Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vestibular: Saiba mais sobre “O Cortiço”, livro de Aluísio Azevedo

Emblemática obra da literatura brasileira, o livro de Aluísio Azevedo intitulado O Cortiço é uma das obras que volta e meia aparecem na lista de obras literárias obrigatórias dos vestibulares.

Publicado em 1890, O Cortiço é considerado a obra mais representativa do Naturalismo no Brasil. No livro, Aluísio Azevedo trabalha através das personagens icônicas uma das principais características do Naturalismo.

Nesse sentido, a animalização das personagens baseada nos seus instintos naturais, como os sexuais e os de sobrevivência, é muito presente na obra. Assim, o comportamento das personagens recebe muita influência do meio, da raça e do momento histórico, trazendo representação da realidade social do Brasil do século XIX.

O Cortiço é composto de 23 capítulos e é narrado em terceira pessoa, sendo o narrador onisciente, e apresenta cronologia linear.

O romance é ambientado em uma habitação coletiva, cujo dono é o português João Romão, um homem ambicioso que também é proprietário de uma taverna e de uma pedreira e mantém um relacionamento com Bertoleza.

Assim, em oposição ao português, há Miranda, um comerciante de tecidos que é casado com Estela e que estabelece com João Romão uma relação de rivalidade sempre pautada na ascensão social e financeira.

Há muitas outras personagens nas quais o autor trabalha as nuances sociais do período e o dia a dia duro do cortiço, que é marcado pela pobreza e pela desorganização. Algumas delas são: Jerônimo, Piedade, Rita Baiana, Capoeira Firmo, e Arraia-Miúda.

Além disso, é importante ressaltar que as personagens são psicologicamente superficiais. Assim, não há muita complexidade na sua caracterização, pois o autor prezou pela representação dos tipos sociais.

A obra está disponível em domínio público e está disponível em diversos sites para download gratuito. Clique aqui para baixar.

Sobre o autor

Aluísio Tancredo Gonçalves de Azevedo (1857-1913) nasceu em em São Luís (Maranhão) e, além de escritor, foi diplomata, caricaturista e jornalista.

Tendo recebido influência de autores europeus naturalistas, suas principais contribuições para a literatura brasileira se deu com romances de estética naturalista, como, por exemplo, O mulato (1881) e Casa de pensão (1884), além de O cortiço.

Aluísio Azevedo foi também um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, tendo ocupado a cadeira 4.

Gostou do resumo? Então deixe seu comentário!

Confira Vestibular: Como as obras literárias obrigatórias são cobradas.
Veja também Saiba como estudar as obras literárias obrigatórias exigidas nos vestibulares.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Vestibular: Como dar conta da leitura das obras literárias obrigatórias?

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?