Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo reduz R$ 8 da estimativa do salário mínimo em 2020; valor será R$ 1.031

De acordo com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), divulgado nesta semana, o governo reduziu para R$1.031 a previsão do salário mínimo para 2020


De acordo com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), divulgado nesta semana, o governo reduziu para R$1.031 a previsão do salário mínimo para 2020. Em agosto, no projeto inicial, a estimativa era de R$ 1.039.

A alteração no valor do salário mínimo ocorreu porque a estimativa para a inflação passou de 4% para 3,5%. Para definir o reajuste, o governo leva em conta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O valor inclui apenas a correção pela inflação, mas não tem ganho real em relação ao salário mínimo deste ano, no valor de R$998, ou seja, apenas mantém o mesmo nível de antes, considerando a alta do custo de vida.

O governo confirma redução na projeção de inflação tem “impacto no valor do salário mínimo e consequentemente em benefícios sociais”. Isso porque alguns desses benefícios levam em conta o valor do mínimo, como o reajuste das aposentadorias, por exemplo.

Veja: Bolsonaro: Trabalho aos domingos deve criar meio milhão de novos empregos

Governo previu, inicialmente, R$1.040

Essa não foi a primeira vez que o governo reduziu a previsão do salário mínimo para 2020.

No mês de abril, o governo enviou ao Congresso o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias com a previsão do piso nacional de R$ 1.040.

Em outubro, os parlamentares aprovaram o texto com esse valor. No entanto, o governo já havia enviado o Ploa ao Congresso prevendo o mínimo de R$ 1.039, redução causada pela previsão de inflação menor, também.

Alteração feita por Bolsonaro

A proposta de salário mínimo foi feita pela equipe econômica do governo Bolsonaro. Ela representa uma alteração em relação ao modelo de reajuste do mínimo adotado por lei a partir de 2007.

Ele determinava que a revisão do salário mínimo levasse em conta o resultado do PIB de dois anos antes mais a inflação do ano anterior, medida pelo INPC. A regra, na prática, garantia o ganho real do mínimo sempre que houvesse crescimento da economia. O prazo de vigência da regra venceu no dia 1º de janeiro de 2019.

Leia Também:

top planilha
11 Comentários
  1. José Gilberto Diz

    Estou totalmente de acordo com você.

  2. Lício Almeida barroso Diz

    AGUENTEM QUE AGORA QUE ENTROU SO A CABECINHA. O BOZO AINDA VAI FUDER MUITO MAIS COM NOS BRASILEIROS 😂😂😂😂😂😂

  3. EDNA 2 Diz

    *É QUE APESAR DO MUNDO A CADA DIA PARECER DESUMANO,AINDA EXISTEM “PESSOAS CRÉDULAS E BEM INTENCIONADAS” QUE AINDA ACREDITAM EM POLÍTICOS E NÃO É QUE “ESSAS PESSOAS SEJAM BURRAS OU COISA PARECIDA,ELAS SÃO INGÊNUAS E ELEGEM ESSES ANTICRISTOS!!! “*

  4. Alexandre Diz

    vagabundo safado esse presidente de merda, ganha uma fortuna torra o dinheiro do contribuinte com cartão corporativo, aí dá um aumento miserável pra os trabalhadores, e todos ficam calado

  5. Cristiane de Moraes Diz

    Concordo plenamente. O país inteiro está com o financeiro abalado e dizem que é só culpa do Lula só isso que sabem dizer. Como se todo político que entra lá dentro fossem Santos. Esse falou quando entrou que iria arrumar o Brasil em um ano. Aonde está o país melhor??

  6. EURIPEDES M ABREU Diz

    Assino em baixo! Concordo plenamente com sua exposição! Parabéns!

  7. Jhon Diz

    O que quase ninguém quer ver e que esse Bozo vai lascar cada vez mais como os pobres pior do que os outros governos.

  8. Valdeci José da Costa Diz

    Entra políticos e saí políticos e o país continua do mesmo jeito nenhum deles vê o sofrimento do povo so um fez o brasileiro eo Brasil andar e mesmo assim a oposição fez com que está pessoa ficasse mau vista perante a população com toda esta manipulação ainda o Lula foi esera por muito tempo o melhor presidente do Brasil onde os menos favorecidos na sua gestão conseguirão comprar sua casa,seu carro e outros bens digo que a população se uma em um so enterese o bem estar do nosso país e familiares nós o povo que temos o poder não estes políticos gananciosos pesso que pensem e comentem sobre pois é quanto eles ganham dinheiro nós ficarmos com as migalhas.

    1. Jhon Diz

      Concordo com você.

      1. EURIPEDES M ABREU Diz

        Assino em baixo! Concordo plenamente com sua exposição! Parabéns!

      2. Charles Armando Dias Gonçalves Diz

        Concordo com você!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.