Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

STJ concede liberdade a Fabrício Queiroz

Flávio Bolsonaro pode ir ao Conselho de Ética do Senado: advogada do senador confirma ajuda da Abin Fabrício Queiroz
À esquerda, o senador Flávio Bolsonaro; à direita, Fabrício Queiroz (Imagem: Reprodução Instagram)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu nesta quarta-feira (17) liberdade ao ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), Fabrício Queiroz.

Apesar da decisão, ele terá de continuar a cumprir prisão domiciliar, por conta de uma decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Queiroz e sua esposa Márcia são investigados no esquema de suposta “rachadinha” (peculato) no gabinete de Flávio quando o filho do presidente era deputado estadual no Rio de Janeiro.

À época em que o caso se tornou público, a Polícia divulgou que Fabrício Queiroz fazia uma série de pagamento em caixa eletrônico da Assembleia Legislativo do Rio de Janeiro.

Para os agentes, essa conduta de movimentação nada natural de dinheiro, em que montantes de 2 mil reais eram movimentados em curtos intervalos de tempo, levantou suspeitas

Motivo da decisão do STJ sobre Fabrício Queiroz

Ao tomar a decisão, a maioria dos ministros da Quinta Turma do STJ entendeu, segundo o Portal G1, que há excesso de prazo na ordem de prisão de Fabrício Queiroz e de Márcia, detidos há nove meses.

Apenas o relator da matéria, ministro Félix Fischer, votou pela manutenção da prisão de Queiroz. Os outros 4 magistrados, porém, votram pela liberdade do ex-assessor.

Leia ainda: Datafolha: Bolsonaro tem 22% de aprovação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.