Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

EDITAL de Agente Penitenciário e Socioeducativo abrem 900 vagas!

Inscrições abertas

Foi divulgado aguardado edital de concurso público de Agente Penitenciário. O documento visa o preenchimento de nada menos que 500 vagas no cargo de Agente de Segurança Prisional para a Diretoria- Geral da Administração Penitenciária em Goiás. O Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) tem a responsabilidade do certame.

De acordo com o edital, a nomeação dos candidatos aprovados dentro do número de vagas autorizadas, terá início em até 120 (cento e vinte) dias após a homologação do resultado final e será realizada em 2 (duas) etapas, conforme a seguir:

a) 1ª etapa: 250 (duzentos e cinquenta) candidatos em setembro de 2020; e

b) 2ª etapa: 250 (duzentos e cinquenta) candidatos em setembro de 2021.

Os candidatos nomeados ficarão sujeitos à carga horária de 40 (quarenta) horas semanais, podendo ser, preferencialmente, em regime de plantão, conforme lei.

Sobre o cargo de Agente Penitenciário

Para concorrer a uma das vagas, o candidato deve ter certificado ou diploma de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Agente Penitenciário vai receber e orientar presos quanto às normas disciplinares, divulgando os direitos, deveres e as obrigações, conforme normativas legais; revistar presos e instalações; prestar assistência aos presos e internados, encaminhando- os para atendimento nos diversos setores sempre que se fizer necessário; verificar as condições de segurança comportamental e estrutural, comunicando as alterações à chefia imediata; acompanhar e fiscalizar a movimentação de presos ou internos no interior da unidade e adjacências; realizar escolta de presos em deslocamentos locais e interestaduais, bem como custodiá-los em unidades de saúde, órgãos judiciais, órgãos públicos e privados, sejam municipais, estaduais ou federais; observar o comportamento dos presos ou internos em suas atividades individuais e coletivas; não permitir o contato de presos ou internos com pessoas não autorizadas; revistar toda pessoa, autoridade civil ou militar, com exceção das autorizadas previstas em lei, e veículos previamente autorizados ou não, que pretendam adentrar ou que tenham adentrado ao estabelecimento penal e (ou) suas imediações; verificar e conferir os materiais e as instalações do posto de serviço, zelando por eles; controlar a entrada e saída de pessoas, veículos e volumes nos estabelecimentos penais e/ou suas imediações, conforme normas vigentes; conferir documentos, quando da entrada e saída de presos e visitantes do estabelecimento penal e adjacências; entre outras atribuições.

O salário será de R$ 4.891,25 (quatro mil, oitocentos e noventa e um reais e vinte e cinco centavos).

Lotação das vagas

Os aprovados serão lotados nas seguintes regiões: Metropolitana – Goiânia e Aparecida de Goiânia (97 vagas); Norte – Goianésia (62 vagas); Sudeste – Caldas Novas (59 vagas); Sudeste – Rio Verde (71 vagas); Noroeste – Itaberaí (39 vagas); Nordeste – Formosa (63 vagas); Centro Oeste – Palmeiras (39 vagas); e Entorno de Brasília – Luziânia (70 vagas).

Inscrição Concurso Agente Penitenciário GO 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 08 horas do dia 29 de agosto de 2019 e 23 horas e 59 minutos do dia 13 de outubro de 2019, no endereço eletrônico oficial da banca organizadora (http://www.iades.com.br). A taxa de inscrição custará R$120,00.

Etapas

O concurso público compreenderá as seguintes etapas, conforme a seguir:

a) prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizada pelo IADES;

b) prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizada pelo IADES;

c) avaliação médica, de caráter eliminatório, a ser realizada pelo IADES;

d) avaliação da equipe multiprofissional, de caráter eliminatório e exclusiva para os candidatos que se declararam com deficiência, a ser realizada pelo IADES;

e) avaliação física, de caráter eliminatório, a ser realizada pelo IADES;

f) avaliação psicológica, de caráter eliminatório, a ser realizada pelo IADES; e

g) investigação social, de caráter eliminatório, a ser realizada pela DGAP.

As etapas de avaliação médica, avaliação física, avaliação da equipe multiprofissional, avaliação psicológica e investigação social serão realizadas de forma simultânea e serão independentes entre si.

A avaliação da equipe multiprofissional, exclusiva para os candidatos que se declararam com deficiência, não substitui a etapa de avaliação médica. Elas são etapas distintas e independentes entre si. O candidato com deficiência que for convocado para a avaliação da equipe multiprofissional também passará pela etapa de avaliação médica.

As provas objetiva e discursiva serão aplicadas no Distrito Federal e nas seguintes cidades do Estado de Goiás: Goiânia, Aparecida de Goiânia, Catalão, Formosa, Itumbiara, Luziânia, Rio Verde e Uruaçu.

Provas

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta de 60 (sessenta) questões e avaliará as habilidades e os conhecimentos do candidato, conforme edital. A prova objetiva valerá 100,0 (cem) pontos, sendo 20 em Conhecimentos Gerais e 80 em Conhecimentos Específicos. O exame terá 60 questões.

A prova objetiva será composta por questões de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas em cada questão, para escolha de 1 (uma) única resposta correta, e pontuação total variando entre o mínimo de 0,00 (zero) ponto e o máximo de 100,00 (cem) pontos.

As provas objetiva e discursiva serão aplicadas na data provável de 24 de novembro de 2019, com duração máxima de 4 (quatro) horas, incluído o tempo para a leitura das instruções, o preenchimento da folha de respostas da prova objetiva e a transcrição da folha de texto definitivo da prova discursiva.

Os locais, a data e o horário de realização das provas serão disponibilizados no sítio eletrônico http://www.iades.com.br, na data provável de 8 de novembro de 2019, mediante acesso individualizado ao Comprovante de Inscrição.

