Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo vai chamar todos os aprovados nos concursos da PF e PRF

Nesta quinta-feira, 11 de abril, o governo deverá comunicar a chamada de todos os aprovados nos concursos da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O anúncio fará parte das comemorações pelos 100 dias do governo do presidente Jair Bolsonaro. As informação foi  confirmada pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luis Boudens, ao site Folha Dirigida.

O governo poderá convocar, no total, até 4.581 candidatos, sendo 2.501 na PRF e 2.080 na PF. Os números citados consideram o máximo de provas discursivas corrigidas nos dois concursos, conforme informado nos editais. Ou seja, o quantitativo de aprovados contratados será inferior a isso, uma vez que houve reprovações nas fases seguintes.

Na Polícia Federal, podem ser contratados candidatos aprovados nos cargos de agente (720), delegado (600), perito (320), escrivão (320) e papiloscopistas (120). No caso da PRF, o quantitativo varia de acordo com a região, conforme expresso no subitem 10.6.1 do edital.

A PF definiu junto ao Governo Federal a chamada de duas turmas de aprovados na Academia Nacional de Polícia, sendo a segunda turma composta praticamente por excedentes, conforme informou o presidente da FENAPEF. O objetivo da corporação é formar uma turma de curso de formação em junho deste ano e a outra no primeiro semestre de 2020. A expectativa era convocar mil aprovados, porém esse número poderá ser menor, tendo em vista o quantitativo de classificados até a fase do curso.

topapostilas.com.br

Na PRF, convocação de excedentes foi discutida

O edital de concurso público da Polícia Rodoviária Federal, divulgado no ano passado com 500 vagas, não será o suficiente para amenizar o problema de pessoal na corporação. Acontece que a PRF conta com um déficit de nada menos que 8,3 mil policiais, resultados de aposentadorias, mortes, exonerações, entre outros motivos. Desta forma, a corporação tem a possibilidade de convocar aprovados além do número de vagas do edital, o chamado excedentes.

Na última segunda-feira, 08 de abril, a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) esteve reunida com o diretor-geral da PRF, Adriano Furtado, para tratarem sobre o assunto. Em seu Twitter, o diretor-geral da corporação se manifestou sobre o encontro: “Hoje recebi em meu gabinete uma comissão de aprovados no concurso da PRF em andamento e, junto com eles, representantes da FenaPRF. Na ocasião tratamos de diversos aspectos sobre o concurso. Desejo sorte e sucesso aos aprovados,” disse Furtado.

Além do diretor e de membros da FenapRF, estiveram presentes uma comissão de aprovados do concurso, representando os candidatos excedentes.

Segundo informações passadas pela Federação ao site Folha Dirigida, a FENAPRF é favorável ao grupo de aprovados e lutará pela convocação dos candidatos. Para o presidente Deolindo Carniel, é sempre importante preencher o maior número de vagas possível. “Temos que preencher todas as vagas possíveis, precisamos diminuir o déficit de servidores na PRF”, frisou.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.