Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Backlinks e SEO – Marketing Digital – Parte 1

Vamos falar sobre as regras do SEO e como aplicá-las para gerar backlinks positivos.

Dividimos essa série em duas partes, nesta primeira parte falaremos um pouco sobre o SEO.

Sabemos que as regras do ranqueamento do Google são validadas através das regras do SEO, e é sobre esses elementos que formam essa regra que falaremos neste artigo.

Dentre esses critérios falaremos sobre os backlinks, que podem ser positivos ou negativos.

O SEO(Search Engine Optimization)

O SEO é uma estratégia que melhora o ranqueamento do seu site.

As plataformas de busca (Bing, Google, Yahoo) validam as informações recebidas através de algoritmos, todavia, o Google é o mais utilizado.

Através do SEO o seu site ganha autoridade, e essa autoridade significa que o público pode confiar no seu conteúdo, e isso é muito importante.

As técnicas do Google para validar o SEO contemplam muitas situações, por exemplo:

Forma de usar os backlinks

Palavras chave;

Relevância dos links direcionados nos seu site;

Volume de acessos ao seu site;

Avaliação dos usuários;

Qualidade do conteúdo.

O conteúdo é validado pelas regras do SEO, como também pela confiança que o publico gera ao seu site.

Se o seu site for muito acessado, não houver avaliações negativas, e for recomendado de forma positiva, o ranqueamento do Google tende a elevar o seu conteúdo.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Há formas de tentar gerar ranqueamento positivo, e acabar gerando negativo:

Através de backlinks desqualificados

Sabemos que backlinks são links que geram acessos, entretanto, eles estão vinculados externamente. Ou seja, um site vinculou um conteúdo seu blog ou site, isso é um backlinck, assim como você incluir o link de outro site no seu conteúdo.

Todavia essas vinculações requerem cuidados, pois também são passíveis de regras.

Na segunda parte dessa série falaremos mais sobre os backlinks negativos.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?