Será reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso público o candidato que:

a) obtiver pontuação inferior a 50,00 (cinquenta) pontos;

b) obtiver pontuação igual a 0 (zero) nas questões de Língua Portuguesa;

c) obtiver pontuação menor que 50% (cinquenta por cento) nas questões de Conhecimentos Gerais; e (ou)

d) obtiver pontuação menor que 50% (cinquenta por cento) nas questões de Conhecimentos Específicos.

Informações do concurso
  • Concurso: Agente Penitenciário de Goiás
  • Banca organizadora: IADES
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 500
  • Remuneração: R$ 4.891,25
  • Inscrições: entre 08 horas do dia 29 de agosto de 2019 e 23 horas e 59 minutos do dia 13 de outubro de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$120,00
  • Provas: 24 de novembro de 2019
  • Situação: PUBLICADO

EDITAL 02

As inscrições do edital do concurso público da Fundação Desenvolvimento da Criança e Adolescente “Alice Almeida” estão abertas. De acordo com o documento publicado, serão oferecidas nada menos que 400 vagas no cargo de Agente Socioeducativo, sendo 52 para o sexo feminino e 348 para o sexo masculino. Do quantitativo de vagas, 20 serão reservadas aos deficientes.

O Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE tem a responsabilidade do concurso da FUNDAC-PB Agente Socioeducativo.

Para concorrer a uma das vagas, o candidato deverá ter nível médio completo registrado no MEC, além de idade mínima de 18 anos na data da posse. O salário dos aprovados e empossados será de R$ 1.617,20, além de 20% de adicional noturno por jornada de trabalho de 40 horas semanais, podendo ser ainda em regime de plantão de 12×36 horas e revezamento no período diurno e noturno.

O Agente Socioeducativo deverá:

  • Intervir pedagogicamente, de forma direta ou indireta, nos processos socioeducativos, através do diálogo, orientações técnicas e administrativas, quando convocado;
  • Participar da elaboração, execução e avaliação do Plano Individual de Atendimento (PIA);
  • Registrar as irregularidades e fatos importantes para o atendimento técnico, no livro de ocorrências, ocorridos na admissão e desligamento, nas movimentações internas e externas, durante todo o cumprimento da medida socioeducativa;
  • Realizar e controlar a movimentação interna dos socioeducandos, acompanhando os atendimentos técnicos, os horários de lazer, refeições, cultura, esporte, as atividades escolares e os cursos profissionalizantes;
  • Atuar como um canal de comunicação entre os socioeducandos e os diversos setores de atendimento técnico da unidade;
  • Acompanhar as atividades diárias, orientar e dar suporte aos socioeducandos de seu grupo de trabalho;
  • Facilitar as reuniões matinais e elaborar relatórios do cotidiano (atas) e do processo de desenvolvimento dos socioeducandos;
  • Participar das reuniões periódicas para discutir o desenvolvimento dos socioeducandos juntamente com as equipes técnicas;
  • Acompanhar os socioeducandos em atividades extras;
  • Supervisionar o cumprimento das normas dos programas ou atividades que acompanha;
  • Acompanhar o socioeducando no alojamento;
  • Manter o bom funcionamento no alojamento e demais dependências da unidade;
  • Resolver conflitos imediatos; entre outras.

Das 400 vagas do concurso, 277 serão para João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Santa Rita, Mamanguape, Rio Tinto, Sapé, Itabaiana e Guarabira; 88 para Lagoa Seca, Campina Grande, Alagoa Grande, Bananeiras e Monteiro; e 35 vagas no CEA – Centro Educacional do Adolescente (envolve cidades de Sousa, Santa Luzia, Patos, Piancó, Itaporanga, Conceição, Uiraúna e Cajazeiras).

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 04 de setembro e 07 de outubro de 2019, no endereço eletrônico oficial da banca organizadora do concurso (www.ibade.org.br). A taxa de inscrição custará R$56,00.

O concurso FUNDAC-PB 2019 contará com :

  • Prova objetiva de caráter classificatório e eliminatório com 50 questões;
  • Prova de títulos, de caráter classificatório;
  • Prova de capacidade física, de caráter eliminatório, com etapas de corrida rasa de 100m e corrida de fundo de 2.000m;
  • Exame psicotécnico, de caráter eliminatório;
  • Investigação social, de caráter eliminatório; e
  • Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório com carga horária de 152 horas-aula.

A prova objetiva do concurso será aplicada no dia 27 de outubro de 2019 em João Pessoa, Campina Grande e Sousa, em locais e horários que serão liberados no dia 22 de outubro. O exame contará com questões de Língua Portuguesa (10), História da Paraíba (05), Direitos Humanos (10) e Conhecimentos Específicos (25).

Os gabaritos preliminares serão liberados a partir das 16 horas do dia 28 de outubro, enquanto os gabaritos definitivos serão divulgados no dia 27 de novembro. Para ser aprovado na prova objetiva, o candidato deverá ter, pelo menos, 50% do total de pontos da prova objetiva e não zerar em qualquer uma das disciplinas.

Além disso, o edital da FUNDAC-PB 2019 informa que apenas os melhores classificados seguirão no concurso, sendo os primeiros 2.020 classificados, contando as vagas de ampla concorrência e também reservadas para pessoas com deficiência.

  • Concurso: Fundação Desenvolvimento da Criança e Adolescente “Alice de Almeida”
  • Banca organizadora: IBADE
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: 400
  • Remuneração: R$ 1.617,20
  • Inscrições: entre 04 de setembro e 07 de outubro de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$56
  • Provas: 27 de outubro de 2019
  • Situação: PUBLICADO

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.