Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bancos: Pagamento de consignado deve ter desconto em folha de pagamentos

A medida vai valer para os trabalhadores que tiveram sua renda prejudicada por conta da pandemia do novo coronavírus.

No momento, os bancos já estão estudando uma maneira de flexibilizar o crédito consignado, com desconto em folha de pagamentos. Conforme apurou o Estadão/ Broadcast, a medida vai valer para os trabalhadores que tiveram sua renda prejudicada por conta da pandemia do novo coronavírus.

As medidas, que devem ser implementadas em caráter temporário, prevê uma adequação de parcelas de operações já contratadas para aqueles que tiveram seus salários reduzidos ou o contrato de trabalho suspenso através da medida provisória 936, que instituiu o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.

As conversas para flexibilização do consignado, em situações específicas (e não de forma indiscriminada), já estão em fases avançadas e devem evoluir para um projeto de lei, detalha o executivo de um grande banco, na condição de anonimato.

Na situação em que os trabalhadores tiveram sua remuneração e jornada reduzidos em 25%, por exemplo, a parcela do empréstimo contratada seria diminuída na mesma medida. Já para aqueles que tiveram o contrato suspenso, que teriam uma carência por igual período, com as parcelas mantidas no saldo devedor sob as mesmas condições.

Ações

A flexibilização do crédito consignado está sendo discutida em um momento em que se propaga diversas ações e decretos que pedem suspensão de pagamentos durante pandemia do coronavírus. As instituições bancárias, que administram o aumento dos calotes em meio à crise, tem o objetivo de evitar que decisões se espalhem e coloquem em risco no pagamento do consignado, uma das mais seguras do mercado.

O crédito consignado é, hoje, um terço da carteira de crédito a pessoas físicas, considerando os recursos livres, conforme dados do Banco Central. Hoje, considerando até o mês de fevereiro, o saldo é de nada menos que R$ 400 bilhões. A reserva subiu ultimamente em meio à maior atenção dos bancos para a modalidade, que apesar de ser considerada “madura” no País, cresce 15% por ano.

Para quem necessita do dinheiro, os juros são o grande atrativo, uma vez que as taxas são as menores do mercado (considerando os empréstimos de pessoa física). Além disso, o consignado tem uma das inadimplências mais baixas, visto que os bancos descontam o valor diretamente do salário do trabalhador.

Veja também: Justiça derruba decisão que impedia bancos de aumentar juros durante a pandemia

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

9 Comentários
  1. Joao Diz

    Eu REALMENTE não estou entendendo mais nada na internet vários sites estão dizendo que não vai descontar em 4 meses o consignado mais não fala como onde e na prática o que fazer.

  2. Luciana Diz

    Bom dia no meu ponto de vista os banco não teria que negativar nome de ninguém pela situação que estamos passando quem é aposentado e pensionista cada aluguel paga luz paga a água tem que comer tem que comprar remédio e aí como é que fica. Eu sou pensionista pago juros empréstimo recebo 1500 pagar 800 de aluguel pago 200 de luz minha conta de água veio um absurdo r$ 146. Não tenho direito auxílio emergencial aí eu vou comer com quê as empresas financeiras não pensa em ninguém da forma que eles agem somos cada vez mais prejudicados

    1. Dionizio Diz

      Nossa você não fez um contrato pra pagar isso todo mês? O que adianta adir por mais dois meses? Não entendi ou você acha que sua besteiras nós empréstimos vão ser zeradas,

  3. Roseli Domingues de Moraes. Diz

    Tenho perícia dia 5 de maio
    Não estou conseguindo enviar o laudo médico.como fazer?

  4. Luciana Diz

    Bom dia no meu ponto de vista os banco não teria que negativar nome de ninguém pela situação que estamos passando quem é aposentado e pensionista cada aluguel paga luz paga a água tem que comer tem que comprar remédio e aí como é que fica. Eu sou pensionista pago juros empréstimo recebo 1500 pagar 800 de aluguel pago 200 de luz minha conta de água veio um absurdo r$ 146. Não tenho direito auxílio emergencial aí eu vou comer com quê as empresas financeiras não pensa em ninguém da forma que eles agem somos cada vez mais prejudicados

  5. Rogério Diz

    Ótima notícia !! Mas poderiam abranger tbm os servidores públicos (federais, estaduais e municipais) da ativa e não somente os aposentados destes, pois todos estão no mesmo barco sofrendo as consequências dessa pandemia….

    1. Fernando Diz

      Mas o juiz não decretou por 4 meses não poderá ser descontados do salário?

  6. Luciana Diz

    Os bancos abrirão de interesse deles por isso que cada vez mais quem tem dinheiro está sempre acima quem já recebe uma miséria continua se afundando

    1. Aparecida Diz

      Então a suspensão das parcelas do consignado por 4 meses Esta valendo a partir de Maio??

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?