Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

FGTS: Tinha mais de R$998 na conta e não sacou? Vai receber R$500; confira

Segundo informações da Caixa, o direito de resgate do valor depende de quanto a pessoa tinha na conta do FGTS em 24 de julho de 2019

O trabalhador que tinha mais de R$998 na conta em 24 de julho e não sacou ainda, já pode sacar R$500 do benefício em 2020. É importante que o cidadão fique atento, uma vez que os valores estarão disponíveis para saque até 31 de março de 2020.

De acordo com informações da Caixa, o direito de resgate do valor depende de quanto a pessoa tinha na conta do fundo de garantia em 24 de julho de 2019. Vale lembrar que só vai poder sacar quem tem até um salário mínimo (R$ 998). Se tivesse mais na conta, o limite de saque eram de R$ 500 mesmo e não será pago nenhum adicional.

Além disso, quem tinha até R$998 na conta no dia 24 de julho e já sacou R$500 poderá sacar mais R$498. Já quem tinha até R$998 na conta em 24/07 e não sacou R$500, poderá sacar R$998,00 a mais por conta. Por fim, quem tinha mais do que R$ 998 na conta no dia 24 de julho e já sacou R$ 500 não poderá sacar nenhum valor.

“A CAIXA seguirá a estratégia de atendimento que tem sido muito bem sucedida, inclusive com o modelo simplificado de pagamento, e atenderá com tranquilidade os mais de 10 milhões de trabalhadores que receberão valores complementares do Saque Imediato”, disse o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães.

Veja também: 11 milhões têm o dinheiro esquecido do PIS no banco; veja quem pode

Saques do FGTS

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, revelou que apenas 44% dos recursos liberados do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foram efetivamente sacados pelos beneficiários. O valor corresponde a R$3,70 bilhões, de um total de R$8,60 bilhões disponibilizados nas três primeiras rodadas de liberação, e diz respeito aos beneficiários que não têm conta na Caixa Econômica Federal.

Os dados, passados durante evento da Casa das Garças no dia 20 de dezembro, no Rio de Janeiro, mostram que na primeira rodada de liberação, no dia 18 de outubro, foram sacados R$800 milhões de um total de R$1,8 bilhão. Na segunda rodada, no dia 25 de outubro, o saque foi de R$ 1,4 bilhão, de um montante de R$ 3,4 bilhões, enquanto na terceira foi um saque de R$ 1,5 bilhão, de um total de R$ 3,4 bilhões.

Leia Também:

top planilha
3 Comentários
  1. Igor Diz
  2. ADRIANA DE OLIVEIRA SILVA, Diz

    Porque não libera esses 498 para todos,todo mundo vai aquecer a economia,se é que sirva para isso,libera logo Bolsonaro

  3. Pilar Diz

    E se eu não quiser sacar o que acontece?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.