como no caso do Licenciamento Anual de veículos, que representa cerca de 50% da demanda do Detran-MT, sofreu uma redução de 5,88%, já com a facilidade da entrega do documento via Correios.

No Tocantins, a partir de 2020, as taxas do DETRAN sofreram um aumento de até 231,7%.

Veja também: Habilitação gratuita: DETRAN abre inscrições para CNH Social; veja quem pode

Leia Também:

top planilha
2 Comentários
  1. Nelson Diz

    Agora estão escolhendo em qual cidade e região vão roubar primeiro, é por escala ou paizinho que não tem jeito.

  2. Venissss Diz

    Paizinho desgraçado esse não tem jeito não

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.