Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Conheça o Cartão Ourocard BB sem anuidade para negativados; Saiba como pedir

É possível utilizá-lo para fazer compras em diversos estabelecimentos, como qualquer outro cartão de crédito.


Recentemente, o Banco do Brasil anunciou o lançamento do cartão pré-pago Ourocard, que além de oferecer diversas vantagens e benefícios aos seus usuários, é livre de anuidade e não exige análise de crédito e consulta ao SPC e Serasa. É possível utilizá-lo para fazer compras em diversos estabelecimentos, como qualquer outro cartão de crédito.

A diferença é que ele é pré-pago, e por conta disso, é possível ter ainda mais controle dos gastos, pois o próprio usuário pode fazer as recargas através do aplicativo do banco, não precisando mais andar com dinheiro no bolso para fazer pagamento à vista.

Veja também: Confira quais são as 5 vantagens do novo Cartão da CAIXA ainda em 2019

Tarifas do cartão pré-pago Ourocard

Tarifa para emissão do cartão: R$ 10,00
Taxa de manutenção mensal: R$ 5,00 (promocionalmente R$ 1,00)
Tarifa de saque a partir do 3º saque no mês: R$ 5,00 (os 2 primeiros saques no mês são gratuitos nos caixas eletrônicos)
Anuidade: zero.
Vale lembrar também que não existe cobrança pela recarga, que pode ser realizada nos terminais de autoatendimento, pela internet ou aplicativo.

Outras informações:

As senhas podem ser alteradas nos terminais de autoatendimento BB, o limite máximo é de 5 cartões pré-pagos por clientes, é possível agendar cargas para até um ano, não existe exigência de renda mínima e o por razões desconhecidas, o cartão não pode ser utilizado para compras na internet.

Para solicitar o cartão é preciso é necessário ser correntista do Banco do Brasil. Então é possível acessar a página do BB e clicar em “Peça já o seu” e então, preencher o formulário. O cartão pode ser oferecido aos filhos (cartão mesada) ou aos colaboradores domésticos (cartão conveniência).

A Caixa Econômica Federal (CEF) liberou o calendário de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os saques de R$ 500 começaram no dia 13 de setembro para quem têm conta poupança na Caixa e iniciou no dia 18 de outubro para quem não for correntista.

De acordo com o governo, o governo pode sacar de todas as contas do FGTS que possuírem, sejam de contas ativas (emprego atual) ou de contas inativas (empregos anteriores).

Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas, uma com saldo de R$ 2.000 e outra com R$ 3.000, ele poderá sacar R$ 500 de cada uma delas. Se tiver R$ 70 na conta, poderá retirar o valor total.

O governo informou que quem tiver conta poupança na Caixa, o depósito será feito automaticamente. Os correntistas que não desejarem sacar os valores deverão informar ao banco – eles terão até 30 de abril de 2020 para solicitar o desfazimento do crédito ou a transferência do valor para outra instituição financeira.

Novo cronograma do FGTS

O trabalhador deverá seguir o novo calendário de pagamento divulgado pela CAIXA para receber os valores do FGTS:

Nascidos em Janeiro – Saque a partir do dia 18 de outubro;

Nascidos em Fevereiro e Março – Saque a partir do dia 25 de outubro;

Nascidos em Abril e Maio – Saque a partir do dia 08 de novembro;

Nascidos em Junho e Julho – Saque a partir do dia 22 de novembro;

Nascidos em Agosto – Saque a partir do dia 29 de novembro;

Nascidos em Setembro e Outubro – Saque a partir do dia 06 de dezembro;

Nascidos em Novembro e Dezembro – Saque a partir do dia 18 de dezembro.

A data limite para recebimento dos valores continua sendo 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta de FGTS do trabalhador, sem qualquer ônus.

Transferência para outros bancos – Nos saques feitos na agência, a CAIXA não cobrará tarifa quando o trabalhador optar por transferir o valor do Saque Imediato para outras instituições financeiras.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.